Motorista do Uber é suspeito de abusar de adolescente de 13 anos durante corrida

Um caso de suposto abuso entre um motorista do Uber e uma adolescente de 13 anos aconteceu na manhã desta segunda-feira (21) na cidade de Salvador, onde a empresa de transportes via aplicativo atua desde 2016. A denúncia foi realizada junto a Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra a Criança e o Adolescente (Dercca). O motorista, identificado apenas pelo nome de José, está sendo procurado pela polícia para prestar os devidos esclarecimentos sobre o ocorrido.

De acordo com a delegada Ana Crícia, titular da unidade onde a denúncia foi registrada, a adolescente chegou ao colégio onde estuda chorando e relatou o ocorrido. A jovem fez a viagem no banco da frente do carro, onde, segundo ela, ocorreu o contato. "A informação é que ele acariciou a menina nos braços e nas mãos durante a corrida, o que é uma conduta não aprovada. Ainda não temos como afirmar se houve ou não abuso sexual, mas estamos investigando isso", declarou a delegada.

Depois de solicitar a corrida que normalmente custa R$ 15, a mãe da estudante percebeu que o valor final ficou em R$ 21. Como o trajeto foi maior do que geralmente ocorre, a mãe ligou preocupada para a estudante, mas não conseguia contato. A jovem, ao chegar nervosa e assustada à escola, relatou o ocorrido e a instituição contatou a família e também a equipe de psicologia do local. Segundo as informações, o caso aconteceu por volta das 6h40 e o motorista do Uber aparentava ser um homem de 50 anos.

Caso seja confirmado, este seria o primeiro caso de abuso envolvendo motoristas do Uber em Salvador. A empresa opera em 70 cidades no Brasil, incluindo todas as capitais do país, e já atingiu a marca de mais de 530 milhões de viagens. A empresa não informa a quantidade de motoristas que existe em cada cidade, mas revela que em todo o Brasil eles somam 50 mil. Até o momento, a Uber não se pronunciou sobre o ocorrido.

via Canaltech

Deixe uma resposta