Anonymous ataca Odebrecht e vaza emails, senhas e base de dados

Enquanto os holofotes estão virados para a JBS no que toca ao escândalo do governo brasileiro, a célula MLFB, sob o guarda-chuva da Anonymous, entregou hoje (30) ao TecMundo um documento que contém os emails, as senhas e detalhes da base de dados da Odebrecht, empreiteira que está envolvida em acusações de propina e corrupção na Operação Lava Jato.

Nesta semana, Odebrecht, JBS e Michel Temer tiveram domínios invadidos por hackers

Ontem (29), a legião hacker já havia enviado ao TecMundo emails e senhas referentes à JBS, uma das maiores indústrias de alimentos do mundo — e você pode saber mais sobre isso abaixo. Além disso, as células Anonymous estão bem ativas nas últimas semanas: a Friboi também teve o banco de dados invadido e o presidente Michel Temer sofreu um exposed além de ter o próprio site derrubado duas vezes.

O documento online recebido hoje pelo TecMundo, enviado via Ghostbin, mostra informações como emails de funcionários da Odebrecht, senhas e detalhes do banco de dados. Por questões éticas, as senhas não serão exibidas.

Print 1

  • Como um manifesto, a Anonymous escreveu o seguinte no documento:

Sobre a Odebrecht não precisamos falar muito. E vamos atrás da corja desses filhos da put* que acabaram com o nosso país“.

Print 2

A Organização Odebrecht é um conglomerado brasileiro que atua globalmente e principalmente nas áreas de construção e engenharia. Além da JBS, a empreiteira se envolvida nos escândalos do governo brasileiro por meio de delações premiadas para a Operação Lava Jato.

Print 3

Vazamento na JBS

A Anonymous enviou provas de acesso aos emails da JBS ontem (29) para o TecMundo. No total, por meio da célula AnonOpsBr, foram invadidas 280 contas de email. Anteriormente, a Anonymous já havia entrado no banco de dados da Friboi, uma empresa da JBS, que é uma das maiores indústrias de alimentos do mundo e está envolvida nos recentes escândalos do governo brasileiro.

A Anonymous comenta que possui informações sigilosas sobre a JBS

De acordo com a legião hacker, “as pessoas relacionadas têm merda no email. É apenas um aviso para a JBS de que sabemos o que é essa merda e logo vamos divulgar. Enviamos parte de uma das senhas de um diretor [da JBS] e, no total, tivemos acesso a 280 contas”.

Na prova, podemos ler a seguinte mensagem: “Nós não esquecemos de vocês, sua corja de ladrões filhos da p*ta. Estamos com seus e-mails e vamos divulgar todos os acessos para a comunidade. Não vamos sossegar. Vocês podem pegar um, dois, três, quatro de nós, mas nunca conseguirão deter a todos”.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: