Ataribox vai trazer processador AMD e pode custar até US$ 300

Anunciada como a volta da Atari ao mundo dos hardwares, aos poucos a Ataribox vai perdendo suas características misteriosas. Em uma entrevista concedida ao site VentureBeat, o criador e gerente geral do projeto, Feargal Mac explicou que a intenção da fabricante é oferecer um processador AMD customizado combinado a uma GPU Radeon e ao sistema Linux aos consumidores interessados.

Segundo ele, o dispositivo vai ser financiado com ajuda de uma campanha do site Indiegogo que deve ser lançada ainda este ano, sendo que o produto final deve custar entre US$ 250 e US$ 300 aos consumidores. “Queríamos criar um produto de TV matador nos quais as pessoas podem jogar, fazer streaming e navegar com a maior liberdade possível, incluindo acessar games pré-comprados em outros fornecedores de serviços”, explicou Mac.

De certa forma, você está comprando alguma liberdade

O executivo afirma que a Ataribox vai ser marcada pela liberdade e que, embora o console vá oferecer uma plataforma própria com uma interface de uso simples, os usuários vão poder usar o sistema operacional de sua preferência. “É um produto flexível e você não vai precisar gastar mais dinheiro caso não queira isso”, afirmou. “De certa forma, você está comprando alguma liberdade”.

Mac afirma que a escolha pelo Indiegogo como plataforma de financiamento é resultado da presença do sistema em mais de 200 países, o que vai permitir “envolver todos os fãs possíveis da Atari ao redor do mundo”. Caso a iniciativa seja bem-sucedida em sua fase de financiamento, ela deve chegar às lojas em um momento não especificado de 2018.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: