Novo método pode triplicar a resolução de nossos displays

Enquanto muita gente sequer pensa em investir em uma tela 4K, pesquisadores já trabalham em meios de criar displays com resoluções ainda maiores. Uma nova pesquisa da Universidade da Flórida Central se mostrou capaz de triplicar a resolução de telas a partir do ajuste individual de cada subpixel contido nela.

Em um documento publicado através da revista Nature, os pesquisadores descrevem como usam mudanças de voltagem para controlar os subpixels de um display. Cada pixel em um monitor LCD contém três subpixels, responsáveis por controlar uma das seguintes cores: vermelho, azul e verde.

No teste realizado, um subpixel não precisa mais se especializar em somente em uma cor

Uma luz de fundo branca passa por esses subpixels, sendo que um obturador controla quais deles devem ficar ocultos: quando uma luz azul é necessária, por exemplo, o sistema bloqueia as cores vermelha e verde. A combinação entre diferentes pixels resulta em colorações diferentes, sendo que o nível da luz de fundo determina quão clara ou escura é uma cor.

O método usado pelos pesquisadores muda totalmente esse sistema através da combinação de uma nanoestrutura em revelo e de alumínio reflexivo. No teste realizado, um subpixel não precisa mais se especializar em somente em uma cor, sendo capaz de transmitir uma gama muito maior de informações.

Desafios futuros

Na prática, isso significa que um subpixel pode fazer o trabalho que atualmente é feito por três, o que possibilita triplicar a resolução dos painéis atuais com poucas adaptações. O método também traz como vantagem o fato de que as imagens exibidas ganham um nível de brilho máximo muito maior do que o disponível atualmente.

O Professor Assistente Debashis Chanda e o estudante de pós-doutorado Daniel Franklin

Antes de a tecnologia chegar ao mercado, os pesquisadores têm que demonstrar que ela é escalonavel e pode ser aplicada em hardwares atuais. Outro desafio que a equipe terá de enfrentar é conseguir trabalhar com taxas de atualização semelhantes às disponíveis atualmente, algo especialmente importante para quem gosta de jogos eletrônicos.

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: