Com estas 3 técnicas, você consegue acordar dentro de um sonho

Sonhos geralmente são como filmes: você os assiste sem poder interferir no que acontece. Não é impossível, porém, acordar no interior de um devaneio – e, ao tomar consciência de que se está em um mundo imaginário, passar a influenciar os acontecimentos e interagir com os demais personagens.

Esses sonhos peculiares, chamados “lúcidos”, são, em princípio, um fenômeno involuntário. Ninguém pode optar por acordar dentro da própria mente. Ainda assim, há alguns exercícios que aumentam suas chances de alcançar esse estado de consciência curioso, e um artigo científico publicado recentemente por psicólogos da Universidade de Adelaide, na Austrália, lista os três principais.

“Tudo bem, SUPER, mas para que eu perder meu tempo tentando acordar dentro de um sonho?” Bem, o primeiro bom argumento é que lá dentro você poderá fazer coisas que não faz no seu dia a dia – como voar ou, sei lá, ver os Beatles gravando Abbey Road. Mas desenvolver essa capacidade também pode ser uma boa forma de terapia para quem sofre com pesadelos.

Verificar se você está acordado com frequência ao longo do dia

O princípio é o seguinte: se você verificar o ambiente em seu entorno várias vezes ao dia em busca de algo estranho, você se manterá consciente do fato de que não está sonhando. Depois que seu cérebro se acostumar ao hábito, ele tentará fazer a mesma coisa automaticamente durante os sonhos.

É assim que ele vai perceber que não, desta vez aquilo não é verdade. Bingo: você acordará dentro do sonho. It’s a trap, Bino!

Acordar após cerca de cinco horas de sono, passar alguns minutos em pé e então dormir novamente

Grosso modo, se você cair no sono de novo e passar rapidamente ao estado REM, você pode entrar em um sonho lúcido “no tranco”.

Praticar a MILD: Indução mnemônica de sonhos lúcidos

Acorde após cinco horas de sono, exatamente como no item 2. Mas, nos minutos que passar acordado, repita para si próprio algo como “da próxima vez que eu estiver sonhando, eu vou me lembrar de que estou sonhando.” Dá mais ou menos na mesma simplesmente imaginar que você está em um sonho lúcido, caso você ache estranho repetir ordens para si mesmo.

(Aqui é bom lembrar que existem variações dessas técnicas: se você leu instruções um pouco diferentes, tudo bem).

Dos 169 voluntários que participaram do estudo, 49 usaram os três métodos simultaneamente. 17% deles conseguiram ter um sonho lúcido em um período de apenas uma semana. Entre os que conseguiam pegar no sono novamente no máximo cinco minutos após repetir a frase do item 3, 46% das tentativas deram certo.

“A técnica MILD funciona com base no que chamamos de ‘memória prospectiva’ – isto é, sua habilidade de se lembrar de fazer coisas no futuro”, explica Denholm Aspy, coautor do estudo. “Ao repetir uma frase afirmando que você perceberá que está sonhando, você forma uma intenção de fazer isso em sua mente, o que leva ao sonho lúcido.”

Segundo os pesquisadores, o estudo aproxima a psicologia de criar métodos confiáveis para a indução de sonhos lúcidos – que poderão colaborar, posteriormente, com o desenvolvimento de tratamentos que usem essa ferramenta.  

via Superinteressante

Deixe uma resposta