Polestar 1: o primeiro esportivo híbrido da divisão de performance da Volvo

Não faz muito tempo que a Volvo resolveu deixar que sua divisão de performance, a Polestar, voasse com as próprias asas – sob a condição de produzir veículos esportivos na mesma diretriz que sua então “genitora” também se submeteu: a de fazer apenas carros com algum tipo de eletrificação a partir de 2019.

Eis que o primeiro fruto da Polestar enquanto subsidiária real surgiu e foi batizado de Polestar 1. É um coupé híbrido 2+2 (com dois lugares na frente e dois atrás) que vem com nada menos que 600 cavalos de potência graças ao uso de um motor 2.0 de quatro cilindros nas rodas dianteiras e dois elétricos no eixo traseiro, no qual a diversão acontece pra valer.

Volvo

Esses motores elétricos são alimentados por uma bateria de 34 kWh, que também dão uma autonomia de 150 quilômetros em condições normais de uso – inclusive com um modo totalmente elétrico para uso na cidade em trajetos mais curtos.

A Volvo não divulgou qualquer informação a respeito de performance do veículo, como o tempo do 0 a 100 ou velocidade máxima esperada.

A suspensão é eletrônica da Öhlins e conta com controle contínuo, o que significa que ela se adapta ao tipo de terreno que você está andando e a forma como o carro está se comportando para garantir o máximo em estabilidade a todos os momentos, tudo em dois milissegundos.

Se não bastasse, a Polestar quer revolucionar a forma como os carros são vendidos também, já que todo o processo poderá ser feito online, do agendamento do test-drive até a compra definitiva. Caso o cliente queira, será possível assinar um serviço em que não só o P1, mas outros veículos tanto da Polestar quanto da Volvo. Além de carros, o serviço vai disponibilizar acessórios também, como suportes para esquis.

O Polestar 1 deve chegar ao mercado em 2019 e será produzido na nova fábrica que a marca está construindo na China e não há informações do quanto ele vai custar.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: