E agora, Apple? Chineses não querem mudar suas fábricas para os EUA

Convite feito pela Empresa da Maçã às parceiras asiáticas parece ter conquistado apenas a Foxconn; fabricantes chinesas alegam que custo da mão de obra nos EUA é algo proibitivo para a operação

Você se lembra que a Apple estava considerando trazer sua produção para os Estados Unidos depois que Donald Trump indicou que queria que o país voltasse a fabricar seus produtos localmente depois que ele assumisse a presidência? Bem, se depender dos parceiros chineses da dona do iPhones, essa transição não deve ser tão tranquila ou fácil como se esperava. Aparentemente, a China não se empolgou muito com a possibilidade de expandir suas operações para o outro lado do mundo – e do custo embutido nisso.

Inicialmente, a conversa parecia estar rumando por um bom caminho, já que a Foxconn, uma das principais aliadas da Empresa da Maçã na produção de seus smartphones se mostrou favorável à mudança. Porém, mesmo que a fabricante com sede em Taiwan tenha considerado dar o primeiro passo rumo a esse futuro “Made in US”, a decisão não contagiou as companhias chinesas, que se revelaram bastante relutantes em sequer debater o assunto.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *