Rumor: Facebook quer competir com Google Home e Amazon Echo

Assistentes virtuais serão comuns nas nossas casas? Ainda não dá para saber, mas o plano é esse. Pelo menos é o que a gente pode presumir com o surgimento de dispositivos como Google Home, Amazon Echo, Apple HomePod e, possivelmente, Facebook Aloha. Sim, se os rumores estiverem certos, Mark Zuckerberg e sua turma já estão se preparando para entrar no ramo.

É estranho imaginar o Facebook como uma empresa de hardware, mas esse segmento é cada vez mais importante para a companhia. De acordo com o Business Insider, o Aloha é prova disso: o dispositivo está sendo desenvolvido para funcionar como um equipamento de chat em vídeo. Só que ele pode ir muito além disso.

Fontes próximas ao Facebook disseram que alguns funcionários estão testando o Aloha em casa há algum tempo. Os protótipos têm tela sensível a toques, câmera de alta resolução, alto-falantes e microfone. Entre os seus recursos avançados está a capacidade de reconhecer as pessoas que aparecem na imagem.

Com base nessa descrição, dá para pensar no Facebook Aloha como sendo um rival do Amazon Echo Show, alto-falante que responde a comandos de voz, mas que também tem tela para facilitar a interação e, claro, permitir comunicação via vídeo.

Amazon Echo Show

Amazon Echo Show

De fato, as fontes afirmam que o Amazon Echo Show é visto no Facebook como o principal concorrente do Aloha, o que nos faz acreditar que o dispositivo também será capaz de realizar outras tarefas, como responder a comandos de voz.

O ideal, portanto, seria promover o Aloha como um alto-falante inteligente ou algo do tipo, certo? Pode ser que o Facebook faça isso, mas as fontes afirmam que a companhia realizou alguns estudos e notou que, entre as pessoas entrevistadas, há uma grande preocupação com a privacidade: elas reportaram o receio de que o Facebook use o equipamento para espioná-las.

Por conta disso, o Facebook decidiu experimentar abordagens diferentes. A companhia estaria considerando até lançar o Aloha como um dispositivo para idosos se comunicarem com familiares. Mas, provavelmente, a ideia de um equipamento de chat em vídeo para a casa é que vai ser levada adiante.

Mark Zuckerberg - VR

De todo modo, o Facebook deve lançar outros dispositivos, incluindo um alto-falante inteligente sem tela (uma proposta similar ao Amazon Echo original ou ao Google Home), uma câmera de 360 graus e dispositivos vestíveis.

Um indício de que o Facebook tem boas expectativas para a área é o fato de a empresa ter colocado Andrew Bosworth à frente da divisão de pesquisa Building 8 e da Oculus, que cuida de realidade virtual. O executivo foi um dos responsáveis por alavancar o negócio de anúncios da companhia e viabilizar projetos como o Messenger. Ele contará com o auxílio de Hugo Barra, ex-Xiaomi e agora líder de realidade virtual do Facebook.

Aparentemente, o plano é lançar o Aloha em maio de 2018 com preço sugerido de US$ 499. Mas tudo pode mudar, inclusive o nome do dispositivo. Na verdade, a companhia nem mesmo confirma os projetos. Mas uma coisa está clara: hardware é uma palavra que entrou de vez para o dicionário do Facebook.

Rumor: Facebook quer competir com Google Home e Amazon Echo

via Tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *