Adobe apresenta programa que colore fotos utilizando inteligência artificial

A Adobe anunciou um novo projeto, conhecido como Scribbler, que permitirá colorir fotografias de maneira automática com auxílio da inteligência artificial (IA). Em demonstração realizada o Adobe MAX 2017, a empresa mostrou que o trabalho é realizado de maneira minuciosa e com grande precisão.

O Scribbler utiliza a IA para reconhecer imagens fotográficas, incluindo os traços faciais de cada pessoa. Assim, a pintura das imagens em preto e branco é realizada não somente levando em conta as cores, mas também o sombreamento e os contornos dos rostos. A inteligência artificial também estuda todos os objetos presentes na imagem para colori-los da mesma maneira.

Jingwan Lu, responsável pelo projeto, afirmou que o grande feito do Scribbler é aproveitar o aprendizado de máquina da plataforma Sensei para estudar rapidamente as imagens, permitindo definir, sem auxílio humano, quais os locais da foto que serão coloridos com tonalidades mais claras ou escuras, ou ainda se necessitará ficar sem nenhuma cor.

A ferramenta pode ser utilizada em diversos setores, como demonstrado durante a apresentação no evento. O mais óbvio deles é o segmento artístico e industrial. Com ele, por exemplo, um desenhista industrial pode criar uma embalagem ou produto e utilizar o Scribbler para preenchê-lo com cores e sugerir melhorias ou novas ideias ao profissional. No caso de trabalhos mais rápidos, os desenhistas poderão passar todo o trabalho de pintura para o programa, ficando responsáveis apenas pelo desenho, o que certamente aumentará a produtividade.

Este é o segundo passo da Abode no desenvolvimento do Scribbler. Em julho, a empresa já havia apresentado algumas funcionalidades do serviço, que ainda está em fase experimental. Desse modo, ainda não há previsão de quando a Adobe vai incorporar o Scribbler ao seu portfólio de produtos. Quando estiver pronto, é possível que a empresa adicione o serviço ao Creative Cloud, plataforma de serviços na nuvem, onde ele funcionaria como um interessante recurso para profissionais que utilizam outras aplicações da Adobe.

via Canaltech

Deixe uma resposta