Toshiba nega estar negociando venda de divisão de PCs para rival Asus

Em um comunicado enviado hoje (17) à Reuters, a Toshiba desmentiu rumores anteriores de que estaria negociando a venda de sua divisão de PCs para a Asus, uma de suas rivais no segmento. Na verdade, a companhia japonesa negou estar tentando vender essa parte da sua corporação para qualquer outra empresa. Além da Asus, ao menos uma outra concorrente estaria interessada na compra do negócio de computadores pessoais da Toshiba, uma das líderes do segmento, Lenovo.

Representantes da Lenovo e da Asus não comentaram o assunto, segundo a Reuters. A agência de notícias ainda especifica que a divisão de PCs da Toshiba é um negócio bastante pequeno dentro da corporação. Entre abril e setembro de 2017, essa divisão trouxe apenas 3,5% de toda a receita da empresa, algo em torno de US$ 747 milhões.

No azul

Apesar de não estar vendendo esse segmento, a Toshiba está se desfazendo da sua divisão de memórias, um dos braços mais premiados e reconhecidos da companhia. A operação está sendo feita na cifra dos US$ 18 bilhões, e a compradora se chama “Bain Capital”, um fundo controlado por AppleDell e Seagate.

A companhia pode acabar saindo da bolsa de valores de Tóquio por conta dos diversos períodos de prejuízo seguidos

Fora isso, a divisão de televisores da Toshiba está sendo vendida por US$ 115 milhões para o conglomerado chinês Hisense Group. Tudo isso estaria acontecendo para que a Toshiba consiga fechar seu balanço financeiro de março de 2018 no azul. De outra forma, a companhia pode acabar saindo da bolsa de valores de Tóquio por conta dos diversos períodos de prejuízo seguidos.

Mas como essas operações financeiras dependem da aprovação de órgãos antitruste internacionais, é possível que o dinheiro da venda dessas divisões não caia no caixa da Toshiba a tempo de fechar os números de março. A empresa tem um plano B, mas precisa da aprovação de acionistas: levantar cerca de US$ 5,3 bilhões na bolsa.

Não há previsões de especialistas sobre a possibilidade de todo esse movimento dar certo ou não, mas parece que março de 2018 será um mês decisivo para a Toshiba.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: