Este deve ser o design final do iPhone 8, caso os rumores se confirmem

iPhone 8 com tela OLED

Os rumores sobre o iPhone 8, que deve ser apresentado dentro de 3 meses, não param. Desde o ano passado, uma série de especulações a respeito do próximo smartphone da Apple tem circulado pela imprensa, mas vazamentos recentes parecem confirmar que o flagship trará grandes mudanças aos fãs da marca.

De acordo com as informações colhidas nos últimos meses, ao que tudo indica o iPhone 8 contará com display infinito, seguindo as tendências da concorrência. Além disso, é possível que o sensor de impressões digitais do aparelho seja incorporado à sua tela, bem como mecanismos alternativos de biometria. Quem sabe um leitor de íris?

O fato é que, combinando todos os vazamentos com um pouco de criatividade, o designer gráfico Benjamin Geskin apresentou o que o público deve ver no lançamento da versão de 10º aniversário do iPhone. É verdade que o modelo desenvolvido por Geskin ainda apresenta algumas falhas, como a localização dos sensores e câmeras, mas já dá para ter uma ideia do que nos aguarda em setembro – ou pelo menos o que se espera, claro.

Além da publicação do designer, o OnLeaks também publicou, nesta sexta-feira (23), o que as lojas deverão disponibilizar ao público. Confira!

Via BGR

via Canaltech

A criação do primeiro iPhone foi muito mais inusitada do que você imagina

Não há como negar que, na época em que foi lançado, o primeiro iPhone mais parecia uma máquina mágica, de tão misterioso que era seu funcionamento. A parte engraçada nessa história? Mesmo para os envolvidos na criação do aparelho, boa parte do smartphone também era um mistério.

A bizarra curiosidade surgiu em uma conversa durante um evento para o Museu de História do Computador. Nela, o ex-chefe da divisão iOS da companhia, Scott Forstall, deixou escapar algumas informações bastante engraçadas sobre a criação do iPhone – incluindo, é claro, a já mencionada falta de conhecimento dos funcionários da divisão sobre o smartphone.

Para começar, Forstall revelou que o projeto inicial de Steve Jobs para o iPhone era um tablet com tela multitoque capacitiva, e que a ideia foi concebida simplesmente porque o chefão da Apple odiava certo funcionário da Microsoft. E não, esse funcionário não era Bill Gates, mas sim alguém que estava se vangloriando do desenvolvimento de tablets e stylus.

Quanto à ideia de fazer um celular? Bem, isso surgiu durante um almoço entre Forstall e Jobs. Ambos notaram que as pessoas a sua volta não paravam de usar seus smartphones, e que ninguém achava eles uma experiência agradável de usar. Assim, o na época CEO mudou as orientações de seu time para aumentar seus esforços no aperfeiçoamento da tecnologia multitoque, bem como tornar tudo isso miniaturizável para caber no bolso.

Um mistério para quase todos

Já sobre a antes mencionada história da falta de conhecimento da empresa, a história é simples: pelo visto, os funcionários só eram informados da parte que lhes cabia, justamente para impedir que o projeto vazasse.

Como resultado, a equipe de hardware do sistema não tinha nenhuma ideia das capacidades desse smartphone. “A equipe de hardware sabia [que a tela] era multitoque”, contou Hugo Fiennes, um ex-engenheiro da Maçã também no evento do Museu, “Mas a primeira vez que eu vi o pinçar-para-aproximar foi na apresentação”, admitiu ele.

É claro que, para muitos, tanta segurança pode parecer demais. No entanto, basta considerar o sucesso do smartphone e como essa ideia revolucionou o mundo da tecnologia para ficar bem claro que, nesse caso, todo o cuidado foi mais do que válido.

via Novidades do TecMundo

Versão não funcional do iPhone 8 é tão perfeita que parece real [imagens]

Já faz algum tempo que a rede vem recebendo supostas imagens do iPhone 8. Caso precise refrescar a memória, algumas delas vieram de uma rede social chinesa, e também há outras mostrando o novo aparelho ao lado do iPhone 7 Plus. Agora, é a vez de termos acesso a algumas telas que mostram uma versão não funcional do aparelho.

As imagens que você confere nesta notícia são cortesia do perfil OnLeaks no Twitter, e mostram que o recorte no topo da tela está presente. Além disso, não foi possível identificar o espaço da câmera na parte frontal, bem como perceber que, caso essa seja uma unidade perto daquilo que realmente teremos nas lojas, ele vai contar com bordas um pouco mais arredondadas.

Quanto à parte traseira do smartphone, aparentemente ele deve ganhar uma área reservada para a câmera e a saída do flash no canto superior esquerdo, além de o símbolo da Apple não aparecer mais no centro e estar situado um pouco mais acima. Há ainda alguns botões na lateral esquerda do aparelho, algo que é possível conferir em uma das imagens publicadas.

E aí, curtiu? Acredita que essa possa ser, de alguma forma, um protótipo da versão final do iPhone 8? Deixe a sua opinião no espaço destinado aos comentários.

via Novidades do TecMundo

Produção do iPhone 8 causa colapso na encomenda de peças DRAM e NAND

Segundo a Reuters, a demanda de peças feita pela Apple para produzir o novo iPhone 8 causou um certo colapso nas fábricas: elas não estão conseguindo produzir chips DRAM e NAND suficientes para todas as companhias com pedidos. O relato ainda vai além e diz que as empresas concorrentes da Apple estão correndo para garantir a própria fatia dessas peças.

Um dos exemplos, de acordo com a Reuters, dessa preocupação entre concorrentes é que muitas empresas estão encomendando os chips DRAM e NAND bem antes do necessário. Outras empresas ainda estão pagando valores bem mais altos para garantir que os chips cheguem na data combinada. Entre as concorrentes enfrentando esse problema, diz a fonte, é a LG.

Os analistas estimam que a Apple já comprou 18% da produção mundial de chips NAND

Segundo a Reuters, a LG comentou em declaração que encomendou as peças meses antes por uma decisão de “compra trimestral” e por um “fornecimento mais estável”.

Acredita-se que, por causa do pedido excessivo feito pela Apple, fabricantes menores não terão a chance de contar com memórias RAM tão potentes. Por isso, alguns smartphones que serão lançados ano que vem chegarão com números menores de potência.

Falando em números, os analistas estimam que a Apple já comprou 18% da produção mundial de chips NAND e, caso o iPhone 8 seja um sucesso, esse número poderá aumentar. A Apple vai lançar o iPhone 8 em setembro deste ano.

via Novidades do TecMundo

Ícone da Siri no iOS 11 reforça rumores de iPhone 8 com botão Home na tela

Algumas dicas muitos sutis na versão de testes do iOS 11 podem voltar a dar força aos rumores de que o vindouro iPhone 8 pode realmente trazer um botão Home integrado ao display. A descoberta foi feita por meio de um novo ícone da Siri, que assume um visual muito próximo do atalho utilizado nos aparelhos atuais da marca.

De acordo com o portal Apple Insider, ao utilizar tentar ativar a função “Do Not Disturb When Driving” (“Não Perturbe Enquanto Dirigindo”) através da Siri em um iPhone 7 Plus, a assistente pessoal não conclui a tarefa e acaba iniciando uma animação de repouso que não existia até agora. Esse elemento gráfico pulsante é diferente da faixa colorida e assume a forma de um círculo na parte inferior do aparelho.

Formato sugestivo, hein?

Esse item tem exatamente o mesmo tamanho do botão Home físico ou háptico e poderia facilmente substituir a função dele em um eventual smartphone ou tablet da Maçã que tenha uma tela que ocupe toda a parte frontal do gadget. Indícios de que a novidade pode ir além do iPhone 8 é o fato de o episódio ter sido reproduzido em um iPad Pro de 12,9 polegadas.

Ícone de Configuração da Siri é ainda mais definido

Vale notar que, no menu de configurações da plataforma, é possível encontrar ainda uma versão mais definida do ícone, contando inclusive com o anel de Touch ID em torno da figura. Claro que tudo isso pode ser apenas uma suposição otimista em torno dos rumores e vazamento sobre o futuro iPhone, mas não deixa de ser interessante pensar que podemos estar muito perto de um celular da Apple com display OLED e botão Home digital.

via Novidades do TecMundo

Vazam fotos e vídeo do iPhone 8 ao lado do iPhone 7 Plus

O 9to5Mac, via Shai Mizrachi, conseguiu algumas fotos e um vídeo de uma unidade protótipo do iPhone 8. O smartphone deverá ser lançado ao lado dos novos iPhone 7s e iPhone 7s Plus em setembro deste ano pela Apple.

Nas imagens, o protótipo do iPhone 8 é comparado com o iPhone 7 Plus, lançado no final do ano passado. Como você mesmo pode checar, o modelo 7 Plus parece bem maior. Isso porque, além do óbvio tamanho avantajado, o iPhone 8 terá uma tela grande que recobre a maior parte do painel frontal, ficando com bordas mínimas. Sendo assim, é mais fácil montar um smartphone com display grande e um corpo mais enxuto.

No protótipo, podemos ver um design com sistema de câmera dupla, o botão de energia e a falta de um sensor de impressão digital Touch ID e um botão físico na parte frontal. Para acompanhar todos os rumores sobre o iPhone 8, clique aqui.

Vídeo

VIDEO

via Novidades do TecMundo

iPhone 8 deve atrasar até dois meses por indecisão sobre sensor biométrico

Uma coisa é certa: ele não vai ser na parte traseira do dispositivo

O iPhone 8, novo carro-chefe da Apple, tinha lançamento previsto para o mês de setembro desse ano, mas de acordo com um memorando do analista Timothy Arcuri, da Cowen and Company, deve demorar de um a dois meses a mais para o aparelho ficar pronto.

Isso porque a empresa ainda não teria definido o posicionamento do sensor de leitura de impressões digitais do iPhone 8. O martelo deve ser batido apenas no final de junho, o que vai atrasar a fabricação em massa do dispositivo e atrasar o seu lançamento.

Uma coisa é certa: ele não vai ser na parte traseira do dispositivo. As opções possíveis para a instalação do sensor biométrico são três, na realidade: em algum ponto da tela com o vidro mais fino, fazer um furo no visor para colocá-lo ou usar tecnologia capacitiva ou de infravermelho em um sensor integrado à tela.

Outras informações

A previsão do analista é que a Apple tenha um valor inicial de venda do iPhone 8 de 46 milhões de unidades, quantia um pouco abaixo da previsão de Wall Street. Arcuri não soube dar mais detalhes sobre o lançamento dos outros dois modelos que a Apple pretende colocar no mercado ainda em setembro, o iPhone 7s e o 7s Plus.

Caso as previsões e informações do analista estiverem certas, o iPhone 8 deve ficar apenas para outubro ou novembro e a Apple vai ter que contar apenas com os outros dois dispositivos para alavancar as vendas no terceiro trimestre do ano.

via Novidades do TecMundo

Vazamento revela iPhone 8 com mudanças drásticas de design

(Reprodução/Reprodução)

Um novo vazamento de imagens do iPhone 8 reforça um dos principais rumores sobre o smartphone topo de linha da Apple. A loja britânica de eletrônicos MobileFun, a mesma que vazou o design do Galaxy S8 e confirmou o visual do iPhone 7, listou uma capa de proteção para o iPhone 8 em seu site, revelando que o dispositivo terá uma “tela infinita”.

A foto do protetor de tela de vidro temperado mostra o novo iPhone com uma tela alongada de 5,8 polegadas que cobre praticamente toda a parte frontal do aparelho – há um pequeno espaço no topo da tela para a câmera selfie e os sensores.

Esses novos sensores indicam que o aparelho pode ter uma tecnologia de reconhecimento facial, que serviria para desbloquear a tela.

Recentemente, a Apple comprou a RealFace, uma empresa israelense que desenvolve tecnologias de biometria facial. A concorrente Samsung adicionou um recurso similar ao Galaxy S8, seu smartphone topo de linha.

A descrição do produto da MobileFun ainda afirma que a capa suporta 3D Touch e fornece proteção de ponta a ponta para a tela do iPhone 8. O acessório também vem com uma borda curva, o que apoia o rumor de que o novo smartphone teria tela OLED plana – aliás, segundo o jornal japonês Nikkei, a Apple teria encomendado 70 milhões de telas OLED da Samsung.

Ainda falando em OLED, a Apple deve usar essa tecnologia para tornar o “recorte” no topo do smartphone menos visível. Isso porque o OLED é formado por pixels individuais que são capazes de se desligar completamente, produzindo, assim, imagens com preto profundo.

Desde o início de junho, imagens conceituais do iPhone 8 com uma “tela infinita” já circulavam pela internet. Um vazamento revelado pelo site iDrop News comparava as telas do novo iPhone com as do iPhone 7 e do iPhone 7 Plus, mostrando como o display infinito cobria quase toda a frente do gadget.

A empresa de Cupertino ainda não revelou como será a configuração ou o design do iPhone 8. Especialistas esperam que o smartphone da marca seja revelado em setembro, ou seja, daqui três meses. O anúncio irá marcar os dez anos do lançamento do primeiro iPhone, em 2007.

O vídeo abaixo, publicado na conta do Twitter de Benjamin Gesken, um usuário que costuma revelar vazamentos, mostra como é a capa de proteção:

Conteúdo publicado originalmente em EXAME.com

 

via Superinteressante

O iPhone 8 ainda nem saiu, mas claro que já tem um clone chinês

O iPhone 8 — que pode nem se chamar assim no fim das contas — é um dos lançamentos mais aguardados do ano. Afinal, o smartphone é o modelo comemorativo de dez anos da linha da Apple e deve trazer um design diferenciado com funcionalidades únicas.

Só que a revelação dele deve acontecer apenas em setembro. Até lá, só nos resta aguardar… Ou conferir essa cópia chinesa e claramente falsa do aparelho.

O vídeo postado pelo usuário Slashleaks até tenta enganar com o título “Vídeo de hands on do iPhone 8”, mas não tem jeito: claramente, trata-se de um clone chinês, possivelmente rodando Android. Infelizmente, como o dispositivo nem aparece ligado, não sabemos nem se ele é funcional ou se será vendido como uma versão alternativa do original. Confira:

VIDEO

Ao tentar adivinhar o design do smartphone, ele acaba pegando um vazamento antigo, mas com características que rumores ainda trazem a respeito do modelo. Note, por exemplo, como a traseira tem uma câmera com design vertical na lateral esquerda (a do iPhone 7 era na horizontal) e as bordas foram afinadas (mas nem tanto).

O que mais entrega a cópia é a presença do leitor biométrico na traseira, em vez do Touch ID na frente. Especula-se até que o display inteiro servirá como método de desbloqueio via digitais no novo smartphone da Apple. De qualquer forma, o jeito é aguardar até setembro deste ano para a revelação do iPhone 8 de verdade — e cuidar para não cair em armadilhas como essa.

via Novidades do TecMundo

O que está por trás dos suicídios nas fábricas de iPhone?

Foxconn

As péssimas condições de trabalho nas fábricas de produtos da Apple não são novidade, mas um novo relatório mostra, na China, o que os funcionários da Foxconn vêm enfrentando ao longo dos últimos anos. O local se tornou destaque nesta terça-feira (20) não só pelo seu grande número de empregados (cerca de 400 mil), mas também pelas polêmicas que surgiram por conta da intensa produtividade a que os colaboradores são submetidos. De acordo com informações divulgadas pelo The Guardian, a fábrica atende clientes para a fabricação de consoles como PlayStation 4 e Xbox 360, câmeras GoPro, entre outros. Mas, ao que tudo indica, o maior cliente é a Apple, que utiliza a companhia para a montagem dos iPhones.

Em 2010, a empresa enfrentou uma crise na mídia internacional por conta de um número elevado de suicídios entre seus trabalhadores. Na época, o próprio Steve Jobs afirmou estar ciente dos casos. Apesar das 14 mortes e 18 tentativas de suicídio relatadas, o sigilo com que a fábrica lidou com a situação não permitiu que tudo fosse esclarecido. Na verdade, adentrar a área industrial é praticamente impossível, mas Brian Merchant, jornalista do The Guardian, conseguiu se infiltrar no território de 3 quilômetros quadrados.

De acordo com o repórter, a Foxconn é um ambiente devastador. "Sem sorrisos, sem piadas. É como se os trabalhadores não tivessem alma", relatou. "Tudo acontece por conta do imenso estresse, longas horas de trabalho e promessas não cumpridas pela administração, que repetidamente se comprometeu a empreender melhorias e o pagamento das horas extras", completou Merchant. Segundo suas observações, os trabalhadores da fábrica devem fabricar, no mínimo, 600 dispositivos diariamente. Para isso, os funcionários praticamente vivem dentro das instalações, compartilhando pequenos quartos com 7 pessoas.

Para se ter dimensão de quão alarmante é a situação, em 2012 um grupo de 150 trabalhadores subiu em um dos telhados ameaçando cometer suicídio em massa para protestar contra as condições de trabalho do local. A empresa ofereceu melhorias, mas, aparentemente, tudo não passou de promessas para evitar as mortes. Xu, um ex-trabalhador que acompanhou Merchant durante sua jornada, contou um pouco de sua experiência na Foxconn. "Não é a culpa da Apple, é culpa da Foxconn", defendeu. Apesar disso, Xu afirma que "ninguém pode mudar nada. Nada nunca vai ficar melhor."

O ex-funcionário relatou, ainda, que os números de suicídio que circulam pela imprensa são falsos, pois, segundo ele, há muito mais casos do que se imagina. Diante de toda a repercussão, a Foxconn frequentemente oferece acordos, mas que aparentemente nunca são cumpridos. De acordo com a reportagem, Tim Cook, atual CEO da Apple, chegou a visitar a fábrica em 2011 para definir políticas para garantir melhores condições para os trabalhadores, mas parece que, mesmo depois de seis anos, não houve qualquer melhora. "Não é um bom lugar para os seres humanos", finalizou Xu.

Fonte The Guardian

via Canaltech