Foto mostra lua de Saturno jorrando água em estado líquido

Antes de se sacrificar na atmosfera de Saturno, a sonda Cassini nos presentou com inúmeras imagens de cair o queixo do planeta anelado e suas luas. Missões para Saturno são caras e demoradas, devido à grande distância que separa o planeta de nós e, provavelmente, não teremos imagens inéditas do astro em um futuro breve.

Uma das fotografias capturadas pela Cassini, em especial, mostra a lua Enceladus iluminada pela luz do sol, com os anéis de Saturno servindo de fundo.

A foto foi tirada em 6 de novembro de 2011, a uma distância de aproximadamente 145,000 quilômetros de Enceladus, mas divulgada pela NASA apenas na última semana de 2017. A espaçonave Cassini terminou sua missão em 15 de setembro de 2017.

Em detalhe, o satélite natural Enceladus e seu sopro de água em estado líquido 

Entretanto, é na nebulosidade logo abaixo de Enceladus que a sua atenção deveria se focar. Essa parte iluminada logo abaixo da lua são gêiseres de água em estado líquido que estão refletindo a luz do sol, através do polo sul de Enceladus. Isso significa que, embaixo do manto gelado do satélite, há água líquida que talvez esconda vida no interior da rocha.

Essa desconfiança aumenta com a hipótese de que movimentos de maré gerados pela ação gravitacional de Saturno possam causar calor na parte interna de seus satélites. E tanto água quanto calor são dois elementos necessários para abrigar a vida da forma que a conhecemos.

O vídeo abaixo, disponível apenas em inglês, mostra a imagem e explica a animação que essa descoberta significa no meio científico:

via Canaltech

Deixe uma resposta