Realidade aumentada e AI vão incrementar a transmissão de esportes

O sistema criado pelo ex-CEO da Microsoft proporciona um nível de interatividade nunca visto antes

Quando esporte e tecnologia se reúnem, coisas grandes costumam acontecer. Steve Ballmer é um ótimo exemplo de quem aproximas as duas categorias, tendo sido CEO da Microsoft no passado e o atual dono do time de basquete LA Clippers. Agora, usando todo seu conhecimento na área, o cartola demonstrou um novo serviço que planeja lançar ano que vem: uma realidade aumentada que interage com jogos esportivos.

O exemplo do funcionamento do que vem sendo chamado de Second Spectrum acompanhou cenas de um jogo de basquete e mostrou como a plataforma interage em tempo real com as imagens da partida. As cenas foram publicadas no Twitter de Pete Pachal, editor da Mashable, gravadas na Code Conference, com apresentação do próprio Ballmer.

Em tempo real

O sistema criado pelo ex-CEO da Microsoft proporciona um nível de interatividade nunca visto antes, sendo possível ver em tempo real, durante a partida, informações sobre os atletas individualmente, como a quantidade de pontos que marcaram até o momento ou a distância percorrida em quadra ou campo.

Você pode acessar trechos específicos da partida em uma linha do tempo para rever na hora que quiser, ainda com o jogo rolando

É possível também gerar uma interação bem-humorada com o que está rolando na partida, o que poderia agradar bastante as crianças, da mesma maneira que acontece com os filtros divertidos do Snapchat ou do Stories do Instagram. No vídeo, é possível ver um jogador dando uma enterrada segurando nada menos que o Mjölnir, o martelo sagrado de Thor, seguido de raios e trovões na tela.

Em um menu especial, você pode acessar trechos específicos da partida em uma linha do tempo para rever na hora que quiser, ainda com o jogo rolando, como um replay que quem controla é o usuário, que também vai poder usar filtros para selecionar tipos de jogadas específicas, apenas de um jogador, ou apenas lances do mesmo tipo.

Steve Ballmer cumprimenta jogador de seu time, o LA Clippers

O que você quer com a sua cara

Ainda deve levar um tempo para isso estar funcionando a todo vapor, especialmente pela burocracia com direitos de transmissão de imagem

Todas as animações que aparecem na tela podem ser personalizadas e alteradas de acordo com o gosto do espectador. As ideias são promissoras e as tecnologias de inteligência artificial e realidade aumentada estão cada vez mais prontas para esse tipo de aplicação, especialmente no sentido de funcionarem em tempo real, o que é uma novidade.

Ainda deve levar um tempo para isso estar funcionando a todo vapor, especialmente pela burocracia com direitos de transmissão de imagem de eventos esportivos e outros percalços, mas imagine só, curtir aquele futebol com todos os dados na tela e podendo acessar lances polêmicos e outras jogadas da partida! Parece interessante, não é?

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: