Google vai deixar qualquer um adicionar imagens ao Street View

Em um futuro não tão distante, o Google vai deixar qualquer um (com o equipamento certo) adicionar imagens ao Street View, contribuindo com o mapeamento de ruas na plataforma. É só acoplar uma câmera 360º certificada no seu carro, por exemplo, e sair por aí tirando as fotos. Como o próprio carro do Google faz:

Há 10 anos, quando o Street View foi lançado, as câmeras em 360º não eram tão difundidas – e até o próprio Google fazia gambiarras, como essa que você vê acima. Agora, o mercado já está muito mais evoluído e por que não deixar qualquer um contribuir com as imagens?

A primeira câmera autorizada pelo Google para produzir essas imagens é a Insta360 Pro, capaz de capturar fotos com resolução 8K em até 5 frames por segundo e estabilização em tempo real. Esse tipo de gravação será adicionado à câmera por atualização de software especialmente para o Street View.

Não é qualquer câmera que pode produzir esse conteúdo: a Insta360 Pro vem com um acessório USB para registrar as informações de GPS às imagens capturadas automaticamente. Dessa forma, o Google consegue saber exatamente onde a foto foi tirada para comparar com os dados do servidor do Street View.

Até agora, a Insta360 Pro é a única câmera certificada pelo Google para essa contribuição – e ela custa US$ 3.499! As especificações para qualquer produto entrar nessa categoria podem ser encontradas aqui. Conforme esse modelo Street View ready vai sendo testado, espera-se que o Google firme parceria com mais empresas e a cobertura global do Street View aumente ainda mais.

Google vai deixar qualquer um adicionar imagens ao Street View

via Tecnoblog

Imagens vazadas do Huawei Mate 10 Pro mostram um aparelho ousado

O famoso perfil do Twitter de Evan Blass acaba de nos trazer mais um vazamento bastante antecipados pelos fãs da Huawei. Estamos falando de nada menos do que o Huawei Mate 10 Pro, que teve uma imagem mostrando tudo o que podemos querer ver do visual e das cores disponíveis do aparelho.

Basta um primeiro olhar para que fique claro que o novo smartphone traz um design bastante interessante. Embora não seja nenhuma grande inovação para o mundo dos celulares, a empresa resolveu apostar em um design extremamente limpo e elegante, com câmeras duplas Leica e um leitor de digitais cuidadosamente posicionados na traseira do dispositivo.

Como resultado, temos um dispositivo que, como dito pelo próprio Blass, tem dividido opiniões na parte estética, sendo uma questão de “ame ou odeie”.

Considerando que esses são rumores, é claro, sempre é bom ficar com um pé atrás da novidade até a revelação do aparelho em si – mesmo que uma imagem dessas pareça tão verossímil quanto possível. Por sorte, com o evento em que conheceremos a série Mate 10 a apenas duas semanas de distância, é só ter um pouquinho de paciência.

Cupons de desconto TecMundo:

via Novidades do TecMundo

Huawei Mate 10, o smartphone com chip dedicado a IA, aparece em imagens vazadas

A Huawei está próxima de apresentar seu novo smartphone topo de linha, que irá concorrer com os principais dispositivos Android do mercado. Como já era sabido, o Huawei Mate 10 será apresentado oficialmente no dia 16 de outubro, mas muitos vazamentos e informações já nos adiantam como deverá ser o novo dispositivo da terceira maior fabricante de smartphones do mundo.

Evan Blass, famoso por revelar informações em primeira mão antes de vários lançamentos de dispositivos, publicou em seu perfil no Twitter (@evleaks) algumas imagens de como será o Mate 10. Nelas, é possível ver que a fabricante chinesa lançará o Mate 10 em três cores diferentes e que seu design lembra muito os novos Galaxy Note 8, Galaxy S8 e LG V30, que possuem poucas bordas e uma tela bastante ampla.

Na parte traseira, a câmera dupla está posicionada na parte superior do sensor biométrico de impressão digital e em cima de uma tonalidade mais clara da carcaça do aparelho. Na parte inferior está o logo da Huawei, assim como na parte frontal, que ainda conta com um alto-falante e o sensor da câmera. Em uma foto mais aproximada da câmera traseira, é possível descobrir que se trata de um módulo da empresa Leica, com uma lente Summilux-H de abertura f/1.6. Os sensores que formam a câmera traseira são de 12 e 20 megapixels e a câmera frontal é de 8 megapixels.

Outro destaque do Mate 10 é o seu processador Kirin 970, produzido pela própria Huawei e que possui um chip associado dedicado apenas a inteligência artificial, chamado de Neural Processing Unit ou NPU. As demais configurações incluem 6 GB de RAM, opções de 64 GB e 128 GB de espaço para armazenamento interno, tela LCD de 6 polegadas, resolução 2.880 x 1.440 pixels e uma bateria de 4.000 mAh.

A expectativa da Huawei é que seu novo smartphone possa enfrentar de igual os principais concorrentes Android, já que apresenta um design que passou a ser tendência no mercado e especificações técnicas atraentes. O Mate 10 virá em três versões: o modelo Lite, o modelo regular chamado apenas de Mate 10 e o modelo Pro. Resta saber agora qual será o preço que a Huawei pretende comercializar estes modelos, algo que devemos descobrir apenas durante o lançamento do dispositivo no próximo dia 16.

via Canaltech

Imagens vazadas revelam alguns dos recursos novos do Android Messages

Caso você ainda não tenha abandonado o sistema de troca de mensagens via SMS em seu aparelho móvel, a Google parece estar guardando novidades interessantes para o Android Messages.

Trata-se de um aplicativo que trabalha com mensagens SMS, desenvolvido pela própria gigante das buscas, cuja principal finalidade é oferecer uma solução muito mais prática e acessível em relação à ferramenta nativa de aparelhos Android.

De acordo com o relatório do AndroidCentral, alguns recursos novos e muito úteis devem chegar ao aplicativo em um "futuro próximo". Entre as principais novidades estão a nova ferramenta de ‘Respostas Inteligentes’ (Smart Replies) e um visual remodelado do recurso de anexar conteúdos.

A função ‘Respostas Inteligentes’ já havia sido mencionada por outros rumores, embora nenhum detalhe ou imagem tenham sido publicadas. Desta vez, foi divulgada screenshots do novo recurso. Confira a seguir:

Recurso de ‘Respostas Inteligentes’ do Android Message (Reprodução: AndroidCentral)

A ferramenta consiste em um sistema que sugere três mensagens geradas automaticamente de acordo com o contexto da conversa, evitando a utilização constante do teclado do aparelho. Vale lembrar que esta função também está presente o app de mensagens Allo.

O outro recurso revelado nas imagens vazadas são os de inclusão de anexos nas mensagens SMS, que oferece opções para adicionar adesivos, tirar uma foto, enviar uma imagem, gravar uma mensagem de voz e compartilhar a sua localização atual.

Caption

A julgar pelas imagens, a sensação é de que a mudança visual organiza melhor a forma como os anexos são adicionados às mensagens.

Até o momento não há nenhuma informação sobre quando esta atualização será colocada no ar. Mas o aplicativo Android Messages já está disponível na Google Play.

via Canaltech

Imagens vazadas mostram como seria o Galaxy S8 na opção preto brilhante

Quem está acompanhando todas as notícias referentes ao Galaxy S8 pode ter se deparado com a informação de que ele deve chegar às lojas trazendo sete cores diferentes (dourado, prata, preto brilhante, preto fosco, azul, orquídea e rosa). Com esses dados em mãos, há uma chance de que alguns tenham ficado curiosos para saber como seriam algumas delas, e as imagens que trazemos a seguir mostram uma dessas opções.

Na galeria que apresentamos abaixo é possível ver o modelo preto brilhante por alguns ângulos diferentes. É possível dizer que ele até lembra um pouco o iPhone 7 com acabamento Jet Black, e as imagens também permitem ver o logo da Samsung na parte traseira, a câmera e o leitor de digitais.

Por falar em vazamento, essa não é a primeira vez que a rede recebe informações que possivelmente seriam divulgadas apenas em um momento mais oportuno. Já tivemos outras fotos rodando a rede anteriormente, bem como a chance de ver o Galaxy S8 e o Galaxy S8 Plus rodando lado a lado.

Vale lembrar, o aparelho deve chegar às lojas equipado com uma tela Super AMOLED e duas possibilidades para processador: Snapdragon 835 ou Exynos 9 Series 8895, e trará a Bixby como assistente virtual.

via Novidades do TecMundo

Atualização do Apple Maps traz imagens de satélite do novo campus da Maçã

Apple Park no Maps

Prestes a inaugurar, em abril, o Apple Park, seu novo campus em Cupertino, Califórnia, a Maçã recentemente atualizou seu aplicativo de mapas para iOS, Apple Maps, com imagens de satélite da nova infraestrutura.

Através do aplicativo, é possível obter algumas belas imagens em 3D do Apple Park. As imagens de satélite, no entanto, não estão completamente atualizadas com as imagens feitas por drones, recentemente. Por exemplo, os painéis solares no telhado do edifício principal não estão completamente instalados nas imagens da Apple, ao contrário das imagens dos drones.

Auditório Steve Jobs Theater

Outra coisa que vale a pena notar é que a vista "Map" do novo campus ainda é relativamente escassa. Além disso, o "Steve Jobs Theater", novo auditório onde serão realizados super eventos da Maçã, também está agora listado como um local, embora sem informações muito específicas.

Você pode conferir as imagens do Apple Park no Apple Maps em qualquer dispositivo iOS ou macOS.

Fonte: (Via) 9to5Mac

via Canaltech

Veja as imagens do launcher e ícones usados no Samsung Galaxy S8

Além de imagens do próprio aparelho, agora poderemos dar uma olhada na skin que a Samsung vai colocar sobre o Android do Galaxy S8. Batizada de Samsung Experience — para abandonar totalmente a TouchWiz —, a skin vai rodar sobre o Android 7.0 Nougat nos novos smartphones tops de linha da marca.

As imagens apareceram na última versão do APK da aplicação Smart Switch, da Sammy. Mesmo que as screenshots não estejam em alta resolução, é possível notar que a fabricante terá uma abordagem de cantos arredondados para os ícones. Além disso, a interface de usuário parece estar mais limpa e minimalista, quando comparada com a versão anterior.

Os novos Galaxy S8 e Galaxy S8 Plus devem ser apresentado oficialmente no dia 29 de março. Já as primeiras unidades devem chegar ao mercado a partir do dia 21 de abril, segundo um novo relato.
Para saber mais detalhes sobre os smartphones, clique aqui. Abaixo, você vê a interface e os ícones.

Interface

UI

Ícones

via Novidades do TecMundo

Após atualização, Adobe Lightroom para celular captura imagens HDR em RAW

O Adobe Lightroom já está disponível para Android e iOS há algum tempo, e uma atualização disponibilizada para ambos os sistemas neste mês incluiu uma adição que provavelmente era aguardada por muitos usuários: a possibilidade de capturar imagem em HDR como arquivos RAW.

Segundo informações divulgadas, agora o software ganhou a capacidade de escanear o objeto antes de ser determinada a exposição e o alcance daquilo que se deseja fotografar. Após esse procedimento, são capturadas três fotos no formato DNG RAW, e posteriormente o software usa seus algoritmos para realizar todos os procedimentos necessários antes de entregar a imagem RAW em 32 bit.

A Adobe diz que o material obtido com a versão do Lightroom para dispositivos móveis possui a mesma qualidade que a vista quando a Adobe Camera Raw e o Lightroom são utilizados em suas versões para desktop.

Adicionais para iOS

Outro detalhe mencionado pela Adobe é o fato de que os usuários do sistema da Maçã vão poder exportar arquivos originais entre a edição destinada aos dispositivos móveis e a utilizada nos navegadores. Também há a possibilidade de usar gestos para mover a tela com o intuito de dar notas às fotografias, bem como recorrer ao recurso Notification Center para acessar a câmera do aplicativo.

via Novidades do TecMundo

Imagens comparam tamanho do Galaxy S8 e S8+ com outros aparelhos

Samsung Galaxy S8

Depois de tantas imagens vazadas nas últimas semanas, parece que não há mais nenhum mistério sobre como será a aparência do próximo smartphone top de linha da Samsung, o Galaxy S8. Com isso, outras fontes de mercado agora estão aproveitando para fazer comparações. Um deles resolveu comparar o tamanho do novo aparelho com outras edições da linha.

O OnLeaks, famoso perfil do Twitter que divulga em primeira mão diversas notícias do mercado mobile, postou em sua conta uma imagem que compara o tamanho físico do Galaxy S8 e Galaxy S8 Plus com o Galaxy S6, Galaxy S7, e o Galaxy Note 7. Além disso, ele comparou o tamanho do futuro aparelho com seus concorrentes diretos, o Apple iPhone 7 e iPhone 7 Plus.

Conforme é possível ver nas fotos, o Galaxy S8 possui um comprimento menor que o Galaxy Note 7, enquanto o S8 Plus já apresenta dimensões maiores. Em comparação com o S7 e o S6, é possível ver claramento como o novo aparelho é maior.

Em comparação com os aparelhos da Apple, o Galaxy S8 tradicional tem dimensões significamente maiores que o iPhone 7 convencional. Entretanto, comparando o Galaxy S8 Plus com o iPHone 7 Plus, os tamanhos são praticamente iguais, o que pode ser interessante, já que serão concorrentes diretos no segmento high-end.

Até o momento, a Samsung não deu informações oficiais sobre as especificações do aparelho, mas rumores dão conta que o Galaxy S8 virá em duas versões diferentes: uma "normal", com display Super AMOLED de 5,8 polegadas; e outra maior com painel Super AMOLED de 6,2 polegadas. Debaixo do capô, os aparelhos devem trazer SoC Qualcomm Snapdragon 835 e Samsung Exynos 8895, pelo menos 4 GB de memória RAM e bateria não-removível de 3.250 mAh na versão comum e de 3.600 mAh na versão Plus. No quesito fotografia, a expectativa é que o Galaxy S8 conte com um sistema duplo de câmeras com sensor de 12 megapixels e uma câmera frontal de 8 megapixels.

Claro que tudo isso é especulação e a verdade virá à tona somente no dia 29 de março, data em que o Galaxy S8 será apresentado oficialmente ao mundo – e nós, do Canaltech, estaremos lá para contar tudo.

Fonte: SamMobile

via Canaltech

13 imagens científicas que parecem obras de arte

A ciência é incrível. Você, que lê a SUPER, sabe bem disso. Sabe também que a gente se esforça ao máximo para fazer infográficos e imagens que deixem todos esses assuntos absurdamente empolgantes também visualmente atrativos. Nossa equipe de arte pena, até porque, em geral, os estudos costumam vir com imagens não tão boas. Mas, às vezes, as coisas ficam mais fáceis, e os próprios pesquisadores produzem imagens inacreditáveis. É nisso que se baseia o Wellcome Image Awards, premiação que seleciona as melhores produções fotográficas no campo da ciência.

Separamos alguns dos vencedores (e explicamos o que, de fato, estão nessas imagens). Você os vê abaixo:

  • 1. Olho-de-porco

    zoom_out_map

    Esse é o olho de um porco. A imagem mostra em detalhes as veias que circundam o órgão e trazem sangue (e energia) para os músculos que controlam a região. Ainda é possível ver em detalhes a abertura para entrada de luz. As veias menores ganharam um belo zoom – se fossem representadas em tamanho real, mediriam 0,02 mm.

    1/13 Esse é o olho de um porco. A imagem mostra em detalhes as veias que circundam o órgão e trazem sangue (e energia) para os músculos que controlam a região. Ainda é possível ver em detalhes a abertura para entrada de luz. As veias menores ganharam um belo zoom – se fossem representadas em tamanho real, mediriam 0,02 mm. (PETER M. MALOCA, OCTLAB AT THE UNIVERSITY OF BASEL AND MOORFIELDS EYE HOSPITAL, LONDON; CHRISTIAN SCHWALLER; RUSLAN HLUSHCHUK, UNIVERSITY OF BERN; SÉBASTIEN BARRÉ/Divulgação)

  • 2. Placentas

    zoom_out_map

    Essas são placentas de ratos com idades variando entre 12 e 20 dias. A imagem ajuda a entender com que tipo de células essas estruturas são formadas. Os pontinhos azuis, representam núcleos que guardam e controlam o DNA. Os vermelhos mostram as veias; os verdes sinalizam onde estão as células-tronco.

    2/13 Essas são placentas de ratos com idades variando entre 12 e 20 dias. A imagem ajuda a entender com que tipo de células essas estruturas são formadas. Os pontinhos azuis, representam núcleos que guardam e controlam o DNA. Os vermelhos mostram as veias; os verdes sinalizam onde estão as células-tronco. (SUCHITA NADKARNI, WILLIAM HARVEY RESEARCH INSTITUTE, QUEEN MARY UNIVERSITY OF LONDON)

  • 3. Papagaio-cinzento

    zoom_out_map

    Acorda, menina! Não é o Loro José, mas é um primo dele: o papagaio-cinzento, da África. Aqui, pesquisadores conseguiram, por meio de uma ressonância magnética, captar em detalhes por onde o sangue do animal circula.

    3/13 Acorda, menina! Não é o Loro José, mas é um primo dele: o papagaio-cinzento, da África. Aqui, pesquisadores conseguiram, por meio de uma ressonância magnética, captar em detalhes por onde o sangue do animal circula. (SCOTT BIRCH AND SCOTT ECHOLS)

  • 4. Pele de gato

    zoom_out_map

    Não, não é uma pintura modernista, isso é um pedaço de pele de gato – 12 mm de pele de gato para ser mais exato. A ideia dos pesquisadores era visualizar melhor como funcionam as camadas da pele do animal, dessa forma conseguimos ver as veias (em preto) e os pelos se projetando para fora do bichano (em amarelo).  A parte mais grossa, que parece um espinho, é uma vibrissa (o bigodinho do gato) – a alta quantidade de sangue visualizada na região, explicita o porque essa área é tão sensível e útil na orientação espacial do animal.

    4/13 Não, não é uma pintura modernista, isso é um pedaço de pele de gato – 12 mm de pele de gato para ser mais exato. A ideia dos pesquisadores era visualizar melhor como funcionam as camadas da pele do animal, dessa forma conseguimos ver as veias (em preto) e os pelos se projetando para fora do bichano (em amarelo).  A parte mais grossa, que parece um espinho, é uma vibrissa (o bigodinho do gato) – a alta quantidade de sangue visualizada na região, explicita o porque essa área é tão sensível e útil na orientação espacial do animal.

  • 5. Retina de rato

    zoom_out_map

    Isso é a retina de um rato. Com essa imagem dá para ter uma noção do quão complexo é o sistema visual dele. Em azul, estão definidas as veias; em vermelho ou verde, os nervos. Para conseguir esse resultado, os pesquisadores tiraram 400 fotos, e depois juntaram-nas em uma só imagem.

    5/13 Isso é a retina de um rato. Com essa imagem dá para ter uma noção do quão complexo é o sistema visual dele. Em azul, estão definidas as veias; em vermelho ou verde, os nervos. Para conseguir esse resultado, os pesquisadores tiraram 400 fotos, e depois juntaram-nas em uma só imagem. (GABRIEL LUNA, NEUROSCIENCE RESEARCH INSTITUTE, UNIVERSITY OF CALIFORNIA, SANTA BARBARA)

  • 6. Hawaiian Bobtail Squid

    zoom_out_map

    Esse é um <i>Euprymna scolopes</i>, um polvinho que vive no Oceano Pacífico, perto do Havaí. O animal tem uma estratégia incomum de sobrevivência: de dia, se enterra na areia; de noite possui luz própria, quer dizer, mais ou menos. Essa parte branca dentro da cabeça dele brilha no escuro, são bactérias fluorescentes que vivem dentro do animal. A bolinha no centro de sua cabeça, por sua vez, é uma bolsa de tinta. Dessa forma, ele repara quanto de luz chega ao fundo do mar, e controla seu brilho próprio cobrindo as bactérias com tinta. Quando rola o equilíbrio perfeito, ele fica invisível para seus predadores – e de quebra pode sair para caçar.

    6/13 Esse é um Euprymna scolopes, um polvinho que vive no Oceano Pacífico, perto do Havaí. O animal tem uma estratégia incomum de sobrevivência: de dia, se enterra na areia; de noite possui luz própria, quer dizer, mais ou menos. Essa parte branca dentro da cabeça dele brilha no escuro, são bactérias fluorescentes que vivem dentro do animal. A bolinha no centro de sua cabeça, por sua vez, é uma bolsa de tinta. Dessa forma, ele repara quanto de luz chega ao fundo do mar, e controla seu brilho próprio cobrindo as bactérias com tinta. Quando rola o equilíbrio perfeito, ele fica invisível para seus predadores – e de quebra pode sair para caçar. (MARK R SMITH, MACROSCOPIC SOLUTIONS)

  • 7. Chip no cerebro

    zoom_out_map

    Células-tronco cerebrais têm o poder de virar quaisquer tipos de células existentes no sistema nervoso. A imagem dá uma ideia desse poder. As células são esse punhado rosa no meio, enquanto o que você vê em verde são fibras que elas criaram. Tudo isso em apenas duas semanas. Essa foto, em específico, ainda tem um bônus: faz parte do projeto <em>Human on a Chip</em>, que é contra testes de medicamentos em animais. Eles tentam recriar órgãos (ou parte deles) em laboratório, para que os experimentos não machuquem um ser completo, mas apenas um punhado de células.

    7/13 Células-tronco cerebrais têm o poder de virar quaisquer tipos de células existentes no sistema nervoso. A imagem dá uma ideia desse poder. As células são esse punhado rosa no meio, enquanto o que você vê em verde são fibras que elas criaram. Tudo isso em apenas duas semanas. Essa foto, em específico, ainda tem um bônus: faz parte do projeto Human on a Chip, que é contra testes de medicamentos em animais. Eles tentam recriar órgãos (ou parte deles) em laboratório, para que os experimentos não machuquem um ser completo, mas apenas um punhado de células. (COLLIN EDINGTON AND IRIS LEE, © MASSACHUSETTS INSTITUTE OF TECHNOLOGY (MIT))

  • 8. Veias de pomba

    zoom_out_map

    Essas são as veias de uma pomba. Para conseguir esse resultado, os pesquisadores aplicaram um contraste que aparece em exames de ressonância magnética. É interessante notar que o bicho possui muitas veias no pescoço porque isso o ajuda a regular sua temperatura corporal (e a se adaptar a diferentes climas).

    8/13 Essas são as veias de uma pomba. Para conseguir esse resultado, os pesquisadores aplicaram um contraste que aparece em exames de ressonância magnética. É interessante notar que o bicho possui muitas veias no pescoço porque isso o ajuda a regular sua temperatura corporal (e a se adaptar a diferentes climas). (SCOTT ECHOLS, SCARLET IMAGING AND THE GREY PARROT ANATOMY PROJECT)

  • 9. Medula espinhal

    zoom_out_map

    Isso é um tubo neural de um rato. É uma estrutura embrionária que, nos humanos, surge com apenas 1 mês de gestação e,  futuramente, se transforma em outras partes do corpo. Aqui, você vê três áreas destacadas (em azul) no tubo. A da esquerda mostra o que virá a se tornar o cérebro, a coluna e os nervos do ratinho. Na do meio, você vê a mesoderme, que origina os órgãos internos;  a da direita mostra a ectoderme, que se transforma em pelos, dentes e peles.

    9/13 Isso é um tubo neural de um rato. É uma estrutura embrionária que, nos humanos, surge com apenas 1 mês de gestação e,  futuramente, se transforma em outras partes do corpo. Aqui, você vê três áreas destacadas (em azul) no tubo. A da esquerda mostra o que virá a se tornar o cérebro, a coluna e os nervos do ratinho. Na do meio, você vê a mesoderme, que origina os órgãos internos;  a da direita mostra a ectoderme, que se transforma em pelos, dentes e peles.

  • 10. MicroRNA

    zoom_out_map

    Pequenas sequências genéticas chamadas microRNA são apontadas como possíveis terapias para o câncer no futuro. Isso porque essas estruturas são responsáveis pelo encolhimento e funcionamento das células. O grande problema é como fazer para que elas atinjam especificamente o câncer. Pesquisadores do MIT, então, desenvolveram um polímero para envolver as células cancerígenas e fixar os microRNAs nelas. É isso que a imagem mostra, o novo material com os fragmentos genéticos inseridos.

    10/13 Pequenas sequências genéticas chamadas microRNA são apontadas como possíveis terapias para o câncer no futuro. Isso porque essas estruturas são responsáveis pelo encolhimento e funcionamento das células. O grande problema é como fazer para que elas atinjam especificamente o câncer. Pesquisadores do MIT, então, desenvolveram um polímero para envolver as células cancerígenas e fixar os microRNAs nelas. É isso que a imagem mostra, o novo material com os fragmentos genéticos inseridos.

  • 11. Peixe-zebra

    zoom_out_map

    Isso é um embrião de peixe-zebra modificado geneticamente. Os pesquisadores da Universidade de Londres alteraram os genes do animal para que partes específicas dele ficassem fluorescentes – a ideia é ajudar a identificar como funcionam as membranas do bicho, usadas por ele para analisar o movimento das águas ao seu redor (é assim que ele percebe que está sendo seguido por predadores, por exemplo).

    11/13 Isso é um embrião de peixe-zebra modificado geneticamente. Os pesquisadores da Universidade de Londres alteraram os genes do animal para que partes específicas dele ficassem fluorescentes – a ideia é ajudar a identificar como funcionam as membranas do bicho, usadas por ele para analisar o movimento das águas ao seu redor (é assim que ele percebe que está sendo seguido por predadores, por exemplo). (Ingrid Lekk and Steve Wilson, University College London)

  • 12. Massa branca

    zoom_out_map

    O que você está vendo é uma porção de massa branca. Essa é a parte do cérebro responsável por ligar outras regiões do órgão. Na imagem, o cérebro está fazendo ligações relativas à linguagem e fala. Para produzir esse tipo de foto, o autor usou ressonância magnética para captar o movimento das moléculas de água pelo cérebro.

    12/13 O que você está vendo é uma porção de massa branca. Essa é a parte do cérebro responsável por ligar outras regiões do órgão. Na imagem, o cérebro está fazendo ligações relativas à linguagem e fala. Para produzir esse tipo de foto, o autor usou ressonância magnética para captar o movimento das moléculas de água pelo cérebro. (Stephanie J Forkel and Ahmad Beyh, Natbrainlab, King’s College London; Alfonso de Lara Rubio, King’s College London)

  • 13. Iris clip

    zoom_out_map

    A foto mostra uma lente inserida cirurgicamente na íris de um paciente de 70 anos. Esse tipo de procedimento é feito para tratar problemas oculares musculares, como a miopia.

    13/13 A foto mostra uma lente inserida cirurgicamente na íris de um paciente de 70 anos. Esse tipo de procedimento é feito para tratar problemas oculares musculares, como a miopia. (Mark Bartley, Cambridge University Hospitals NHS Foundation Trust)

via Superinteressante