Para o CEO da NVIDIA, a Lei de Moore está morta

Prepare-se para mais daquela velha discussão do mercado de tecnologia e a boa e velha Lei de Moore. A declaração da vez vem de ninguém menos do que Jen-Hsun Huang, o CEO da NVIDIA, durante uma apresentação na GPU Technology Conference China 2017, que afirmou que embora as CPUs tenham escalado em número de transistores nos últimos anos, as melhorias de performance não foram tão boas assim.

Quanto ao caso das GPUs? Essa parte é uma história bem diferente, segundo ele. De acordo com o site DigiTimes, Huang disse que as placas de vídeo têm se tornado cada vez mais rápidas nesse mesmo período de tempo – algo que ele já descreveu antes como sendo uma “Híper Lei de Moore”. Não limitado a isso, ele ainda afirmou que as GPUs devem eventualmente tomar lugar das CPUs, visto que elas são piores com o paralelismo.

Uma declaração como essas, é claro, bate de frente com muitos especialistas e até mesmo outras gigantes, como é o caso da Intel que afirma que a Lei de Moore não vai falhar. Outros ainda afirmam que tudo é uma questão de não se limitar apenas ao desempenho, mas a todos os outros avanços envolvidos, como foi a enorme queda no consumo de energia das CPUs através dos últimos cinco anos.

E você, de que lado fica nessa briga: acha que a Lei de Moore está mesmo morta ou que ela apenas mudou para levar em conta novos fatores? Deixem suas opiniões em nossos comentários.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: