Amazon leva sua assistente de voz Alexa para o iPhone

Alexa iPhone

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (16) que a Alexa, sua assistente digital controlada por voz que normalmente é encontrada em seus próprios dispositivos, agora também poderá ser utilizada em iPhones.

Já houveram maneiras de obter a Alexa no seu iPhone antes, mas agora temos uma solução oficial da Amazon. A partir da próxima semana, os usuários dos EUA poderão utilizar a assistente através do principal aplicativo de compras da Amazon – basta tocar no ícone do microfone localizado dentro da barra de pesquisa.

Quase tudo o que os proprietários do Echo se acostumaram a perguntar à Alexa agora estará disponível no mesmo aplicativo que milhões usam para comprar itens de higiene, livros e outros produtos. Os usuários poderão inclusive usar a Alexa para comprar itens na Amazon.com.

Muito parecido com a Siri, os usuários podem usar a Alexa para fazer quantas perguntas quiserem sobre figuras históricas, eventos, música, esportes e muito mais. Além disso, a assistente de voz também pode fornecer informações pertinentes sobre notícias atuais, tempo e tráfego.

Por fim, a assistente de voz pode ainda exibir livros da sua biblioteca do Kindle ou reproduzir músicas da Amazon Music Unlimited e Prime Music. Os membros do Amazon Prime podem reproduzir playlists, estações e mais de dois milhões de músicas gratuitamente.

Fonte: Amazon

via Canaltech

Amazon deixa vazar a data de lançamento do Xperia XZ Premium

Ao apresentar o Xperia XZ Premium durante o MWC, a Sony não divulgou qual é a data oficial de lançamento do produto. No entanto, graças à Amazon, já é possível saber que não vai ser preciso esperar tanto para poder conferir o smartphone, que chega às prateleiras do Reino Unido a partir do início de junho.

Ao menos no site da grande varejista online, o produto está listado somente em sua cor preta — mais opções devem surgir em questão de pouco tempo. Nomes como a Clove e a Unlocked-mobile também estão trabalhando com essa previsão de lançamento, o que significa que não deve demorar muito até que uma data seja oficializada.

Entre os elementos que chamam atenção no smartphone está a presença do chipset Snapdragon 835, que só surgiu nele durante o MWC 2017. O gadget também vai contar com uma câmera Motion Eye capaz de gravar filmes em câmera lenta na resolução 4K, o que deve ajudar a chamar a atenção de quem procura por boas soluções fotográficas para quem pretende investir em um smartphone top de linha.

via Novidades do TecMundo

Nintendo Switch deve ter em breve acesso ao Netflix, Hulu e Amazon Video

Nintendo Switch

Parece que a Nintendo mudou de ideia em relação ao Switch ter outras opções de entretenimento além dos jogos. Em janeiro, a companhia afirmou que o suporte do console para serviços de streaming estava em consideração apenas para uma atualização futura, já que o seu foco está nos jogos.

No entanto, a companhia deve antecipar esta novidade. Nesta quarta-feira (8), Reggie Fils-Aime, COO da Nintendo America, reiterou em entrevista para o The Washington Post que há interesse em oferecer esse recurso no console.

O executivo revelou, inclusive, que a Nintendo já está em conversações com empresas de streaming de vídeo, como Netflix, Hulu, Amazon, para que seus serviços possam ser acessados dentro do ambiente do Switch, mas não ofereceu nenhum cronograma nesse sentido.

De acordo com ele, “esses (serviços) não são diferenciais. O que nos diferencia é a forma como você joga com o Nintendo Switch e aquilo que você pode jogar. E isso continuará sendo nosso foco no futuro enquanto nós continuamos conduzindo essa plataforma”.

Sucesso de vendas

Lançado no dia 3 de março, o Nintendo Switch tem se comportado muito bem em termos de vendas. Menos de uma semana após seu lançamento, o Switch já é o console a vender mais rápido na história da companhia japonesa.

A afirmação também foi feita por Fils-Aime. Segundo ele, o novo videogame superou o recorde anterior estabelecido pelo Wii e estabeleceu a nova marca nos Estados Unidos. Apesar da empolgação da companhia japonesa, os números oficiais de vendas ainda não foram divulgados.

Fonte: The Washington Post

via Canaltech

Amazon adquire startup Do.com para expandir serviço de videoconferência Chime

Videoconferência

A Amazon fez mais uma aquisição para expandir os serviços de produtividade em sua divisão de nuvem AWS. A varejista comprou a Do.com, startup cuja plataforma torna reuniões mais produtivas, com o objetivo de ampliar o Amazon Chime, serviço de videoconferência e teleconferência projetado para competir com WebEx, Skype for Business e GoToMeeting.

Em fevereiro, dois dias após o lançamento do Chime, a Do anunciou que havia sido adquirida e encerraria seu serviço – incluindo suas aplicações web e móveis – no fim do mês. Apesar de não ter revelado seu comprador na época, o perfil da empresa no LinkedIn mostrava que a empresa "agora é uma parte do Amazon Chime".

Não está claro, no entanto, quais partes da Do.com serão exploradas pela AWS ou o preço que a Amazon pagou pela aquisição da startup. A AWS, que registrou US$ 3,53 bilhões em receita no último trimestre, está em uma pequena onda de compras para expandir os serviços oferecidos em cima da infraestrutura da nuvem – especificamente em áreas como produtividade e segurança.

Fonte: TechCrunch

via Canaltech

Promoção: Amazon.com.br vende Kindles com desconto de R$100 nesta semana

Válida até o domingo, 12/3, Kindle Week inclui o Kindle padrão, Paperwhite e Voyage, e também traz e-books com preços menores.

via IDG Now!

Kindle Week na Amazon BR tem descontos em eBooks e modelos de Kindle

A Amazon brasileira iniciou nesta segunda-feira (6) a “Kindle Week”, uma promoção especial para quem é dono de um leitor eletrônico da empresa e quer aumentar o acervo da biblioteca virtual. As ofertas são válidas até o dia 12 de março e envolvem R$ 100 de desconto em até 12 vezes sem juros e com frete grátis para todo o Brasil, além de promoções exclusivas em eBooks em inglês.

As compras dos Kindles podem ser feitas em até 12 vezes sem juros e com frete grátis para todo o Brasil. E vale lembrar que os eBooks podem ser lidos também no app Kindle para tablets, smartphones e PCs.

Um novo leitor

Os modelos com desconto estão listados abaixo e incluem tanto o mais básico quanto o Voyage, que pode ser considerado o Kindle “top de linha” atualmente vendido no Brasil. Clique aqui para acessar a página da promoção.

  • Kindle (de R$ 299 por R$ 199)
  • Kindle Paperwhite Wi-Fi (de R$ 479 por R$ 379)
  • Kindle Voyage (de R$ 899 por R$ 799)

eBooks em inglês e português

Durante a “Kindle Week”, é possível comprar qualquer eBook em inglês na página da promoção com R$ 10. Para isso, é só acessar este link e aplicar o cupom INGLES10 na hora da aquisição.

Além disso, a seção de eBooks em português está com mais de 5 mil títulos com descontos de até 90%. Eles incluem sucessos de venda, como “A Culpa é das Estrelas”, de John Green (R$ 24,90 por R$ 12,45), e biografias como “Will Eisner: um sonhador nos quadrinhos”, de Michael Shumacher (R$ 41,90 por R$ 8,40).

via Novidades do TecMundo

Um erro de digitação derrubou o Amazon S3 e o resto da internet

Um datacenter da Amazon no norte da Virgínia, nos Estados Unidos, apresentou problemas na terça-feira (28), quando o serviço de armazenamento S3 ficou indisponível por várias horas. A queda afetou grandes companhias que confiam na estrutura da Amazon para prover seus serviços, como Quora, Trello, Slack e Wix. Agora, a empresa de nuvem explicou a causa da falha: um erro de digitação.

Um relatório foi publicado no site do Amazon AWS para detalhar a interrupção do S3 na região US-EAST–1. Segundo a Amazon, um funcionário autorizado executou um comando de rotina às 15h37 (horário de Brasília) para remover um pequeno número de servidores do S3. No entanto, “infelizmente, uma das entradas do comando foi digitada incorretamente e o número de servidores removidos foi maior que o esperado”.

Isso gerou um efeito cascata. Primeiro, o subsistema responsável por guardar a localização e os metadados dos arquivos do S3 caiu. Depois, o subsistema que permite enviar novos arquivos para a Amazon parou de funcionar, já que ele dependia do funcionamento do primeiro. Os poucos servidores que restaram não eram suficientes para suprir a demanda do S3, por isso, o sistema teve que ser reiniciado. E enquanto o serviço era reiniciado, não havia como atender a nenhuma requisição.

O serviço foi totalmente restaurado às 18h54, mas o problema foi tão grave que gerou situações inusitadas: a Amazon não conseguia manter os clientes informados sobre a queda no S3 por meio do Service Health Dashboard, porque o painel de controle da ferramenta ficava hospedado no S3. Até o Is It Down Right Now, que mostra quando um site está fora do ar, estava fora do ar.

A Amazon diz que fez mudanças em seus processos para evitar que o problema ocorra novamente. Agora, a ferramenta interna não permite a remoção de capacidade tão rapidamente e foi atualizada para prevenir que um funcionário consiga remover mais servidores que o possível para manter o serviço operando. Além disso, a Amazon vai auditar suas outras ferramentas para garantir que todas possuam esses mecanismos de segurança.

Felizmente, a queda no Amazon S3 não passou de um inconveniente que durou poucas horas. Mas é meio assustador quando a gente percebe a enorme quantidade de serviços que depende de uma única empresa para funcionar.

Um erro de digitação derrubou o Amazon S3 e o resto da internet

via Tecnoblog

Kindle Week na Amazon.com.br: Kindles e eBooks com descontos imperdíveis

Kindle

Começa hoje (6) a semana do livro digital na Amazon.com.br: a Kindle Week. De segunda-feira, 6 de março, a domingo, 12 de março, o site oferece descontos exclusivos para os amantes de literatura. As promoções incluem e-readers e eBooks, que também podem ser lidos em smartphones, tablets ou computadores com o aplicativo gratuito de leitura Kindle. Confira abaixo algumas ofertas da semana, ou acesse o site ofical da Kindle Week:

· Desconto de R$ 100 nos modelos Kindle (de R$ 299 por R$ 199), Kindle Paperwhite Wi-Fi (de R$ 479 por R$ 379) e Kindle Voyage (de R$ 899 por R$ 799), que podem ser parcelados em até 12 vezes sem juros (verifique as condições em http://ift.tt/2mVcY2B) e enviados com frete grátis para todo o Brasil.

· Desconto de R$ 10 em qualquer eBook em inglês na página http://ift.tt/2mJLFvm usando o cupom INGLES10.

· Mais de 5 mil eBooks com descontos de até 90%. Confira alguns dos títulos em promoção:

  • A Culpa é das Estrelas, de John Green. De R$ 24,90 por R$ 12,45
  • Depois de Você, de Jojo Moyes. De R$ 24,90 por R$12,45
  • Will Eisner: um sonhador nos quadrinhos, de Michael Shumacher. De R$ 41,90 por R$ 8,40
  • Os Pescadores, de Chigozie Obioma. De R$ 27,90 por R$ 5,60
  • Heavier than Heaven – Mais Pesado que o Céu, de Charles R. Cross. De R$ 34,30 por R$ 8,60

A Amazon.com.br oferece mais de 4 milhões de eBooks, entre eles mais de 100.000 títulos em português, além de mais de 12 milhões de livros impressos, incluindo mais de 170.000 em português. O programa Kindle Unlimited permite aos clientes escolher e ler à vontade entre mais de 1,4 milhão de livros digitais, sendo mais de 40.000 deles em português, por R$ 19,90 ao mês, com os primeiros 30 dias de graça e cancelamento fácil a qualquer momento.

Os eBooks da Loja Kindle podem ser lidos nos dispositivos Kindle e nos aplicativos de leitura Kindle gratuitos para iOS, Android, bem como computadores Mac e PC. Baixe gratuitamente o aplicativo Amazon Shopping para ter acesso a ofertas exclusivas, comparar preços, receber notificações de promoções e entrega de pedidos.

via Canaltech

Nintendo Switch, entregas da Amazon na Lua, usuários WinPhone #foreveralone e +

canaltech news

Nintendo Switch, finalmente, é lançados nos EUA // Atualização do Windows agora poderá ser agendada // Jeff bezos planeja serviço de entregas a la Amazon para a Lua // E vida amorosa dos usuários de Windows Phone é colocada em xeque.

Links relacionados

Nintendo Switch

Mais boatos sobre o iPhone 8

Atualizações do Windows 10

Amazon na Lua

Usuários do Windows Phone #foreveralone

Vídeos no app do Whatsapp

Comparativo evolutivo: Nokia 3310 (2010) vs Nokia 3310 (2017)

Pixel 2 em 2017

via Canaltech

Amazon “estragou” a internet nesta terça-feira

Amazon web services

A Amazon Web Services é uma das maiores empresas da internet, pelo menos quando se trata de hospedar diversos sistemas de empresas e serviços online na nuvem. Ou seja, se a Amazon cai, diversos players da web caem com ela. E foi isso o que aconteceu no início da tarde desta terça-feira (28).

Divesos serviços hospedados pela AWS estiveram inacessíveis devido a uma falha no data center da Amazon na Virgínia. É um dos centros de dados mais antigos da companhia, mas que ainda guarda os dados de diversas empresas grandes.

Segundo usuários, empresas como Slack, JWPlayer, SocialFlow e Imgur saíram do ar devido à queda do DC da Amazon, assim como milhares de outros sites e serviços.

De acordo com o Gizmodo, site norte-americano que também tem parte de sua operação baseada em servidores da AWS, este é um exemplo de como a internet norte-americana (e de diversos serviços globais) dependem da Amazon – e caso ela caia, a internet pode ficar debilitada em questão de minutos.

Um grande player que utiliza extensivamente os serviços da Amazon é o Netflix. Entretanto, devido ao fato que a empresa replica boa parte de seus conteúdos em diversos data centers da empresa, poucos usuários passaram por dificuldades ao utilizar esta plataforma.

De qualquer forma, o problema apresentado pela Amazon nesta terça mostra como a queda de data centers podem afetar as atuais redes e sistemas baseados em nuvem, sejam eles por falhas internas ou por ataques de fora. Vale lembrar o ataque DDoS ocorrido no ano passado contra os sistemas do provedor de DNS Dyn, que tirou diversos sistemas online do ar, afetando globalmente a internet.

via Canaltech