Revelados mais detalhes sobre o LG V30

LG V30

No início do ano, surgiram alguns rumores de que a LG estaria desenvolvendo o V30, o smartphone que supostamente seria o novo flagship da empresa. Também foram divulgadas algumas informações a respeito da tela e de específcações técnicas do aparelho móvel, mas sem nenhuma confirmação oficial por parte da empresa.

Em postagem no Twitter, o OnLeaks publicou nesta sexta-feira (23) mais detalhes sobre o LG V30. De acordo com as fontes do perfil, o smartphone topo de linha virá com sistema de carregamento sem fio, além de câmera dupla e leitor de impressão digital na parte traseira. Não foram específicados quais tipos de sensores equiparão as câmeras do smartphone.

Caso o V30 realmente conte com carregamento wireless, é muito provável que ele abandone o design de metal da parte traseira do V20 e o substitua por um revestimento em vidro.

Vale lembrar que tais dados ainda permanecem apenas como boatos. No entanto, não seria uma grande novidade se o anúncio da LG confirmasse todas as informações vazadas até o momento, uma vez que as supostas especificações sustentam um salto tecnológico natural em relação ao seu antecessor V20.

O LG V30 ainda não possui data de lançamento, mas espera-se que ele seja anunciado entre setembro e outubro deste ano.

Via: OnLeaks (Twitter)

via Canaltech

Ron Howard assume a direção do filme sobre a origem de Han Solo

Ron Howard

O filme que contará a história de Han Solo, que foi eternizado nas telonas por Harrison Ford, começou com o pé esquerdo. Depois de ter dificuldades para escalar o elenco e atrasar o início da produção, os diretores Phil Lord e Chris Miller deixaram a direção. Mas, agora, chega o anúncio de que Ron Howard assumirá o comando do longa.

Amigo de longa data de George Lucas, Howard, que chegou a atuar em American Graffiti e venceu um Oscar pelo filme Uma Mente Brilhante, já dirigiu os filmes Apollo 13 e O Código Da Vinci. Ainda, há pouco tempo o diretor chegou a revelar que havia sido cotado para dirigir o Episódio I – A Ameaça Fantasma.

De acordo com Katheen Kennedy, presidente da Lucasfilm, a produtora tem “um roteiro maravilhoso, um incrível elenco e equipe, e o absoluto comprometimento em fazer um grande filme”, anunciando, ainda, que as filmagens devem terminar no dia 10 de julho, sendo que a estreia do longa está marcada para o dia 25 de maio de 2018.

No momento, Howard se reúne com os atores e com a produção para conferir tudo o que já foi filmado e o que ainda precisa ser feito. Sendo assim, os fãs da saga Star Wars podem acalmar seus corações, que um filmaço está por vir!

Fonte: Star Wars

via Canaltech

iPhone 8 deve atrasar até dois meses por indecisão sobre sensor biométrico

Uma coisa é certa: ele não vai ser na parte traseira do dispositivo

O iPhone 8, novo carro-chefe da Apple, tinha lançamento previsto para o mês de setembro desse ano, mas de acordo com um memorando do analista Timothy Arcuri, da Cowen and Company, deve demorar de um a dois meses a mais para o aparelho ficar pronto.

Isso porque a empresa ainda não teria definido o posicionamento do sensor de leitura de impressões digitais do iPhone 8. O martelo deve ser batido apenas no final de junho, o que vai atrasar a fabricação em massa do dispositivo e atrasar o seu lançamento.

Uma coisa é certa: ele não vai ser na parte traseira do dispositivo. As opções possíveis para a instalação do sensor biométrico são três, na realidade: em algum ponto da tela com o vidro mais fino, fazer um furo no visor para colocá-lo ou usar tecnologia capacitiva ou de infravermelho em um sensor integrado à tela.

Outras informações

A previsão do analista é que a Apple tenha um valor inicial de venda do iPhone 8 de 46 milhões de unidades, quantia um pouco abaixo da previsão de Wall Street. Arcuri não soube dar mais detalhes sobre o lançamento dos outros dois modelos que a Apple pretende colocar no mercado ainda em setembro, o iPhone 7s e o 7s Plus.

