Google, Apple e Facebook no currículo: como conseguir o emprego dos sonhos

A concorrência forte e as entrevistas desafiadoras são algumas das razões pelas quais não é fácil conquistar o trabalho dos sonhos na área de tecnologia. 

A americana Lea Coligado acumulou um bocado de experiência no assunto, enquanto estudava na Universidade de Stanford, nos Estados Unidos. Todos os anos, ela enviava seu currículo para mais de 20 vagas de estágio de desenvolvimento. O sonho dela era trabalhar no Google, mas foi rejeitada nas duas vezes em que aplicou para postos na gigante de tecnologia durante os primeiros anos da faculdade. 

“Desde que eu entrei na universidade, trabalhar no Google sempre foi um sonho”, disse ela à Business Insider

Entrevistas de emprego não são um sistema à prova de falhas

Depois de ser rejeitada nas entrevistas, Coligado decidiu focar em outras vagas. Ela participou de processos seletivos em dezenas de outras empresas e conseguiu fazer estágios no Facebook e na Apple. No último ano do curso, a surpresa: o Google entrou em contato com ela, convidando-a para uma entrevista. Ela foi contratada e começou a trabalhar na companhia no segundo semestre de 2016. 

Agora com o emprego dos sonhos, Coligado diz que aprendeu algumas lições pelo caminho. “Primeiro, entrevistas de emprego não são um sistema à prova de falhas e, às vezes, até o Google não consegue o melhor resultados [com esse sistema]. Depois, um candidato pode aprender e crescer muito de um ano para o outro.” 

Veja a seguir algumas dicas da desenvolvedora para conseguir seu emprego dos sonhos em tecnologia:

 Pratique para a entrevista

O conselho vale para qualquer indústria, mas em cargos de engenharia e desenvolvimento, em particular, é importante treinar aspectos técnicos. É comum que candidatos tenham de programar e mostrar suas habilidades durante a entrevista – o que pode ser particularmente difícil, considerando ainda o nível de nervosismo da pessoa.

Além disso, é bom estar atualizado com o que a companhia está fazendo. “Procure projetos que estão sendo desenvolvidos e esteja preparado para falar sobre eles durante a entrevista”, diz Coligado. 

É comum que candidatos tenham de programar e mostrar suas habilidades durante a entrevista

Peça ajuda

Mesmo que você não saiba exatamente para qual companhia você quer trabalhar, é possível trocar algumas mensagens com pessoas da indústria. Mesmo que você não as conheça. “Encontre o e-mail de algum recrutador ou profissional de recursos humanos e peça conselhos.” Em outras palavras, a dica aqui é começar a montar sua rede de contatos desde já. “Você ficará surpreso com o quanto as pessoas podem ser solícitas”, afirma.

Coligado conta que, certa vez, perguntou a um engenheiro que ela mal conhecia se ele poderia fazer um tour com ela pelo escritório do Twitter. “Ele aceitou e eu nem tinha uma conta no Twitter.” 

Não fique obcecado pelo que está fora de seu controle

Você nunca saberá como será tratado em uma entrevista ou se algo inoportuno pode acontecer. “Se você acha que pode ser avaliado por características que não estão relacionadas à sua habilidade de programar e sua capacidade de trabalhar em equipe, o problema não é seu. É da empresa. Lembre-se disso”, afirma Coligado. 

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: