Amazon venderá eletrônicos no Brasil, mas…

A Amazon estreou no mercado brasileiro em 2012, mas vem operando de forma tímida, vendendo apenas livros, ebooks e Kindles. Isso deve mudar nos próximos meses: de acordo com a revista Exame, a Amazon também vai comercializar produtos do setor de eletrônicos, informática, telefonia e moda.

Mas o esquema não será o mesmo do exterior: no Brasil, a Amazon pretende trabalhar inicialmente apenas com o modelo de marketplace, segundo a publicação. Em vez de vender diretamente ao consumidor, a Amazon vai intermediar produtos de outros comerciantes, como já fazem outras gigantes do varejo nacional — que também possuem venda própria.

Ou seja, é um segundo passo em relação ao marketplace de livros. Em abril, a Amazon passou a permitir que outras editoras, sebos e pessoas físicas trabalhassem na plataforma, abrindo caminho para a venda de livros usados e aumentando a oferta de 150 mil para 300 mil obras em português. O envio fica por conta do vendedor parceiro, não da Amazon. 50% das vendas da empresa no mundo vêm de marketplace.

Resta saber se a Amazon será capaz de manter a qualidade do marketplace: lojas brasileiras, que já trabalham com o modelo, são constantemente vitrine para produtos falsificados e comerciantes que não entregam ou cobram fretes irreais. Além disso, com uma estrutura mais enxuta, é pouco provável que a Amazon ofereça as vantagens de outros países, onde a empresa tem centros de distribuição e transportadora próprios.

Amazon venderá eletrônicos no Brasil, mas…

via Tecnoblog

Deixe uma resposta