Fórum de games NeoGAF é desativado após fundador ser acusado de assédio sexual

O NeoGAF, um dos maiores e principais fóruns sobre jogos de videogame do mundo, passou o final de semana sob fogo. Tyler Malka, um dos fundadores da comunidade e um dos principais responsáveis por ela, foi acusado de assédio sexual, o que levou a uma renúncia em massa de moderadores e à revolta de usuários, motivando até mesmo a desativação temporária da plataforma.

Os problemas começaram na madrugada de sábado para domingo, quando o administrador, que atende online pelo nick de Evilore, se viu mais uma vez acusado de assédio sexual. Em relato publicado no Facebook na última semana, parte da hashtag #metoo, na qual mulheres relatam situações de abuso para mostrar solidariedade a outras vítimas, uma cineasta americana relata o dia em que Malka tentou fazer sexo com ela após uma noite de bebedeira. Ele teria entrado no chuveiro, nu, sem a autorização dela, enquanto ela tomava uma ducha para tentar melhorar dos efeitos do álcool.

Neogaf.com’s EviLore sexual assault

A acusação levou a uma revolta em massa de moderadores, com mais de uma dezena deles abandonando os trabalhos na plataforma ao mesmo tempo. A publicação do texto, que inicialmente não vinha acompanhado da identidade do abusador, revelada somente depois, também gerou revolta entre os usuários, que encheram o NeoGAF de tópicos pedindo seu banimento permanente, acusando Evilore com relação ao caso ou relembrando outros podres do passado do fundador.

Inicialmente, Malka reagiu de forma dura, deletando tópicos e banindo usuários. A situação, entretanto, se tornou insustentável, o que levou ao fechamento do fórum. Ele permaneceu desativado por mais de 24 horas, retornando ao ar somente nesta segunda-feira (24), com uma mensagem de Evilore fixada no topo.

No texto, ele nega as acusações da cineasta, com quem teve uma relação romântica após o ocorrido, e afirma que a responsável pelas acusações “não tem credibilidade”. Além disso, pede desculpas pela atitude drástica e pela falha em agir após a detonação do incidente, o que levou ao fechamento do fórum. Ele afirmou estar cansado e estressado após tantos comentários negativos e ter precisado de um tempo para se acalmar e fazer a coisa certa.

Depois, anunciou uma mudança profunda no NeoGAF, que volta a ser focado única e exclusivamente em games. Discussões sobre outros assuntos, a partir de agora, estão proibidas e os responsáveis serão banidos e terão os tópicos deletados. Um novo time de moderação já está trabalhando para garantir a reformulação e garantir que as discussões sigam o caminho desejado.

As mudanças, claro, não caíram tão bem assim. O fim da seção “off-topic”, por exemplo, foi citada como estranha por alguns usuários, enquanto outros voltaram a fazer acusações a Evilore no próprio tópico que contém sua declaração – eles foram banidos. Outros refutam a afirmação de Malka de que o NeoGAF voltará a ser uma “comunidade”, anunciando que estão deixando a plataforma.

Esqueletos no armário

As novas acusações contra o fundador do fórum, e, principalmente, a forma como ela lidou com elas, podem ter sido a gota d’água, mas nem de longe representam o começo de tudo. No passado, Malka já havia admitido ter passado a mão inapropriadamente em uma mulher durante uma festa, em retribuição ao que ele dizia ser uma tentativa dela de conseguir drinks de graça. Na época, ele pediu desculpas sobre o ocorrido e negou se tratar de abuso, afirmando que ambos estavam em uma festa regada a bebidas e onde as convenções sociais “já haviam sido deixadas de lado”.

Fundado em 2000 como parte do site Gaming Age, o NeoGAF ganhou esse nome e também a importância que possui a partir de 2006. Com milhões de usuários ao redor do mundo, ele se tornou um dos principais fóruns de jogos eletrônicos da internet, atraindo não apenas fãs em si, mas também membros da indústria e “insiders”. Os principais vazamentos desse mercado nos anos recentes, muito provavelmente, se originaram em tópicos da comunidade.

Nos anos mais recentes, o NeoGAF também esteve envolvido em questões políticas, como o apoio à participação dos EUA no Acordo de Paris e até mesmo uma foto de Malka apertando a mão do ex-presidente americano, Barack Obama. Aqui, também, explodiu o que era, até então, uma das maiores polêmicas de sua história, com moderadores sendo acusados de banir permanentemente partidários de Donald Trump, durante as eleições de 2016, e evitando discussões políticas. Na época, o fundador afirmou que valorizava os diferentes pontos de vista.

Fonte: The Next Web, NeoGAF

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.

via Canaltech

Deixe uma resposta