Reconhecimento facial do iPhone X não diferencia gêmeos idênticos

A Apple garante que o Face ID tem uma chance de 1 em 1 milhão de errar o reconhecimento facial do usuário, permitindo que outra pessoa desbloqueie seu aparelho. E parece que o caso de gêmeos idênticos faz parte dessa pequena possibilidade de erro.

Quando a Maçã apresentou o Face ID ao mundo, o que aconteceu em seu evento anual no mês de setembro, a companhia garantiu que a tecnologia era capaz de diferenciar o rosto do usuário e uma fotografia, bem como conseguiria saber quando o irmão do usuário tentasse desbloquear seu aparelho, sem sucesso. Mas o pessoal do Mashable decidiu fazer o teste com dois pares de gêmeos idênticos, e o resultado não poderia ser mais problemático.

 

Em todo o mundo, estima-se que a cada mil pessoas, 32 são irmãs gêmeas. Sendo assim, a chance de um gêmeo idêntico desbloquear o aparelho de seu irmão não são tão pequenas assim, se o exemplo que vimos no vídeo acima se repetir para mais casos, ainda mais considerando os casos, ainda que menos frequentes, de partos triplos ou quádruplos.

Já a rival Microsoft, que tem reconhecimento facial em seu Windows Hello, garante que sua tecnologia não falha no caso de gêmeos idênticos.

via Canaltech

Deixe uma resposta