Como é?! Google pode ser a sua parceira na busca por bons sites de torrent

Não é de hoje que a Google tenta facilitar ao máximo a vida de quem usa seu site para buscar por praticamente qualquer assunto, uma vez que a indexação de páginas da casa é bastante abrangente e oferece resultados precisos para os visitantes. O recurso de sugestão dos melhores links sobre o tema, por exemplo, é uma mão da roda para quem quer ter certeza de que está consumindo um material de qualidade. O problema é quando a ferramenta passa a sugerir portais que não estão exatamente dentro da lei.

Segundo o The Verge e o TorrentFreak, basta realizar uma pesquisa básica por “sites de torrent” ou “melhores sites de torrent” para que a plataforma preencha toda a parte superior da página com nomes polêmicos como The Pirate Bay, isoHunt, ExtraTorrent e tantos outros portais focados no compartilhamento de material ilegal ou pirata. Clicando nesses cards, o buscador mostra os principais itens disponibilizados nesses endereços, como programas, séries de TV, filmes e jogos.

Que chato, hein, Google?

Para piorar, uma busca por sites de streaming faz um trabalho similar, só que misturando serviços legais com portais que não se importam muito com direitos autorais e planos de assinatura. Sim, isso quer dizer que a Google acaba colocando no mesmo balaio marcas conhecidas, como Netflix, Hulu e Crackle, e produtos não oficiais e gratuitos – mostrando que talvez o sistema precise de alguns pequenos ajustes para evitar problemas para a empresa.

A ferramenta trabalha de forma automática

Em resposta ao The Verge, a Gigante das Buscas confirmou que a ferramenta trabalha de forma automática, tendo como base um conjunto poderoso de algoritmos e um banco de dados bastante extenso. A companhia ressalta, porém, que, nesses casos em particular, o resultado não reflete as crenças e opiniões da Google, e que eles estão trabalhando para resolver essa escorregada.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: