Retrô ou velho? Veja o quanto as pessoas estão pagando por itens oldschool

No mundo da tecnologia é assim: cada nova geração de aparelhos faz com que a anterior fique antiquada e seja jogada para escanteio. O fato de esse processo acontecer de maneira cada vez mais acelerada, porém, tem feito com que alguns desses itens deixem de ser velhos e se tornem oldschool – mais ou menos a versão gourmet do velho.

O mais interessante é que essa valorização do retrô – mesmo que seja de alguns poucos anos atrás – e o saudosismo que toma conta do público nos mais variados ramos de negócios acabaram criando um mercado paralelo bem lucrativo. Para dar um gostinho do que isso significa, a BBC separou alguns itens que, caso despertem o seu interesse nesse tipo de colecionismo, vão custar um bocado para o seu bolso. Confira:

1. iPod de 1ª geração

Valor atual: até US$ 90 mil (R$ 282,6 mil)

Quando em 2014 a Apple decidiu encerrar para sempre a produção do iPod clássico – um produto que já não fazia muito sentido frente aos recursos do iPhone –, muita gente nem deu bola para o anúncio. Outros, porém, perceberam a oportunidade e desenterraram seus aparelhos antigos para aplacar a demanda desse novo item de colecionador. O resultado disso? Uma unidade do iPod original com apenas 5 GB de armazenamento foi arrematado por US$ 90 mil (R$ 282,6 mil) no eBay. Uau!

2. O iPhone original

Valor atual: até US$ 12 mil (R$ 37,7 mil)

Pois é, a Apple ataca de novo nessa lista. Enquanto todo mundo espera pelos novos iPhone 7s, 7s Plus e possivelmente 8, a galera saudosista quer mesmo é um iPhone de 1ª geração para chamar de seu. Prova disso é que no início de 2016 o celular fabricado em 2007 foi leiloado em um site na Austrália e chegou ao valor nada humilde de US$ 12 mil (R$ 37,7 mil). Perto disso, os mais de US$ 1.000 que podem ser pedidos no novo iPhone nem parecem tão absurdos, não é mesmo?

3. Um clássico: Nokia 3210

Valor atual: até US$ 7,9 mil (R$ 24,8 mil)

Ok, não estamos falando do 3310, mas sim de outro modelo igualmente famoso vindo das mãos da empresa finlandesa: o Nokia 3210. Vendido no passado por não mais que US$ 100 (R$ 314), o aparelho pode custar um bocado mais em pleno 2017. Segundo a BBC, um desses telefones foi vendido por cerca de US$ 7,9 mil (R$ 24,8 mil) há apenas alguns meses. Quem tem um desses em bom estado pode ter uma pequena mina de ouro em casa.

4. O bom e velho Walkman

Valor atual: até US$ 2,2 mil (R$ 6,9 mil)

Já há alguns anos, a Sony voltou a notar a força do nome Walkman e recomeçou a produzir dispositivos e acessórios com esse nome. Isso não impediu que o tocador clássico, no entanto, chegasse a preços ultrainflacionados no mercado de leilões. Aproveitando a explosão de popularidade do equipamento oldschool – graças principalmente ao seu uso no filme “Guardiões da Galáxia” –, um usuário conseguiu vender o brinquedinho por US$ 2,2 mil (R$ 6,9 mil). E aí, vale a pena gastar essa grana para fazer cosplay de Senhor das Estrelas?

5. Vai um Game Boy aí?

Valor atual: até US$ 1.050 (R$ 3.297)

Se você já comprou o Switch e detonou The Legend of Zelda: Breath of the Wild, mas sua verdadeira paixão é a tela monocromática do Game Boy original, prepare-se para torrar uma graninha no antigo portátil da Nintendo. No ano passado, uma unidade do console de bolso foi comprada nos EUA por US$ 1.050 (R$ 3.297). Agora, no entanto, uma demanda maior pelo produto fez com que esse preço disparasse consideravelmente na internet.

6. PSOne (o PlayStation 1 compacto)

Valor atual: até US$ 900 (R$ 2.826)

Ainda falando de video games, tem gente que anda pagando mais ou menos US$ 900 (R$ 2.826) pela versão miniatura e arredondada do PlayStation original. Isso é nove vezes mais do que o preço original do aparelho e o suficiente para comprar um PlayStation 4 Pro – com diversos jogos – com uma bela folga. O que você prefere: a velha guarda ou a nova geração?

Vale notar que a lista compilada pela BBC é majoritariamente baseada no mercado internacional, principalmente em ofertas do site eBay. Uma pesquisa rápida em portais de leilão brasileiros, por exemplo, mostra que pelo menos uma parte desses itens é muito mais barata por aqui do que lá fora. Ou seja, pesquise bem antes de abrir a carteira.

Qual produto antigo faria você gastar uma graninha extra só pela satisfação de ter o bendito artigo na sua prateleira? Conte para a gente mais abaixo, na seção de comentários.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: