Após quase sumir, Firefox mantém recuperação e supera marca de 12%

Navegador da Mozilla chegou a ter participação de apenas 7,7% no ano passado. Chrome mantém liderança com folga, enquanto Microsoft registrou quedas menores.

via IDG Now!

Deixe uma resposta