CEO da Hulu abandona empresa para ser diretor da Sony Pictures

O CEO do Hulu, Mike Hopkins, anunciou nesta terça-feira (24) que está deixando a empresa, mas não o mercado de entretenimento. Ele abandona a diretoria do serviço de streaming para assumir um posto semelhante na Sony Pictures Television, concentrando toda a gerência das produções da empresa japonesa para o mercado de TV.

A mudança acontece em um momento estrelado para o Hulu, com o sucesso de sua principal produção original, The Handmaid’s Tale, e vitórias nos prêmios Emmy, considerados o Oscar da televisão. Além disso, o sucesso também se deu nos bastidores, com a obtenção de acordos de licenciamento de clássicos da televisão como Will & Grace e 30 Rock, que passarão a ser transmitidos exclusivamente pelo serviço.

Agora, entretanto, ele passa a se reportar diretamente ao CEO da Sony Pictures Entertainment, Tony Vinciquerra, e concentrará toda a administração das produções dos estúdios associados. Ele assume em novembro o cargo deixado por Steve Mosko, que abandonou a companhia em junho de 2016 e permanece com seu destino indefinido, tendo sido apenas confirmado como parte da mesa de conselheiros da Universidade Loyola Marymont, nos Estados Unidos.

A chegada de Hopkins deve marcar o fim de um período turbulento para a Sony Pictures. Rumores apontam que a saída de Mosko está relacionada a embates internos com o CEO da divisão, Michael Lynton, que deixou a empresa em janeiro. Sob a batuta de Vinciquerra, que o substituiu, a companhia passou por um grande processo de reformulação que culmina, agora, na contratação do ex-executivo do Hulu.

A experiência dele no serviço de streaming também deve ser primordial em um dos principais esforços atuais da Sony, que vem focando em coproduções com outros estúdios. Foi de um movimento desse tipo que nasceram, por exemplo, parcerias com a Netflix para o desenvolvimento de The Crown, a idealização de Better Call Saul em união não apenas com o serviço, mas também com a rede de televisão ABC, e, por fim, um show ainda em desenvolvimento ao lado do YouTube, Cobra Kai, que deve servir como continuação para a série Karatê Kid.

Foi o próprio Vinciquerra, inclusive, que anunciou publicamente a contratação de Hopkins. Ele cita o momento atual como de “grande evolução e oportunidade”, e diz acreditar que a experiência do companheiro será de extrema importância para garantir a continuidade sadia dos negócios de televisão da Sony.

Enquanto isso, o posto de CEO do Hulu passa a ser ocupado por Randy Freer, que já era membro do quadro de diretores do serviço de streaming há alguns anos. Ele assume a posição na próxima segunda-feira (29), deixando o posto de COO da Fox Networks Group, braço da gigante voltado para o mercado de televisão aberta e à cabo.

via Canaltech

Deixe uma resposta