Caso as previsões e informações do analista estiverem certas, o iPhone 8 deve ficar apenas para outubro ou novembro e a Apple vai ter que contar apenas com os outros dois dispositivos para alavancar as vendas no terceiro trimestre do ano.

via Novidades do TecMundo

Filme sobre a origem de Han Solo perde seus diretores

Han Solo

Sabe aquele projeto que parece que está errado desde o começo e que, por causa disso, tudo parece dar errado? É o caso de Han Solo, filme que via contar a origem do personagem eternizado nos cinemas por Harrison Ford. Desde que foi anunciado, o longa apresentou uma série de problemas, como dificuldade para escalar o elenco e demora para iniciar a produção. E, agora que tudo parece ter se encaixado para ir em frente, os diretores Phil Lord e Chris Miller anunciaram nesta terça-feira (20) que não estão mais envolvidos com o filme.

De acordo com a dupla e com a Lucasfilm, a saída dos diretores aconteceu por causa de "diferenças criativas". Essa é a justificativa padrão que a gente sempre ouve em Hollywood, mas que aqui ganha contornos um pouco mais complexos quando a gente encara a situação em que o filme se encontra.

Como destaca o site Mashable, a saída de diretores sob essa razão é bastante comum durante o processo de pré-produção, ou seja, quando as coisas ainda estão bem sem forma e mais em uma etapa de organização do que realmente dando forma ao longa. Porém, no caso de Han Solo, as gravações estavam prestes a começar — tanto que alguns locais de filmagem já estavam sendo construídos e fotos do elenco e diretores reunidos. Isso significa que, se realmente ouve um conflito criativo entre diretores e estúdio, a coisa foi realmente enorme e muito feia.

É claro que ninguém vai detalhar o que houve, principalmente em se tratando de Disney, mas o anúncio da saída de Lord e Miller parece confirmar alguns rumores que há algum tempo circulavam pela internet sobre os problemas nos bastidores de Han Solo. Isso porque os diretores supostamente não estavam alinhados com aquilo que a produtora e presidente da Lucasfilm, Kathleen Kennedy, e o roteirista Lawrence Kasdan haviam imaginado para o filme e seu papel dentro do universo da saga.

Segundo a Variety, a dupla já havia feito várias críticas sobre o excesso de limites impostos pela produção, já que Kathleen não teria gostado do estilo de direção dos dois ou do modo como eles conduziam os atores. Já Kasdan teria reprovado o jeito mais solto e voltado para a comédia que Lord e Miller queriam adotar, principalmente quando sugeriam que os atores teriam uma oportunidade muito maior de improvisar em seus papéis. Em uma das críticas mais pesadas, a presidente da Lucasfilm não teria achado o resultado preliminar “Star Wars o suficiente”.

Futuro incerto

Diante da saída dos diretores, a grande dúvida que fica é sobre o futuro de Han Solo. Segundo o estúdio, apesar desse imprevisto, a previsão de estreia continua a mesma: 25 de maio de 2018.  E, exatamente por ser um prazo realmente muito curto, será preciso correr contra o tempo para encontrar um substituto e retomar os trabalhos para garantir que não haja atrasos no cronograma.

Cenário de Han Solo já está pronto, só falta filmaram

Por causa disso, alguns nomes já começaram a aparecer. Segundo o Hollywood Reporter, o diretor Ron Howard (Código da Vinci) é um dos cotados para assumir o posto, assim como Joe Johnston (Capitão América: O Primeiro Vingador). E esses nomes reforçam exatamente o rumor de que o estilo mais solto de Lord e Miller não agradou, já que esses substitutos são bem mais tradicionais na hora de trabalhar — exatamente o que o estúdio desejaria.

O problema é que essa troca de postos é quase sempre um trabalho muito ingrato, já que sempre cai na conta do novo diretor o fracasso de um projeto. Independentemente de quem assuma o filme, os fãs vão culpar o novo diretor caso Han Solo seja ruim e fazer comparações com a visão inicial que não foi concretizada.

O outro lado da Força

E, já que não estão mais relacionados com Star Wars e, por consequência, à Disney, Phil Lord e Chris Miller podem já ter encontrado um novo trabalho na sequência. De acordo com o site The Wrap, eles já estariam participando de reuniões com a Warner para assumirem a direção de The Flash. O curioso é que os nomes deles já estavam sendo cotados antes mesmo do anúncio da saída de Han Solo, o que deixa as coisas um tanto quanto suspeitas.

Outro ponto é que o filme do Velocista Escarlate é outra produção bastante problemática, tendo perdido seu diretor original há pouco tempo e que, ironicamente para o personagem, precisa correr contra o tempo para dar início às gravações, já que a estreia está sendo prevista para março de 2018.

Via: Mashable, The Hollywood Reporter, Variety, The Wrap

via Canaltech

Confira detalhes sobre as câmeras do OnePlus 5 e veja fotos feitas com elas

O poderoso OnePlus 5 foi anunciado recentemente e, entre suas especificações, o sistema de câmeras duplas na traseira chamou atenção. Agora, a empresa revelou mais alguns detalhes sobre a tecnologia desenvolvida em parceria com a DxOMark e compartilhou algumas imagens que teriam sido produzidas utilizando seu novo smartphone de ponta.

Na sua parte de trás, o dispositivo vem com um sensor de 16 MP e outro com 20 MP e lente teleobjetiva – ambos com abertura f/1.7. O conjunto permite que a técnica de Bokeh, que permite focar partes da cena capturada para destacar elementos específicos. Esse tipo de imagens costuma ser feita muito bem por câmeras DSLR e, mais recentemente, pelo celular Xiaomi Mi 6. Agora, a OnePlus parece ter entrado com tudo na disputa, como podemos ver pelas belas imagens a seguir:

O OnePlus 5 também vem com um modo Pro, que permite que seus usuários ajustes configurações finas de capturas de imagens, como velocidade do obturador, ISO e muitas outras coisas. Para saber mais sobre as especificações e demais detalhes do smartphone, clique aqui.

via Novidades do TecMundo

CPqD programa para 28 de junho mais um webinar gratuito sobre a tecnologia Blockchain

O segundo webinar da série do CPqD sobre Tecnologia Blockchain está marcado para 28 de junho e abordará as aplicações e iniciativas de governo e empresas relacionadas a esse assunto. Com início às 14 horas, a apresentação será feita pelo pesquisador Sérgio Ribeiro, que atua na área de Segurança …

via Hardware.com.br

O futuro da Audi também inclui com um lounge sobre rodas

Quando você vê algumas empresas até então desconhecidas apresentarem um conceito de veículo autônomo que mais parece uma sala sobre rodas, até que não é tão assustador. Agora, quando uma das maiores fabricantes do mundo resolve entrar nessa onda, aí você vê que a coisa ficou séria: a Audi apresentou na semana passada o seu conceito Long Distance Lounge, que é, como o nome diz, um lounge que vai sair andando por aí.

O veículo, apresentado para um jornalista do site Roadshow, é mais uma experimentação dos designers da marca alemã que teve como foco a reestruturação do interior para que, em vez de acomodar motoristas e passageiros, sirva como um ambiente móvel para as pessoas. São duas poltronas e uma espécie de sofá reclinável sobre um piso de madeira, em um espaço interno que não prevê qualquer tipo de intervenção humana no ato da direção.

Do lado de fora, ele se parece com uma cápsula ou um minivagão superestilizado, mas… Não parece um carro, apesar de ter as proporções de um sedã de luxo – a própria marca chama o LDL de “objeto de transporte”. Diga-se de passagem, o amplo espaço interno permite ainda que o veículo tenha mais de uma configuração interna – a Audi fala em algo similar a um ambiente corporativo para viagens de negócios.

A ideia é que o LDL seja um veículo com direção autônoma de nível 5, a mais alta na escala SAE, capaz de guiar 100% por conta própria e totalmente conectado. Não há volante, pedais e nem cintos de segurança – esse último devido a esperança que a indústria e as pessoas têm de que esse tipo de automóvel nunca (ou quase nunca) se envolverá em acidentes.

Os motores que movimentar o LDL ficam nas rodas, mas, como o foco não é a performance, não há mais detalhes a respeito deles.

Um detalhe interessante sobre o piso é que os “móveis” dentro do veículo são fixados através de magnetismo e podem ser movimentados como os ocupantes desejarem. Outra tecnologia interessante é um gerador de vibração em alta frequência que faz com que sujeiras soltas no chão sejam levadas até as bordas do chão do LDL, para serem sugadas por uma espécie de “aspirador” embutido.

A melhor parte em relação à tecnologia do lounge ambulante, no entanto, é sua central multimídia com realidade aumentada. Uma mesa de centro conta com uma tela touchscreen que é usada para espelhar smartphones, mas a sua imagem pode ser jogada para as janelas laterais do veículo, que contam com folhas de TFT nos vidros, permitindo que você possa tanto olhar para fora quanto usá-las como monitores.

É possível, também, deixar as janelas opacas, para diminuir a intensidade de luz dentro do LDL. Um dos representantes da marca, inclusive, disse que o uso de OLED é perfeitamente possível – é apenas uma questão de tempo.

Além da projeção, o vidro também vai mostrar informações sobre o mundo fora do LDL: a realidade aumentada vai permitir que você toque indicadores atrelados a veículos e localizações para dar mais informações.

Está vendo o céu se fechar sobre o teto de vidro? Toque-o e você terá a probabilidade de chuva. Uma estrutura repleta de sensores e câmeras de reconhecimento facial faz a parte de identificar para onde você está olhando e todo o conteúdo pode ser compartilhado no espaço interno com a ajuda de um cursor que fica localizado logo abaixo da janela.

Não se trata apenas de tirar o motorista do comando, mas de virar o conceito de mobilidade de cabeça para baixo. O carro como conhecemos não só pode como vai mudar radicalmente daqui alguns anos.

No fim das contas, a mensagem é clara: não se trata apenas de tirar o motorista do comando, mas de virar o conceito de mobilidade de cabeça para baixo. O carro como conhecemos não só pode como vai mudar radicalmente daqui alguns anos.

O Long Distance Lounge não tem uma data para ser lançado, já que trata-se apenas de um produto puramente conceitual e um trabalho criativo dos designers e engenheiros da Audi – mas, como tudo na indústria, sempre existe a possibilidade de que ele vire realidade.

via Novidades do TecMundo

É oficial! Saiba tudo sobre o novo OnePlus 5, com até 8 GB RAM

É o fim dos rumores: o OnePlus 5 foi finalmente apresentado ao público hoje (20). Com um preço mais barato do que esperado, US$ 479, o aparelho chega com as mesmas especificações citadas nos rumores que rodaram ao longo das últimas semanas: processador Qualcomm Snapdragon 835 e opção de até 8 GB de memória RAM, além do sistema de câmera dupla na traseira.

OnePlus 5 é vendido nas cores Midnight Black e Slate Gray

Totalmente em metal e com sensor de impressão digital, o OnePlus 5 possui uma tela de 5,5″ Full HD, RAM de 6 GB ou 8 GB e armazenamento de 64 GB ou 128 GB. Sobre o sistema de câmera dupla, o smartphone top de linha terá um sensor principal Sony 16 megapixels com abertura f/1.7 e um sensor secundário Sony de 20 megapixels com lentes f/2.6. De acordo com a própria companhia, é “a maior resolução em sistemas de câmeras duplas de smartphones atualmente”.

Já a câmera frontal do OnePlus 5 não fica para trás: 16 megapixels para você capturar selfies e realizar video chats. Outra boa notícia é o sistema operacional, um Android 7.1.1 Nougat com a bela customização OxygenOS da OnePlus.

  • OnePlus 5 com 6 GB RAM e 64 GB de armazenamento: US$ 479 (R$ 1,5 mil)
  • OnePlus 5 com 8 GB RAM e 128 GB de armazenamento: US$ 539 (R$ 1,7 mil)

OnePlus 5

Por US$ 479 (R$ 1,5 mil), o OnePlus 5 é vendido nas cores Midnight Black (preto) e Slate Gray (Cinza). Além disso, o site oficial venderá diversos cases para o aparelho, com opções de madeira, fibra de carbono e outras cores, como preto fosco.

O OnePlus 5 possui porta 3.5 mmm para fones

Ainda sobre o preço, é preciso notar que o OnePlus 5 chega ao mercado com mais potência que o LG G6 (Snapdragon 821) e o mesmo processador que o Galaxy S8 (Snapdragon 835), porém com mais RAM (6 GB e 8 GB); e ainda assim mais barato. Enquanto os dois tops de linha da LG e Samsung ficam na faixa entre US$ 600 e US$ 750, a OnePlus teve sucesso ao manter o OnePlus 5 abaixo dos US$ 500.

Achou bacana? Lembrando: o OnePlus 5 possui porta 3.5 mmm, então pode comemorar. Agora, veja mais imagens, especificações técnicas e dê a sua opinião nos comentários abaixo — link de compra.

Câmeras duplas

OnePlus 5

  • Tela: 5.5″ Full HD Optic AMOLED 
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 835 
  • RAM: 6GB ou 8GB 
  • Armazenamento: 64GB ou 128GB UFS 2.1 
  • Câmera frontal: 16 MP 
  • Câmera traseira: Dual 20MP (f/2.6) + 16MP (f/1.7) 
  • Sistema operacional: Android 7.1.1 Nougat com OxygenOS 
  • Bateria: 3.300mAh 
  • Dimensões: 152.7 x 74.7 x 7.25 mm, 153 g 
  • Extras: Bluetooth 5.0, NFC, USB 2.0 Type-C com Dash Charge, sensor de impressão digital, Alert Slider 
  • Preço: US$ 479 (6 GB) e US$ 539 (8 GB)

via Novidades do TecMundo

Tá pegando fogo, bicho: os rumores sobre um iPhone 7 Jet White

Dessa vez, a Beats by Dre postou uma foto no Instagram que joga gasolina nos rumores

Enquanto o lançamento de um novo iPhone 7s (ou iPhone 8) está bem longe de acontecer e apenas alguns boatos rodam na internet, os rumores sobre um iPhone 7 Jet White estão pegando fogo. Isso porque, apesar de muitos usuários encheram a cor Jet Black de críticas, ela fez um sucesso. Então, a Apple quer pegar carona na aparência brilhante e levar para a cor branca.

Dessa vez, a Beats by Dre, uma companhia comprada pela Maçã por US$ 3 bilhões, jogou uma foto no Instagram uma foto que mostra a presença de um iPhone. Acontece que, intencionalmente ou não, o iPhone tem uma cor branca "diferente" da comum, com um acabamento mais brilhante — e isso jogou mais gasolina nas rumores de um iPhone 7 Jet White.

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

SQL Injection: saiba tudo sobre um ataque simples que pode ser devastador

O TecMundo conversou com Jhonathan Davi, CEO da Insight Security e membro da Inurl Brasil, e trouxe todas as respostas sobre o assunto

Nos últimos dias, o TecMundo informou em primeira mão um deface realizado pelo hacker Kuroi’SH, que "alterou a aparência" da página de busca da Google por alguns minutos. Como a Google afirmou, houve um comprometimento de servidores DNS, uma alteração maliciosa nas configurações de direcionamento desses servidores. Isso significa que, os usuários que enxergaram uma página diferente da Google, foram redirecionados para outra página.

O TecMundo conseguiu entrar em contato com o hacker Kuroi’SH para entender como foi essa ação — para saber mais sobre ele, em breve, você acompanhará aqui uma entrevista exclusiva. De acordo com o hacker, a ação foi realizada por meio de um SQL Injection, ou injeção de SQL. Foi com esta ferramenta que Kuroi’SH redirecionou os acessos e realizou o deface, cunho popular inglês para identificar uma modificação na aparência de algum objeto ou site. 

Leia mais…

via Novidades do TecMundo