YouTube lança plataforma com estatísticas específicas para vídeos em 360°

A Google é, sobretudo, um grande banco de dados, sejam eles relacionados aos que as pessoas querem encontrar na internet ou a quanto tempo determinados grupos passam assistindo a um vídeo no YouTube. Pensando em refinar ainda mais as estatísticas de sua plataforma de vídeo, a companhia lançou nos últimos dias uma central de estatísticas dedicada aos vídeos em 360°.

Com isso, todo vídeo com conteúdo em realidade virtual (ou seja, em 360°) com mais de 1 mil visualizações gerará dados específicos sobre a sua audiência. Com isso, os criadores de conteúdo vão oferecer mais detalhes a seus criadores, com direito inclusive a mapa de calor indicando quais trechos dos 360° dos vídeos são mais populares entre os espectadores.

Mapa de calor informa aos criadores quais os pontos mais populares de um vídeo em 360°.

Dicas e descobertas

Além de anunciar a nova central de dados sobre os vídeos em 360°, o YouTube elencou três descobertas interessantes sobre este tipo de conteúdo que podem servir de dicas para quem quer popularizar seus conteúdos na plataforma. Primeiro, a empresa garante que 75% do tempo de visualização de um vídeo em 360° se concentra nos 90° frontais das imagens — ou seja, a parte da frente do vídeo é a mais importante da publicação.

A segunda descoberta do Google envolve a atenção dada à parte de trás de um vídeo, porque apenas 20% dos espectadores costuma olhar para as costas de um vídeo em 360°. Assim, criar conteúdos que prendam a atenção e despertem a curiosidade do espectador aumenta a chance de que as pessoas vejam tudo até o final e, além disso, explorem toda a publicação.

Por fim, a última descoberta é informa que quem vê vídeos em 360° em um dispositivo mobile está mais pronto para explorar o conteúdo por completo, enquanto quem usa um headset demora ainda alguns instantes para se adaptar. Dessa forma, a dica da Google aos criadores é: leve isso em conta e não se esqueça de uma introdução em seu vídeo para não entregar tudo logo de cara.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: