Twitter permitirá ganhar dinheiro com transmissões pelo Periscope

Periscope

Para competir de maneira mais acirrada com o YouTube, o Twitter está planejando criar uma forma para que os usuários do Periscope ganhem dinheiro com suas transmissões. Em vez de pagar alguma porcentagem ao usuário, as pessoas que estão assistindo ao vídeo poderão enviar uma contribuição ao produtor daquele conteúdo.

Para isso, os espectadores enviarão corações que representarão uma moeda virtual. Ao comprar um valor “x” em corações, o usuário poderá presentear os artistas que estiverem transmitindo seus vídeos pela ferramenta. Descontando as taxas, as pessoas receberão cerca de 70% da receita restante.

Inicialmente, apenas transmissões dos Estados Unidos poderão receber os corações que valem dinheiro, mas o Periscope pretende expandir a novidade para outros países em breve, sem determinar uma data exata. Lançado pelo Twitter em 2015, o Periscope já exibiu 77 milhões de horas em vídeos ao vivo somente no primeiro trimestre de 2017.

Fonte: Reuters

via Canaltech

Yahoo comete gafe racista no Twitter e internautas não perdoam

Twitter

O que a troca de uma única letra, por engano, em um erro de digitação pode causar? Algumas vezes, nada, o engano pode passar batido, mas em outras, pode mudar completamente o sentido de uma palavra ou frase causando mal-entendido e uma verdadeira confusão.

Foi o que aconteceu na noite desta quinta-feira, 5, com o Yahoo. O perfil no Twitter do Yahoo Finance, site de notícias sobre finanças e economia, cometeu uma gafe desastrosa ao tuitar um link para uma história sobre os planos do presidente Donald Trump para ampliar a marinha americana.

Ao trocar a letra “b” da palavra “bigger” pela letra “n”, o Yahoo sem querer lançou uma frase com ofensa racista na rede social: “Trump wants a much nigger navy: Here´s how much it’ll cost” ou “Trump quer uma marinha muito mais negra: Veja o quanto vai custar”, na tradução literal.

Quando a companhia se deu conta do erro, já era tarde. O conteúdo ofensivo ganhou mais de 1 mil retweets antes de ser excluído, quase uma hora depois de ter sido compartilhado. Algumas horas depois, a conta removeu o tweet e publicou um pedido de desculpas, dizendo que cometeu um erro: “Deletamos um tweet anterior devido a um erro ortográfico. Pedimos desculpas”.

Como sempre, os internautas abusaram da criatividade ao se manifestarem sobre o caso no Twitter:

via Canaltech

Vídeo no Twitter praticamente confirma teclado QWERTY no BlackBerry Mercury

Postagem feita pelo presidente da TCL, dona da marca de celulares, dá apenas um gostinho do visual do aparelho; teclas físicas devem dividir espaço com display de 4,5 polegadas

Ainda que muita gente já espere por um novo anúncio da BlackBerry durante a CES 2017 – que ocorre oficialmente entre os dias 5 e 8 de janeiro, em Las Vegas –, o chefão da TCL na América do Norte resolveu ir ao Twitter nesta terça-feira (3) para dar um gostinho antecipado do lançamento. Se depender desse teaser curto liberado na rede social, a empresa – que é a atual dona da tradicional marca de celulares – deve cumprir uma das promessas feitas aos consumidores ao longo dos últimos meses com seu BlackBerry Mercury.

De que promessa estamos falando? De que a companhia ia liberar no mercado um smartphone com o bom e velho teclado físico, característico dos aparelhos da casa, claro! Apesar de ter apenas 4 segundos de duração, o clipe tweetado por Steve Cistulli, presidente e diretor geral da TCL Communication norte-americana, mostra com clareza a porção inferior do celular, com teclas individuais e brilhantes no formato QWERTY.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Internautas brasileiros derrubam Twitter de Azealia Banks após ofensas

Cantora americana recebeu críticas após ter publicado mensagens racistas em seu Facebook: ‘Não sabia que tinha internet na favela’, escreveu

via IDG Now!

Internautas brasileiros derrubam Twitter de Azealia Banks após ofensas

Cantora americana recebeu críticas após ter publicado mensagens racistas em seu Facebook: ‘Não sabia que tinha internet na favela’, escreveu

via IDG Now!

Controversa diretora do Twitter na China deixa empresa após oito meses

Twitter

As baixas no time de executivos do Twitter continuam. Depois de o diretor de tecnologia (CTO), Adam Messinger, e o diretor de operações (COO), Adam Bain, deixarem a empresa nos últimos meses, agora a diretora-gerente do Twitter da Grande China, Kathy Chen, é a mais recente adição à lista.

Kathy Chen foi contratada há apenas oito meses, mas deixa a companhia após uma reestruturação na Ásia. Sua nomeação foi controversa quando se juntou ao Twitter em abril de 2016, por conta do seu emprego anterior e aparente associação ao governo, despertando preocupação na China.

Segundo um relatório do Quartz, Chen passou sete anos pesquisando defesa de mísseis no Exército Popular de Libertação e também serviu como CEO de uma joint venture do Ministério da Segurança Pública da China que se especializou em segurança e, potencialmente, vigilância.

Vale lembrar que na China, o Twitter é bloqueado mas, como o Facebook e outras empresas, ele atende a anunciantes no país que querem alcançar uma audiência global, e Chen encabeçou essa tarefa.

Em uma tweetstorm de 12 partes anunciando sua saída, ela alegou que o Twitter aumentou a receita de parceiros de publicidade chineses em cerca de 400% nos últimos dois anos. Chen acrescentou que o escritório de Twitter em Hong Kong permanecerá aberto, apesar de sua saída e relatórios anteriores de que seria fechado.

Sobre seus próximos planos de carreira, Chen disse que planeja descansar antes de olhar para "mais oportunidades de negócios internacionais" no futuro.

Fonte: TechCrunch

via Canaltech

Jack Dorsey pede ajuda aos usuários sobre como melhorar o Twitter

Cofundador da rede social lançou pergunta aos usuários da plataforma. Botão de edição e recurso para reportar bullyng estavam entre as sugestões

via IDG Now!

Vídeos ao vivo em 360 graus chegam ao Twitter e Periscope

Ainda em fase de testes, novidade só está disponível para "parceiros selecionados" por enquanto. Lançamento para o público acontece em breve.

via IDG Now!

NVIDIA revela teaser no Twitter que indica que a GTX 1080 Ti será apresentada na CES 2017

O Twitter da NVIDIA do Reino Unido divulgou uma imagem que faz menção a participação da companhia durante a CES 2017. A apresentação será no dia 5 de janeiro, e a imagem divulgada mostra o número 8 em destaque. É óbvio que não dá pra não associar com a GTX 1080 Ti. Provavelmente o grande an…

via Hardware.com.br

Twitter pergunta aos usuários as melhorias que eles querem em 2017

Twitter

Você é um usuário fiel do Twitter, mas se incomoda com algum recurso em falta na plataforma? Talvez seja o seu dia de sorte, já que o CEO da companhia, Jack Dorsey está aberto a sugestões dos usuários para melhorar a rede social.

Nesta quinta-feira (29), Dorsey tweetou a todos os seus seguidores um pedido aberto, perguntando a eles qual a coisa mais importante que eles gostariam que o Twitter melhorasse em 2017.

A pergunta de Dorsey recebeu mais de 350 respostas em menos de 20 minutos. Em meio a diversas sugestões, a mais pedida pelos usuários foi a possibilidade de editar tweets já publicados.

Dorsey respondeu a diversos das sugestões de seus seguidores, falando sobre a viabilidade de cada um deles e de como o Twitter está trabalhando para solucionar estas demandas.

Entretanto, ao falar da possibilidade de editar tweets, Dorsey afirmou que este recurso pode ser um tanto complicado. Mesmo que isso seja utilizado para coisas simples, como correções de erros de digitação, a inclusão desta funcionalidade exigiria a criação de registros de alteração no sistema da plataforma.

Outros pedidos envolveram melhorias na detecção de abusos na rede social. Dorsey afirmou que a empresa está trabalhando para aperfeiçoar este controle.

A atitude de Dorsey fecha um ano complicado para o Twitter, em que falhou em conquistar novos usuários em meio à competição de outros serviços como Snapchat e a presença massiva do Facebook. Além disso, a empresa esteve envolvida em diversos rumores de uma possível venda para empresas como Disney, Google e Salesforce, mas ela não aconteceu. Ao abrir uma conversa com seus usuários, a companhia se esforça para manter pelo menos a sua base fiel de seguidores.

Fonte: CNET

via Canaltech