Impressora 2,5D da Casio imita texturas de couro, tecido e madeira

As impressoras 3D são úteis na indústria para criar protótipos rápidos de novos produtos. A Casio inventou uma impressora 2,5D para ajudar empresas a experimentar novas texturas, tais como tecido, couro e até tijolo.

A Casio Mofrel é capaz de emular a superfície irregular do couro, a costura de tecidos bordados, e até materiais duros como madeira, pedra, tijolos e cerâmica — alguns deles exigem um revestimento adicional para dureza ou brilho.

Esta é uma impressora 2,5D porque, segundo a Casio, ela cria profundidades máximas de apenas 1,7 milímetro, em vez de objetos realmente tridimensionais — ainda assim, a tecnologia impressiona.

Ela usa camadas especiais, feitas de plástico PVC e PET, que parecem folhas de papel ligeiramente mais espessas. Como explica o Engadget, elas contêm uma camada de pó que consiste em um hidrocarboneto líquido revestido com uma resina termoplástica (acrilonitrila). Esta combinação se expande quando exposta ao calor.

Primeiro, o padrão da textura é impresso na camada superior usando partículas de carbono, que absorvem a luz infravermelho e focalizam o calor. Isso faz o pó se expandir em áreas específicas, criando a textura desejada. Depois, a camada superior é removida e a Mofrel aplica até 16 milhões de cores usando jato de tinta.

O processo leva de três a cinco minutos para uma superfície com tamanho de folha A4. O material custa cerca de US$ 10 — acessível para uma tecnologia de nicho que está apenas começando.

A Casio diz que alguns grandes fabricantes de automóveis e empresas de eletrônicos já utilizam a Mofrel para pesquisa e desenvolvimento. A impressora custará cerca de US$ 45 mil quando for lançada em 2018.

Com informações: Casio, Engadget, CNET.

Impressora 2,5D da Casio imita texturas de couro, tecido e madeira

via Tecnoblog

Deixe uma resposta