Microsoft barra atualizações no Windows 7 e 8.1 em PCs com processadores novos

Você montou um computador novo ou fez upgrade, mas decidiu ficar com uma versão antiga do Windows? É melhor repensar sua decisão: a Microsoft confirmou oficialmente que está bloqueando a instalação de atualizações de segurança no Windows 7 e 8.1 em máquinas com processadores mais recentes.

No documento de suporte, a empresa diz que você poderá obter o erro “Seu PC utiliza um processador que não é suportado por esta versão do Windows e você não receberá atualizações”, ou ainda uma mensagem de erro desconhecido, com o código 80240037, se tiver um processador AMD Bristol Ridge, AMD Ryzen, Intel Core de 7ª geração (Kaby Lake) ou Qualcomm Snapdragon 820.

Esses chips novos suportam apenas o Windows 10. Faz tempo que a Microsoft “restringe” os sistemas operacionais antigos aos chips antigos: segundo a empresa, isso permite que o Windows fique integrado de forma mais profunda com as novas tecnologias dos processadores, ao mesmo tempo em que mantém a confiabilidade e compatibilidade em modelos antigos de chips e sistemas operacionais.

Se você tem um Windows 7 ou 8.1, está recebendo a mensagem de erro e não quer ficar com um sistema operacional cheio de buracos, o jeito é atualizar para o Windows 10.

Microsoft barra atualizações no Windows 7 e 8.1 em PCs com processadores novos

via Tecnoblog

Microsoft bloqueia atualizações Windows 7 e 8.1 para PCs com CPUs Ryzen ou Kaby Lake

Após toda a polêmica se novos processadores da AMD e Intel seriam suportados no Windows 7 e Windows 8.1 agora a Microsoft deixou bem claro a resposta: Não. Funcionar é bem diferente de suportar, é óbvio que um computador com CPU Ryzen ou Kaby Lake com Windows 7 ou 8.1 instalado irá fun…

via Hardware.com.br

Veja todas as versões do Windows já lançadas sendo instaladas no mesmo PC

Andrew Tait, dono do canal TheRasteri no Youtube, atualizou um mesmo computador desde a primeira versão do sistema operacional da Microsoft até o Windows 10

Na execução de um experimento mais do que curioso, Andrew Tait, responsável pelo canal TheRasteri no YouTube, decidiu instalar e atualizar em um mesmo computador todas as principais versões do Windows já lançadas. No vídeo, é possível ver (em velocidade aumentada) a instalação e o uso de cada uma delas enquanto o responsável pela proeza narra (em inglês) todas as dificuldades pelas quais passou durante o processo.

Começando do zero, com um computador formatado, Tait partiu da versão 3.10 do MS DOS – que sequer era vendida na época, apenas a partir da versão 5 – e passou por cada uma das edições já lançadas do Windows nos últimos 36 anos de Microsoft. A única versão que ele pulou foi o Windows ME, pois ele não permite que se faça uma atualização para o Windows 2000, o que interromperia a sequência.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Xbox One e Windows 10 ganharão recurso de conversão de voz em texto e vice-versa

Xbox One

A Microsoft lançou nesta quinta-feira (16) um novo recurso piloto chamado Game Chat Transcription, que permitirá converter suas comunicações de voz em texto e vice-versa em tempo real. A novidade estará disponível no Xbox One e no Windows 10 em breve.

O primeiro jogo a suportar o recurso será o Halo Wars 2. A janela de bate-papo do jogo será capaz de se mover em torno da tela, a fim de reduzir as chances de cobrir áreas importantes do game. A Microsoft promete estender a funcionalidade para outros dispositivos em uma data posterior.

Embora seja principalmente uma característica de acessibilidade, a capacidade de transcrever outras vozes dos jogadores em texto pode ser útil para os jogadores que não querem ouvir áudio ou querem evitar o bloqueio ou muting de jogadores em particular.

Para ativar o novo recurso em um Xbox One, você precisará ir às configurações de Facilidade de Acesso e seção de transcrição de bate-papo do jogo. O recurso “Speech-to-text”precisa ser habilitado para transcrever as vozes de outros jogadores em texto ou texto em voz para que seu bate-papo seja lido em voz alta para outros jogadores. Você pode até mesmo escolher qual voz é usada para ler o texto.

Você pode conhecer mais detalhes sobre o novo recurso através deste link.

Fonte: (Via) The Verge

via Canaltech

Veja como ser um dos primeiros a receber o Creators Update do Windows 10

Windows 10 Creators Update

Batizada de Creators Update, a próxima grande atualização do Windows 10 está praticamente pronta. Neste exato momento, a Microsoft está aparando as arestas e ajustando os últimos detalhes antes de tornar o pacote público.

O problema é que a gigante dos softwares já alertou que o Creators Update atualização chegará aos usuários em ondas, o que pode levar muita gente a ter de esperar semanas para recebê-lo. Por sorte, uma opção nas configurações do Windows 10 permite que os mais apressadinhos saiam na frente e recebam o update o quanto antes.

Adicionada às configurações depois da atualização de segurança de março, lançada agora na primeira quinzena do mês, a opção dá a entender que o Creators Update está prestes a ser lançado. Além disso, ela oferece a possibilidade de o usuário ter acesso à atualização assim que ela for lançada.

Para ver se você está elegível para receber o Creators Update na primeira onda, acesse o menu Configurações do Windows 10 e clique na opção "Atualização e segurança". Na aba "Windows Update", procure pela mensagem "O Windows 10 Creators Update está chegando" e clique em "Mostrar como".

Alerta de que o Windows 10 Creators Update está chegando começou a ser exibido após atualização de segurança de março
Alerta de que o Windows 10 Creators Update está chegando começou a ser exibido após atualização de segurança de março (Reprodução:Pplware)

Pronto, ao fazer isso você vai ser redirecionado para a página do programa Windows Insiders, que reúne testadores que há meses já estão contribuindo para esta nova atualização.

O ideal é ficar de olho nessa opção pelo menos uma vez a cada dois dias. Provavelmente, quando estivermos mais próximos do lançamento do update, seremos redirecionados para um tipo de cadastro que nos colocará no topo da lista para recebê-lo.

Fique esperto para não ficar para trás.

Fonte: Pplware

via Canaltech

Começa a contagem regressiva para o fim do suporte ao Windows Vista

O Windows Vista foi lançado há uma década em meio a diversas críticas. Em breve, ele será definitivamente parte do passado da Microsoft.

Usando o atalho Windows + Tab para alternar entre janelas no Windows Vista (Alex Brewer/Flickr)

Após 11 de abril de 2017, o Windows Vista não terá mais suporte estendido oficial. Como explica a PCWorld, isso significa que ele não receberá novas atualizações de segurança, não terá opções de suporte gratuito nem pago, e nem mesmo atualizações de conteúdo técnico online.

Rodar um sistema operacional antigo significa assumir riscos de segurança, e logo eles se tornarão muito piores – nenhuma vulnerabilidade existente será corrigida.

O antivírus Microsoft Security Essentials só receberá atualizações por um tempo limitado. O Firefox lançou recentemente a última versão compatível com Windows Vista; o Chrome interrompeu suporte no ano passado; e a Microsoft manteve o sistema no Internet Explorer 9.

Felizmente, há poucos PCs rodando Windows Vista atualmente – apenas 0,78% de acordo com a NetMarketshare. (O Windows XP continua acima de 8%, mesmo que seu suporte tenha expirado em 2014.)

O Windows Vista se tornou uma dor de cabeça para a Microsoft por diversos motivos: ele exigia muito do hardware da época, era incompatível com dispositivos e programas criados antes de 2007, e irritava o usuário com inúmeros alertas de segurança. Esses e outros problemas foram remediados com o Windows 7, que terá suporte estendido até 2020.

Começa a contagem regressiva para o fim do suporte ao Windows Vista

via Tecnoblog

Facebook Messenger para Windows 10 Mobile ganha sistema de votações

O mensageiro instantâneo permite fazer pesquisas através da rede social e emite alertas sempre que uma contribuição é submetida

Quem costuma usar o Facebook Messenger para se comunicar através do Windows 10 Mobile ganhou um recurso um tanto inusitado na última terça-feira (14). Agora, o comunicador permite organizar votações sobre temas variados e em seguida publicá-las para seus contatos na rede social.

Ainda disponível para uma quantidade limitada de usuários, o recurso está sendo distribuído aos poucos pelo serviço de Mark Zuckerberg. O sistema inclui uma opção que gera um alerta toda vez que alguém decidir participar de alguma votação ou pesquisa que você tenha criado através da ferramenta.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Windows Vista terá suporte estendido encerrado em 11 de abril

Windows Vista

Lembra do Windows Vista? Sim, aquele sistema operacional pesado que quase ninguém conseguia rodar quando foi lançado em 2007. Pois bem, aos poucos usuários do sistema, a Microsoft mandou avisar nesta quarta-feira (15) que vai encerrar o suporte estendido no dia 11 de abril.

Isso significa que a partir dessa data o sistema não vai receber mais nenhum tipo de atualização, nem aquelas para corrigir um problema gravíssimo de segurança. Ou seja, se você faz parte do restrito grupo de usuários do sistema, é bom procurar um novo SO para instalar no seu computador.

Lançado para substituir o Windows XP, o Vista chegou apostando alto em consumo e criação de conteúdo multimídia. Pioneiro em alguns aspectos, sobretudo no compartilhamento de arquivos P2P e uma interface visual mais apelativa e cheia de efeitos graças ao Aero, o sistema acabou errando mais do que acertando.

A começar pelos bugs crônicos que afetavam o seu funcionamento como um todo. Não raramente o Vista travava sem qualquer motivo aparente, deixando os usuários na mão. O forte apelo estético e foco em efeitos visuais também acabou tornando o sistema pesadíssimo e praticamente inutilizável mesmo em computadores topo de linha da época.

Com a paciência esgotada e cansados de reclamar, os usuários retornaram para o Windows XP e mandaram um recado bastante claro à Microsoft de que aquilo não tinha dado certo. E foi ali que a empresa entendeu onde tinha errado e começou a trabalhar no Windows 7. Lançado em 2009, apenas dois anos depois do Vista, o 7 era aquilo que o Vista deveria ter sido: bonito, atraente e extremamente leve.

Com o anúncio do fim do seu suporte estendido, o Windows Vista se junta ao Windows XP na cova de sistemas operacionais defuntos da Microsoft. Se você tem uma chave válida do sistema, a melhor alternativa é migrar para o Windows 7, que contará com suporte até 2020, ou mudar direto para o Windows 10.

Fonte: Microsoft

via Canaltech

Fizeram o Windows XP rodar no iPhone 7

Acho que levaram a premissa de que o processador do iPhone 7 é tão potente quanto o de um notebook e quiseram testar na prática, fazendo o smartphone rodar Windows XP. Não que esse sistema exija muito poder de processamento, mas é de fato interessante ver o XP rodando na telinha de um iPhone. Olha só:

Tudo isso funciona sem jailbreak (!) por meio de um emulador chamado iBox escrito em C++. Ele simula um CPU Intel x86 e uma BIOS customizada para o Windows rodar, além do teclado e mouse que funcionam com a touchscreen do iPhone. É preciso saber como usar o Xcode e conhecer um pouco de programação para instalar o aplicativo, que inicia o Windows XP sem mexer nos dados do iOS.

Como dá pra perceber no vídeo, a experiência não é das melhores: há demora para iniciar o sistema e até mesmo para abrir o menu ou uma janela qualquer. Isso porque o emulador consome bastante poder de processamento para rodar tudo ao mesmo tempo, e o A10 Fusion com os 2 GB de RAM no iPhone 7 não são feitos para aguentar qualquer trabalho pesado.

Se você ficou curioso, basta acessar a página do emulador no GitHub.

Fizeram o Windows XP rodar no iPhone 7

via Tecnoblog

AMD diz que o Windows 10 não está interferindo no desempenho do Ryzen

A AMD divulgou em seu blog um comunicado que diz que o Windows 10 não está limitando o desempenho do Ryzen. Mesmo após a Microsoft ter se pronunciado oficialmente sobre o caso, dizendo que um bug poderia estar atrapalhando o rendimento das novas CPUs, a gigante de Sunnyvale diz que não encontrou…

via Hardware.com.br