A Microsoft está irritada com a Google

A Google descobriu um bug violento no sistema Windows e avisou o mundo inteiro. Qual o problema disso? A empresa não foi muito ética: ela não avisou a Microsoft, que não teve tempo de preparar uma atualização para corrigir esse problema antes do alerta. Por causa disso, Terry Myerson, vice-presidente de software da Microsoft, fez um ataque direto à Google praticamente chamando a companhia de irresponsável.

“A decisão da Google em revelar essas vulnerabilidades antes de patches serem disponibilizados e testados é decepcionante, e coloca os consumidores em um risco ainda maior”, escreveu Myerson.

A Google foi irresponsável ao não alertar a Microsoft

Como um leve tapa, a equipe de segurança da Microsoft ainda demonstrou na publicação uma vulnerabilidade que afeta os navegadores Chrome da Google. A diferença aqui é: a Microsoft alertou a Google no dia 14 de setembro, e a empresa de buscas teve tempo para preparar um patch e atualizar o navegador.

“A Google arrumou o problema dentro de uma semana nas versões Beta do Chrome, mas a versão pública e estável continuou vulnerável por mais um mês”, notou Jordan Rabet, membro da equipe de segurança da MS.

Outro problema que deixou a Microsoft irritada? A Google tornou o código fonte da vulnerabilidade disponível no Github em um canal estável. “Isso é problemático quando as vulnerabilidades são reveladas para atacantes que agem antes dos patches serem disponibilizados”, disse Rabet.

Consumidores podem ter ficado expostos por causa da ação

“Nós acreditamos na participação responsável de uma indústria da tecnologia que coloca o consumidor em primeiro lugar, e exige uma revelação de vulnerabilidades de maneira coordenada”, escreveu a Microsoft.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: