Facebook não entra em acordo com Apple e exibirá artigos pagos só no Android

O Facebook vem planejando implementar uma nova ferramenta de assinatura de conteúdos autorais pagos, mas, sem conseguir entrar em acordo com a Apple, a novidade deverá ser exibida somente em aparelhos com Android. O motivo é que a Maçã quer receber 30% dessas assinaturas, enquanto a rede social deseja que o valor total seja repassado aos autores.

De acordo com pessoas próximas às companhias, o impasse já dura meses. Mas o Facebook não pretende atrasar ainda mais o lançamento de sua nova ferramenta, e, por enquanto, a disponibilizará apenas para Android nas próximas semanas. A ferramenta permitirá que autores de conteúdos usem o Instant Articles de duas maneiras: a primeira permitirá a leitura grátis de até 10 artigos, cobrando para acessar os demais, e a segunda que seria uma versão “freemium”, em que os autores definiriam o valor para cada publicação.

Como as publicações pagas aparecerão no Android

Os usuários serão levados ao site do autor para realizar o pagamento, mais ou menos como já funcionam sites de grandes mídias, que cobram uma assinatura para liberar o acesso de seus conteúdos aos leitores. Enquanto o Facebook considera que a propriedade intelectual é do autor daquele texto, a Maçã acredita que isso se trate de uma compra “in-app” e, portanto, deva receber uma porcentagem por permitir este acesso, como acontece com a assinatura de qualquer serviço por meio de sua loja de aplicativos.

Ainda, a ideia da Apple seria prevenir que outros apps, como Spotify, por exemplo, incentivem os usuários a assinarem o serviço pelos seus sites, não usando a App Store para tal e, portanto, não rendendo um percentual para a companhia de Cupertino. E como cerca de 45% dos smartphones em uso nos Estados Unidos são da Apple, de acordo com a comScore, a empresa não estaria disposta a deixar de ganhar em cima de assinaturas feitas por seus usuários.

Já o Facebook insiste que sua nova plataforma incentivará um ecossistema saudável de jornalismo na rede social, e, por enquanto, a novidade não fará parte de seu aplicativo para o iOS.

Fonte: ReCode

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!

via Canaltech

Deixe uma resposta