Samsung unifica soluções de Internet das Coisas com o SmartThings Cloud

A Internet das Coisas (IoT) está crescendo a um ritmo inacreditável, com estimativas de que até o final de 2017 o número de dispositivos conectados a essa tecnologia terá ultrapassado o número de pessoas em todo o mundo. São conexões que não necessitam de humanos para serem feitas, já que elas são programadas para serem realizadas de maneira inteligente e automática. De olho no desenvolvimento desse mercado, a Samsung anunciou nesta quarta-feira (18) o lançamento de uma plataforma unificada chamada SmartThings Cloud.

Com ela, a companhia irá unificar e simplificar sua plataforma de Internet das Coisas, combinando seus três serviços. Atualmente, a sul-coreana trabalha com as plataformas SmartThings, Samsung Connect e ARTIK, que atuam facilitando a comunicação entre dispositivos. Agora, as soluções integram uma única plataforma, que trará maior agilidade e diversas outras vantagens de implementação e desenvolvimento.

"O SmartThings Cloud fornecerá um único e poderoso hub baseado em nuvem que pode se conectar e controlar produtos e serviços habilitados para IoT em um ponto unificado de contato", explicou a Samsung. "O SmartThings Cloud irá construir um dos maiores ecossistemas IoT do mundo e fornecerá a infraestrutura para uma experiência de consumo conectada, inovadora, versátil e holística".

A plataforma também oferecerá aos desenvolvedores acesso a uma API baseada na nuvem para todos os produtos compatíveis com o SmartThings. Isso permitirá que os profissionais criem produtos e soluções de maneira mais rápida e econômica, visto que não precisarão mais adaptar suas criações para três plataformas. Para as empresas que desenvolvem soluções comerciais e industriais de Internet das Coisas, a Samsung garantiu que o SmartThings Cloud oferecerá "interoperabilidade e serviços seguros".

A plataforma de IoT da Samsung também deve ser utilizada para ajudar a empresa a impulsionar a sua assistente virtual Bixby. Agora na versão 2.0, que conta com novos recursos e funcionalidades, a Samsung quer expandir o uso da Bixby para que ela possa se sobressair em um mercado de inteligência artificial cada vez mais competitivo.

via Canaltech

Deixe uma resposta