Warner está se preparando para retirar Friends e outras produções da Netflix

A AT&T, gigante das operadoras de TV e telecomunicações dos Estados Unidos, deve tirar as produções da Warner de serviços rivais de streaming. A companhia comprou a Warner no ano passado e já anunciou que deve lançar sua plataforma de vídeos por streaming em breve. Com isso programas como Friends e ER devem deixar o catálogo de concorrentes, principalmente a Netflix.

A informação veio diretamente do CEO da AT&T, Randall Stephenson, em entrevista ao The Dallas News. “Nós teremos de pegar vários bons conteúdos que possuímos que estão licenciados por aí e trazer de volta para nós”, informou.

Segundo Stephenson, o modelo de negócio ideal para ele não é manter conteúdos em plataformas concorrentes, mas tê-los com exclusividade em seu próprio serviço. Atualmente, a WarnerMeida conta com várias produções de sucesso não somente na Netflix, mas também na Hulu.


Baixe nosso aplicativo para iOS e Android e acompanhe em seu smartphone as principais notícias de tecnologia em tempo real.

Para o chefão, são exatamente essas exclusividades que devem fazer com que o consumidor opte por assinar sua plataforma e não as concorrentes. Por outro lado, a Netflix paga para manter produções em sua plataforma. Segundo relatórios da rede de streaming, foram investidos US$ 100 milhões em 2019 para manter Friends exclusivo em seu catálogo. Atualmente, a sitcom é um dos conteúdos mais vistos na plataforma de streaming.

Por outro lado, a exclusividade de conteúdos já é uma marca dos serviços do gênero. A Disney, desde que anunciou o lançamento de sua plataforma, passou a cancelar produções com a Netflix e anunciar exclusividades para seu serviço, com filmes da Marvel e Star Wars, por exemplo.

Rumores apontam que a AT&T deve lançar um serviço focado nos conteúdos da WarnerMedia, somente com conteúdos por demanda. A expectativa é de que a assinatura custe em torno de US$ 10 ( ~ R$ 39) e US$ 20 ( ~ R$ 79). Ainda não há informações sobre disponibilidade da plataforma no Brasil.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *