Arquivo da tag: Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Surpresa: FlexPai é o primeiro smartphone do mundo com o novo Snapdragon 855

A semi desconhecida Royole, desenvolvedora e fabricante do primeiro smartphone dobrável do mundo, o FlexPai, anunciou hoje que sim, os rumores estavam certos: o FlexPai é o primeiro dispositivo do mundo a contar com o novíssimo Snapdragon 855, recém-lançado no início de dezembro.

A surpresa é grande porque, como em outros anos, esperava-se que a Samsung fosse ser a primeira a integrar o processador em seus dispositivos topo de linha. Como o lançamento do Snapdragon 855 é recente, o normal seria a Samsung apresentar uma variante de seu melhor aparelho da linha S, o S10, com o potente. SoC.

Porém, essa é a segunda frustração da Samsung e do meio tecnológico. Enquanto se espalhavam rumores sobre o lançamento de um smartphone com tela dobrável pela Samsung, a chinesa Royole saiu na frente e anunciou seu FlexPai, se tornando a primeira do mundo a cumprir esse feito. 

Dq2XgpuU4AA7CQS
FlexPai / © Royole

Com vendas previstas para o final de dezembro de 2018, o FlexPai não teve seu processador anunciado anteriormente, provavelmente por conta de contratos de confidencialidade com a Qualcomm. Ainda assim, corriam rumores de que o smartphone dobrável poderia trazer o Snapdragon 8150, aventado como o próximo poderoso da Qualcomm, tendo seu nome trocado depois para 855.

Sendo assim, quebra-se a “tradição” da Qualcomm de anunciar seu novo carro-chefe em um ano e vê-lo integrar dispositivos lançados no ano seguinte. Essas informações são oficiais e estão disponíveis no próprio site da Royole.

Captura de Tela 2018 12 14 as 19.41.51
Informações no site / © FlexPai

Além do 855, essas são as outras especificações do FlexPai:

  • Modelo: RY1201D;
  • Dimensões: 134 x 190 x 7,6 mm;
  • Peso: 320g;
  • Sistema: Water OS (baseado no Android 9.0 Pie);
  • Processador: Snapdragon 855 Octa-Core 2.84 GHz;
  • Memória RAM: 6 GB / 8 GB;
  • Tela: 7.8″ AMOLED flexível 1920 x 1440 pixels, 4:3, 308 ppi;
  • Armazenamento interno: 128 GB / 256 GB;
  • Câmera traseira: 16 MP+ 20 MP f/1.8, OIS;
  • Bateria: 3.800 mAh.
  • Valores: US$ 1.291 (valor aproximado R$ 4.764 sem impostos) no 6 GB / 128 GB; US$ 1.434 (valor aproximado R$ 5.291 sem impostos) no 8 GB / 128 GB; e US$ 1.864 (valor aproximado R$ 6.878 sem impostos) no 8 GB / 512 GB.

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Fim do Zenfone? Asus terá mudança de estratégia em 2019, mais focada em gamers

Em 2017, a Asus foi considerada a quinta maior vendedora de PCs do mundo. Até hoje, suas placas de vídeo e outros componentes que fabrica são referência para gamers e usuários mais avançados de computador. Essa é uma estratégia que dá certo, assim como foi visto com o ROG Phone. E é isso o que deve nortear a empresa em 2019.

As notícias começam com a informação de que Jerry Shen, CEO da empresa há 11 anos, deixará o cargo que ocupa no primeiro dia do ano vem. A cadeira será ocupada por dois executivos da Asus, S.Y. Hsu e Samson Hu, líder dos negócios para PCs e líder de atendimento ao consumidor global, respectivamente. Mas não é só isso.

Os dois executivos entram para operar uma mudança de estratégia na empresa. A reestruturação, de acordo com o Digitimes, terá como foco dar atenção aos seus consumidores gamers e mais avançados, e isso não apenas em sua linha de computadores, como também na mobile.

Johnny shih Asus zenfone 4
Jonney Shih, presidente da Asus / © Asus

Para os bons entendedores, isso já significa muita coisa. O ROG Phone, recém lançado smartphone gamer da empresa, têm sido muito bem avaliado pela crítica, sendo melhor posicionado do que outros aparelhos para jogadores, como o Razer Phone 2 e o Xiaomi Black Shark.

Ao mesmo tempo, a empresa taiwanesa registrou perdas de US$ 195 milhões, usadas para cobrir ”perda de estoques, royalties, custos de produção e despesas de ajuste organizacional” na área mobile. Recentemente, Jonney Shih, presidente da Asus, declarou em uma entrevista à Business Next que o mercado geral de celulares para o consumidor é um “campo de batalha sangrento”. E sabemos que ele não está errado.

asus rog phone 17
Asus ROG Phone é um sucesso / © AndroidPIT

Com as perdas de um lado e o sucesso do ROG Phone e de seus componentes do outro, a estratégia da empresa parece acertada para sua sobrevivência. Porém, apesar de a Asus não ter dado qualquer declaração oficial a respeito, sabemos que isso pode significar em mudanças profundas em sua linha voltada para consumidores comuns: os Zenfones.

Tudo o que podemos fazer é esperar 2019 e ver para onde o barco da empresa está se dirigindo. O fato é que é bem provável que o Brasil seja impactado já em 2019, uma vez que os lançamentos só chegam por aqui no segundo semestre. Tempo suficiente para mudanças serem implantadas.

Você acha que a estratégia da Asus é acertada?

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Aproveite! 20 jogos e 10 apps que estão gratuitos na Play Store

Garimpamos ofertas de apps e jogos na Play Store para você aproveitar. São títulos que, temporariamente, estão gratuitos, e por isso são mais difíceis de encontrar. Aproveite nossa seleção e economize um dinheiro experimentando aplicativos e jogos novos.

(Isto é apenas um teaser – clique aqui para ver o post completo)

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

O AndroidPIT está de mudança: conheça o novo visual do site

Há quase 10 anos, em janeiro de 2009, a primeira versão do AndroidPIT viu a luz do dia. Alguns meses antes, o Google havia apresentado ao mundo o primeiro smartphone com Android feito pela HTC. Desde então, tínhamos uma certeza: o Android seria um sucesso total.

E, de fato, nós não estávamos errados. Hoje, o Android é o sistema operacional mais usado no mundo em milhões de smartphones diferentes. Os smartphones, por sinal, revolucionaram o mundo. Atualmente, eles estão menores e mais potentes, rodam aplicações e jogos mais complexos. Sinceramente, não consigo lembrar ao certo como eram as coisas dez anos atrás.

Parei para olhar algumas fotos minhas lá no início dos anos 2000 e percebi que ali que comecei a fotografar digitalmente, com câmeras portáteis. Hoje, contudo, os celulares são capazes de superar a qualidade de inúmeras câmeras de portes menores, fazendo filmes e fotografias excepcionais.

Adeus, antigo AndroidPIT. Temos que olhar para o futuro

Porque disse tudo isso? Pois simplesmente os smartphones se tornaram um produto tão comum que as pessoas sequer conseguem distinguir os reais benefícios entre um produto e outro. Acabou-se o tempo onde era mágica a compra e a espera por um celular novo. Falando especificamente sobre o Android, devo acrescentar que o sistema ficou pequeno para os aplicativos e jogos, e se expandiu para nossas salas, para TVs, carros, para os relógios e outros produtos.

O AndroidPIT em si não reflete mais o que somos. Queremos ajudar pessoas a conhecerem novas tecnologias e encontrar novas repostas para o futuro que vai além do universo Android. Inteligência Artificial, Realidade Aumentada, acessórios vestíveis, mobilidade, conectividade e portáteis inteligentes precisam ganhar mais espaço no nosso site, pois é esse o futuro reservado para a tecnologia.

Por isso, começamos hoje uma mudança das nossas principais páginas gradualmente. Vocês irão perceber que existe um novo logotipo, com cores novas. Iremos alterar funções do site e ferramentas ao longo dos próximos meses. Ah, e não se preocupe com a essência do nosso conteúdo, pois os editores continuarão sendo os mesmos e novos chegarão para atender essa demanda super inteligente de artigos que queremos criar para você.

A verdade, caros amigos, é a seguinte: quem não avança com o tempo, no tempo fica. Estamos ansiosos para trazer novidades. Bons tempos estão por vir! Forte abraço.

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Por que a câmera do Google Pixel 3 XL é tão boa? Confira o teste

Será que o Pixel 3 XL toma o lugar de seu antecessor como o melhor smartphone do Google para qualidade fotográfica? Depois de nossos testes extensivos, não temos mais certeza.

Poucas inovações de hardware

O Google Pixel 3 e o Pixel 3 XL compartilham o mesmo hardware fotográfico este ano: duas câmeras frontais e, mais uma vez, uma única câmera traseira. Na era da fotografia computacional, onde o software é o mestre, o Google está flexionando seus músculos e mostrando que você pode alcançar resultados maravilhosos sem adicionar vários sensores ou aumentar os megapixels.

O Pixel 3 XL que testei usa um sensor de 12,2 MP na parte traseira, uma lente com comprimento focal f/1.8 fixo, pixels de 1,4 µm e tecnologia Dual Pixel PDAF para foco incrivelmente rápido. À primeira vista, nada parece ter mudado em relação ao modelo anterior, embora na realidade o sensor tenha sido alterado – um Sony IMX363 substituiu o Sony IMX380 do modelo do ano passado.

pixel3 3xl 09
Para que você precisa de três ou quatro câmeras? – Google / © AndroidPIT / © AndroidPIT

Uma das outras diferenças que eu notei é a remoção do foco automático a laser (presente nos dois primeiros Pixels). A tecnologia PDAF faz um ótimo trabalho quase 100% do tempo, mas o Pixel 3 XL sofre um pouco com essa remoção na escuridão extrema.

Na frente, encontramos duas câmeras de 8 MP. O Google usa um sensor com lentes de abertura f/1.8 e foco automático PDAF em combinação com um segundo sensor de foco fixo e lentes de abertura f/2.2 de ângulo ultralarga.

Pixel 3 XL 02
As duas câmeras frontais estão neste muito polêmico notch / © AndroidPIT

Sempre presente, no entanto, é o Pixel Visual Core criado pelo Google. O chip, que não mudou fisicamente desde a segunda geração do Pixels, está conectado ao hardware do smartphone de uma maneira diferente para maximizar o desempenho. Pelo menos, isso é o que um dos engenheiros do Google nos disse.

Uma pitada de magia negra

Sim, é assim que gosto de chamar o cuidado e o comprometimento que a equipe do Google colocou no software da câmera para esses smartphones. É difícil explicar se você nunca teve a chance de tirar fotos com um Pixel. O software por trás de tudo é complexo, a fim de garantir fotos perfeitas em quase todas as situações mas, ao mesmo tempo, é tão simples e rápido de usar que é praticamente impossível para o usuário bagunçar alguma coisa.

Screenshot 20181029 105720
A câmera avisa se detectar problemas que podem estragar sua foto / © AndroidPIT

A interface da câmera do Google foi modificada para acomodar as novas funções sem necessariamente encher a tela com botões confusos ou que você nunca usará. O app também pode ser aberto, como tem sido o caso há algum tempo, tocando duas vezes no botão liga/desliga. Sempre é possível trocar a câmera traseira pelas da frente girando o pulso também.

google camera 2
Além da opção de desfocar o fundo em retratos, você também pode optar por manter apenas o assunto em primeiro plano em cores ao mesmo tempo em que torna o plano de fundo preto e branco / © AndroidPIT

Na parte superior da interface, encontramos os controles para o temporizador, a temperatura do branco, o flash (que pessoalmente eu nunca precisei usar para nada além de uma tocha) e, se habilitado nas configurações, um botão para ativar a gravação de fotos em RAW – uma das novidades que chegaram com o novo Pixels.

Infelizmente, embora você possa salvar fotos no formato JPEG + DNG, ainda não há modo avançado com controles manuais. O Google continua a focar na simplicidade de filmagem apresentada pelo modo automático, aprimorado pela tecnologia HDR+.

A empresa também nos revelou que as capturas salvas no smartphone quando pressionamos o botão da foto são tiradas 200ms antes. Isso permite que os usuários imortalizem o exato momento desejado sem atrasos.

Optimized google camera 3 xl
RAW é uma boa novidade, mas eu não me importaria em ter um modo manual / © AndroidPIT

Rolando para a direita ou para a esquerda, você pode alternar entre os vários modos de disparo, como o modo de retrato (que funciona perfeitamente com um único sensor traseiro), modo panorama e gravação de vídeo. Os modos Photo Sphere, Google Lens (agora também integrado no modo automático), Playground (antigo AR Sticker) e Slow Motion (120-240fps) foram jogados em um submenu, onde também encontramos a nova função Photobooth, assim como o modo Night Sight.

Timeline scrub
Top Shots em ação! / © AndroidPIT

Uma das novas funções da câmera, que o Google mais anunciou, é o Top Shot. Ao entrar no Google Fotos e encontrar a sua foto, o software poderá recomendar várias imagens gravadas pelo seu smartphone pouco tempo antes ou pouco depois, para que você possa salvar uma foto estragada no último minuto com um piscar de olhos ou um espirro.

Infelizmente, as fotos recomendadas pela IA têm uma resolução de pouco mais de 2 MP, enquanto a escolha de uma momento diferente na linha do tempo te dá uma imagem de 0,8 MP para ser usada em caso de emergências ou apenas para recuperar fotos inutilizáveis. O formato utilizado para o desenvolvimento desta função não é foto nem vídeo, mas um formato desenvolvido internamente. Mais uma vez, isso demonstra o compromisso do Google com seu software.

O melhor, como sempre, mas nada revolucionário

Passando para os resultados práticos, que provavelmente são muito mais interessantes para você do que toda esta conversa inicial – o Google Pixel 3 XL não decepciona. A faixa dinâmica capturada graças ao HDR+ é ampla e ligeiramente melhor que a do Pixel 2. Todas as qualidades que aprendi a apreciar em fotos capturadas durante o meu ano com o Pixel 2 XL ainda estão presentes – a excelente fidelidade de cores e exposição, por exemplo .

IMG 20181031 161253 prova
Para os meus olhos, as árvores eram completamente negras, notei as belas cores do outono somente após a foto / © AndroidPIT

O Google, assim como no ano passado, preferiu priorizar a riqueza de detalhes nas fotos à custa de um ruído muito leve presente em quase todas as fotos, se você olhar de perto. Eu não acho esse ruído algo ruim. Na minha opinião, prefiro isso ao efeito exagerado que encontramos em quase todos os smartphones atuais, que apagam pequenos detalhes e torna as fotos artificiais.

As imagens captadas com os novos Pixels lembram imagens captadas por excelentes câmeras analógicas, cujas fotos são o mais próximo possível da realidade. Ao contrário do último caso, no entanto, você não precisa ser um fotógrafo experiente para capturar imagens de tirar o fôlego com o Pixel 3 XL.

IMG 20181031 160728
Outro exemplo da excelente faixa dinâmica desta câmera / © AndroidPIT

Por mais que eu tenha gostado de usar essa câmera, não vi grandes diferenças em relação ao seu antecessor, exceto em alguns casos particulares. Usando o zoom digital, que utiliza vibração manual para capturar mais informações e enriquecer a foto com detalhes, você pode ver melhorias. No entanto, essa função deve chegar via software mesmo no antigos Pixels.

Pixel 3 xl digital zoom
Fotos sem zoom (esquerda) e com zoom digital no máximo (direita) / © AndroidPIT

Comparando um zoom óptico de 2x (para a comparação eu usei o meu iPhone X) com o zoom digital do Pixel 3 XL, notei poucas deficiências para o último – os resultados são comparáveis. No entanto, usando o zoom digital máximo disponível, o Pixel 3 XL captura mais detalhes do que qualquer outro dispositivo já testado. A técnica utilizada é inspirada na usada nos telescópios modernos e no famoso Hubble.

00100lPORTRAIT 00100 BURST20181029110009602 COVER
Um excelente exemplo de um bokeh artificial bem sucedido / © AndroidPIT

O Night Sight vê o que você só pode imaginar

O modo Night Sight me deixou sem palavras, e é mais impressionante do que a recém-apresentada câmera do Huawei Mate 20 Pro. Fizemos um artigo especial para esse recurso, e você pode conferí-lo abaixo:

IMG 20181027 200227
Sob condições realistas, o modo noturno é incrível e o ruído não é perceptível / © AndroidPIT

A única falha que encontrei é que, em caso de luz extremamente baixa (estou falando de ambientes em que não vejo nada e tenho que usar minhas mãos para navegar), o software é muito agressivo em suas tentativas de obter uma imagem. O resultado? Uma imagem que é praticamente apenas ruído.

É verdade, até mesmo as fotos bem-sucedidas nesse modo têm algum ruído óbvio. No entanto, lembre-se de que você ainda obtém uma foto com um assunto que parece bem iluminado sem usar o flash, em condições em que qualquer outro smartphone capturaria uma imagem completamente preta.

pixel 3 xl camera
Fotos com HDR+ (esquerda) e modo Night Sight (direita). O ruído está lá, mas smartphones como o Mate 20 não conseguiram obter resultados semelhantes sem flash / © AndroidPIT

Todos estes recursos especiais e opções de software também funcionam nas câmeras frontais, permitindo que o Pixel 3 XL seja novamente um dos melhores smartphones dedicados a selfies (ou selfies em grupo, graças à câmera ultra grande angular). Quanto à câmera grande-angular, o Google trabalhou duro no software para reduzir distorções nas bordas da imagem e nas faces dos assuntos.

IMG 20181031 205152
Selfies em grupo não são mais um problema / © AndroidPIT

Vídeos não estão no centro da experiência

Infelizmente, em termos de vídeo, o Google fica aquém das expectativas. O novo Pixel não só não pode gravar vídeos em 4K a 60 fps, como a maioria dos flagships atuais, mas também não é possível forçar 60 fps na resolução de 1080p.

Está disponível um modo híbrido que pode modificar dinamicamente a taxa de quadros em vídeos FullHD em tempo real, com base no assunto enquadrado e durante a gravação, mas isso impede que você obtenha vídeos realmente fluidos. Acima de tudo, torna a edição destes vídeos com software profissional no PC uma agonia. Este não é um smartphone adequado para YouTubers (o que é bastante irônico).

O Google nos disse que a falta de gravação de vídeo 4K 60 fps não se deve ao SoC ou mesmo ao sensor – ambos são capazes de cumprir essa tarefa, mas devido a todo o hardware adicional que está presente e ao processamento que ocorre durante a gravação. A empresa preferiu concentrar seus esforços na fotografia.

Uma coisa que também notei durante o teste é a estabilização desses vídeos – acho que eles deram passos visíveis para trás em comparação com o passado. Não só a estabilização durante uma caminhada parece estar quase ausente, mas a vibração do sensor é claramente visível a cada passo. E isso é bem ruim, considerando que o Pixel 3 XL usa OIS + EIS, além de ter um segundo giroscópio dedicado apenas à estabilização de vídeo.

Conclusão

O Pixel 3 XL é o melhor celular com apenas uma câmera disponível no mercado, mas há espaço para melhorias em alguns aspectos. Não há dúvidas sobre isso. Claro, eu não confiaria neste dispositivo se eu fosse um criador profissional de vídeo (mesmo que a câmera frontal com ultra grande angular seja perfeita para vlogs) e procuraria outro aparelho se eu preferisse um modo manual avançado, como o encontrado em smartphones da Huawei.

Para todos os outros utilizadores que gostam de captar todos os momentos do seu dia, as suas férias, a sua família ou amigos, e que esperam resultados perfeitos em todas as ocasiões com pouco esforço, não há alternativa melhor. No momento, os únicos smartphones que podem competir com a fotografia computacional e a incrível experiência de software do Google são os próprios Pixels, mesmo os modelos mais antigos.

Será realmente emocionante ver a chegada do novo carro-chefe do 2019, que mais uma vez tentará assumir o trono no qual o Pixel 3 XL está atualmente, e sem muita preocupação.

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Smartphones, TVs e outros produtos LG ganharão novas funções inteligentes em 2019

A MediaTek promoveu a 2ª edição do MediaTek Talks, que é uma espécie de seminário onde executivos e representantes de marcas falam sobre novas tecnologias. O evento de hoje (12/12) contou com a presença da LG, que revelou algumas novidades a respeito dos lançamentos que a empresa prepara para 2019.

A LG virou a chave este ano, abandonou o projeto inconsistente dos modelos anteriores, como LG G5 e G6, e passou a adotar uma estratégia sólida para se diferenciar no mercado, focando em Inteligência Artificia e no conceito de Internet das Coisas. Dessa forma, inúmeros modelos da fabricante chegaram ao mercado rodando com a plataforma ThinQ, que incorpora recursos baseados em AI, como um assistente de voz para TVs, funções diferenciadas para o software de câmera dos smartphones e entre outros.

Fabrício Habib, Gerente Geral de Produtos e Estratégia na Divisão de Mobile da LG Brasil, revelou alguns detalhes sobre os planos da empresa para o ano que vem, que seguirá a mesma lógica deste ano com a plataforma ThinQ, porém, a mesma será expandida e incorporada a mais produtos, como TVs, refrigeradores, geladeiras, máquinas de lavar e outros produtos inteligentes de linha branca e marrom.

AndroidPIT lg g7 9932
LG G7 vem equipado com a plataforma Smart ThinQ / © AndroidPIT by Irina Efremova

O objetivo da empresa é otimizar o software e tornar o Google Assistente, que é a base do sistema de comandos de voz da plataforma, ainda mais inteligente para retornar respostas em português. A marca quer que todos os aparelhos tenham controles especiais ou botões dedicados às funções inteligentes, desde os mais básicos até os topos de série. Fabrício diz ainda que “está chegando o momento de toda a tecnologia que está em volta da gente ganhar um pouco de autonomia e proatividade”.

Apesar de não revelar detalhes sobre os produtos, a LG deve seguir sendo a favorita no mercado de TVs com sistemas inteligentes, as Smart TVs, portando o sistema que é um dos mais queridos entre os usuários e tem se tornado o mais completo e inteligente, o WebOS. 

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Testado e aprovado: Pocophone F1 está recebendo versão estável do Android Pie

Após um breve período em Beta, e após receberem a MIUI 10 com pitadas do Android Pie, o popular Pocophone F1 está recebendo a atualização para a última versão do Android. Esse update traz consigo correção de bugs e algumas funções extras.

O Pocophone F1 conquistou os corações de muitos entusiastas, graças à sua ficha técnica poderosa a um preço reduzido. A única desvantagem mostrada no dia da apresentação do smartphone dizia respeito à presença do Android Oreo e não da versão mais recente, a Pie. A Xiaomi preencheu hoje esta lacuna ao lançar a versão oficial do Android 9 para o Pocophone F1.

Essa atualização do Poco F1 é a versão MIUI 10.1.3.0. O número da compilação é PEJMIFI e já traz consigo a atualização de segurança de novembro, e o pacote OTA tem tamanho de 1,7 GB. Se você não quiser esperar pelo alcance da atualização, faça o download e instale o pacote manualmente:

Baixe aqui o arquivo OTA para a atualização do Pocophone F1 para o Android Pie

poco launcher
Pocophone traz a MIUI, mas sob o launcher Poco / © YouTube

Sucesso de vendas, com mais de 700 mil unidades vendidas, o Pocophone F1 já tinha ganhado recursos bem interessantes mesmo antes do Android Pie. Entre eles, a gravação em super câmera lenta a 960 fps e o suporte a multirom. 

Com o Android Pie, a Xiaomi corrige bugs e erros presentes em sua interface, como um problema no suporte ao Android Auto. Além disso, também traz acesso ao Google Lens para o aparelho.

Nós instalamos o Android Pie no Pocophone F1 aqui da redação e está tudo bem estável até o momento. Abaixo, algumas capturas de tela com a nova versão do sistema:

pie poco 01
© AndroidPIT (captura de tela)
pie poco 02
© AndroidPIT (captura de tela)

Android Q é o próximo

E o Pocophone não vai parar no Android Pie. A Xiaomi já prometeu para 2019 o update para o Android Q, que ainda está em início de desenvolvimento pelo Google e tem poucas informações disponíveis. Porém, conhecendo a Xiomi, sabemos que acontecerão muitos updates até a chegada do Q, ainda.

Você pensa em comprar um Pocophone F1?

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Próximo sensor da Sony terá 38 MP e deve ser usado no Huawei P30

A Sony é a maior fornecedora de sensores mundialmente, conhecida por equipar as câmeras dos melhores smartphones da atualidade, como o iPhone XR, o OnePlus 6T e diversos modelos da Huawei, como o P20 e o Mate 20 Pro. Ainda sobre a fabricante chinesa, espera-se que o P30 seja equipado também com um novo sensor da Sony, o IMX607.

O último grande lançamento da Sony na área de sensores foi o IMX586, de 48 MP e que promete entregar fotos com nível de detalhes acima da média mesmo em condições de baixa luminosidade. Outro diferencial deste sensor era o zoom óptico sem grandes perdas de definição. O legado do IMX586 será mantido pelo IMX607, outro lançamento da Sony programado para início de 2019 e que deve equipar modelos high-end.

Além do Xperia XZ4, espera-se que o sensor seja usado no Huawei P30, certamente será este último dispositivo o responsável por torná-lo mais popular. Além da possibilidade de fazer zoom sem perder definição, o sensor traz melhorias para cenas noturnas com ISO nativo de 50/500/5000. O sistema de redução de ruído foi otimizado, o SNR, e agora abrange cenas monocromáticas fazendo melhor gerenciamento de temperaturas de cores.

AndroidPIT huawei mate 20 vs mate 20 pro c
Mate 20 Pro foi o último grande lançamento da Huawei  © AndroidPIT

Outra melhoria do IMX607, principalmente quando comparado com seu predecessor direto, o IMX600, presente no Huawei P20 Pro, por exemplo, é o sistema de organização dos pixels que, além de contar com uma paleta de cores no padrão RGB, trará ainda uma matriz de pixels brancos. Esses pixels podem fazer um trabalho interessante de sobreposição de cores e exposição, o que pode resultar num HDR mais avançado onde o contraste, o brilho e as cores são processados separadamente.

É esperado que o Huawei P30 seja lançado no início de 2019 com câmera quádrupla, múltiplos flashes, 12 GB de memória RAM e outras especificações avançadas, dando continuidade ao legado do Mate 20 e do P20 Pro.

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Beta público do Android Pie chega ao OnePlus 5 e 5T oficialmente

A OnePlus está comprometida com a atualização de dos últimos modelos que foram lançados pela marca, incluindo nessa conta o OnePlus 5, que chegou de fábrica com Android Nougat. Os dispositivos estão legíveis para participar do programa de testes do Pie da empresa.

O beta público do Android Pie para o OnePlus 5 e OnePlus 5T pode ser baixado na página de upgrade de software da fabricante. Nela, o usuário deve escolher o dispositivo desejado e consultar a disponibilidade do update chamado “Open Beta”. Basta baixá-lo e aguardar pela notificação com a atualização para o Pie.

O update não trará apenas a versão mais recente do sistema, mas também uma nova interface com inúmeras opções de personalização. Os testadores receberão ainda o pacote de segurança mais recente referente ao mês de novembro. Segundo a OnePlus, o novo software trará uma otimização melhor para aplicativos em segundo plano, melhorias para o modo não perturbe e recursos extras para a função dual-SIM. Infelizmente, a navegação por gestos ficará de fora do modelo OnePlus 5.

AndroidPIT oneplus 5t 2942
Pie beta chegando para série onePlus 5  © AndroidPIT

Lembrando que o processo para instalação da ROM beta é delicado e exige conhecimentos avançados. No mesmo site onde está o link para download do Open Beta, você encontrará um guia para fazer o flash do novo sistema no seu OnePlus. Vale ressaltar que versões preliminares podem apresentar instabilidades.

E aí, ansioso para receber o Pie no seu smartphone?

 

Feito em parceria com Suzana Dalul, do AndroidPIT.COM

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Motorola libera Moto Câmera 2 com modo retrato na frontal, adesivos e outras novidades

Em um grande update, o app de câmera da Motorola, o Moto Câmera 2, lançou uma série de atualizações para todos os smartphones que suportam essa geração do aplicativo. Entre as novidades, o modo retrato para o Moto G5s Plus, marca d’água e outras. Veja a seguir.

A atualização para a versão 7.2.31.13 traz novidades para todos os dispositivos da linha 2018, e também para o mais antigo Moto G5s Plus, de 2017. Para esse último, chega o modo retrato para a câmera frontal, uma função que dá uma vida nova ao aparelho.

O modo retrato na câmera frontal também abrange todos os outros Motorola desse ano. Já para o Moto Z3 (não lançado no Brasil) e Moto Z3 Play, aparelhos com mais capacidade de processamento, estão disponíveis agora os adesivos de Realidade Aumentada. Para brincar com os adesivos, também é preciso ter o app Google Lens instalado.

ra moto z3 play
Update e adesivos de Realidade Aumentada no Moto Z3 Play / © AndroidPIT (captura de tela)

Por último, além de correções de erros e melhorias de estabilidade, os dispositivos também receberam a possibilidade de aplicar marca d’água nas imagens e a função de cor em destaque na câmera frontal, que deixa apenas a cor escolhida na hora da foto.

modo retrato g6
Modo Retrato e Cor em destaque no Moto G6 / © AndroidPIT (captura de tela)

A atualização chega para os aparelhos a seguir:

Você usa a marca d’água tanto quanto eu? Nunca?

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT