Samsung obtém recurso e batalha judicial com a Apple vai continuar

A batalha sem fim entre Apple e Samsung nos tribunais vai durar por mais algum tempo. Nesta segunda-feira (23), a fabricante sul-coreana obteve sucesso em seu recurso em que pedia a revisão de valores a serem pagos à rival em um processo em que é acusada de copiar o design e usabilidade de iPhones em sua linha Galaxy.

A ação foi movida pela Apple em 2011, com foco direto na família Galaxy S. A Maçã acusa a Samsung de ter roubado a “forma básica” de seus dispositivos, bem como traços da interface e elementos de conectividade. Em jogo estão dois dos principais nomes do topo do mercado mobile, que também travam uma guerra anual por vendas e pela atenção dos consumidores.

Em 2012, a Samsung foi condenada a pagar US$ 1 bilhão à Apple, mas recursos e novas evidências fizeram com que o processo começasse a se arrastar. No começo do ano, no que parecia ser a sentença definitiva, US$ 400 milhões deveriam ser pagos, mas a fabricante asiática, mais uma vez, decidiu entrar com recurso, que foi aceito agora.

O valor estaria sendo determinado de acordo com os lucros da linha Galaxy desde seu lançamento, de acordo com a “parcela” de tecnologias proprietárias copiadas pela Samsung. No passado, a empresa até admitiu a inspiração nos produtos da Apple, mas disse que boa parte das alegações feitas pela rival são relacionadas a características “básicas” de qualquer smartphone, que não deveriam ser propriedade de uma ou outra companhia.

A juíza responsável pelo caso, Lucy Koh, da corte da Califórnia, determinou que as duas empresas têm até esta quarta-feira (25) para definirem uma data para um novo julgamento, que deve acontecer até o final deste ano, oficialmente estendendo a duração do processo para além de seu sexto aniversário. E não existem garantias de que a pendenga será resolvida ainda em 2017.

Apple em outra briga

Entretanto, os tempos mudaram. Enquanto analistas avaliam que o total gasto por ambas em defesa, levantamento de documentos e demais custos de processo mais do que suplanta o valor pago, temos em mãos hoje outro processo gigantesco. A guerra entre Qualcomm e Apple está em andamento e promete ser tão longa quanto a briga pelas patentes do iPhone com a Samsung.

A coisa é tão gigantesca que até mesmo as rivais no processo aqui citado estão lado a lado contra a fabricante de chips, que é acusada de exigir pagamentos de royalties acima do razoável enquanto tenta minar a participação de mercado daqueles que não utilizam seus processadores. Mais uma vez, temos bilhões de dólares em jogo, além de documentos e alegações de ambos os lados, tornando essa uma pendenga judicial ainda mais complexa.

Com tudo isso, a ideia é que Apple e Samsung acertem fora dos tribunais os valores a serem pagos neste processo, para quem possam se importar com o “inimigo maior”. Entretanto, nenhuma das duas empresas se pronunciou sobre a obtenção do recurso nem sobre a possibilidade de chegarem a um acordo no futuro próximo.

via Canaltech

Deixe uma resposta