Hacker canadense acusado de invadir o Yahoo se declara culpado

Karim Baratov, hacker canadense de 22 anos que foi acusado de invadir o Yahoo em 2014, se declarou culpado nesta terça-feira (28), admitindo sua participação no incidente que afetou 500 milhões de contas de usuários do serviço online Yahoo.

Na ocasião, Baratov confessou ter hackeado as contas de email e enviado as informações ao Serviço de Segurança Federal da Rússia (FSB). No entanto, durante o período dos ataques, os advogados alegaram que o acusado não tinha o conhecimento de que estava trabalhando para agentes russos.

Outras três pessoas de nacionalidade russa também foram acusadas pelo ataque hacker ao Yahoo, mas nenhuma delas foi submetida a julgamento devido a fato de que a Rússia não possui um tratado de extradição com os EUA. Os promotores do caso acreditam que dois deles sejam oficiais do serviço de segurança russo.

Segundo os documentos judiciais, Baratov utilizou técnicas de phishing para que as vítimas preenchessem formulários falsos com os dados de suas respectivas contas de email, em um tipo de ataque em que as páginas falsas se assemelham muito com os sites oficiais de diversas provedoras de serviços web. Todos os dados obtidos com essa prática eram enviados para um os agentes russos em troca de dinheiro.

Com isso, a sentença de Baratov será decidida em fevereiro de 2018, podendo chegar a 28 anos de prisão.

via Canaltech

Deixe uma resposta