Astrônomos encontram módulo lunar da Apollo 10 depois de 50 anos

O módulo lunar conhecido como “Snoopy” foi encontrado em órbita perpétua a pouco mais de 15 quilômetros de distância da Lua, por onde tem navegado à deriva desde os últimos 50 anos. O módulo foi utilizado pela missão Apollo 10 (a que antecedeu o pouso de Neil Armstrong e Buzz Aldrin no solo Lunar em 1969), tendo sido dispensado após ajudar os astronautas Thomas P. Stanfford e Eugene A. Cernan a coletarem e analisarem dados de navegação que viriam a ser usados na histórica missão seguinte.

A busca pelo módulo perdido já perdurava aproximados 10 anos, sendo conduzida pela Royal Astronomical Society britânica, coordenada por Nick Howes e diversos técnicos que participaram das missões Apollo.

(Imagem: Reprodução/AERO Magazine)

Originalmente, o Snoopy foi conduzido pela Apollo 10 a 10 quilômetros de distância do solo lunar, onde cumpriu a coleta de dados de navegação e se juntou ao seu módulo principal (conhecido como “Charlie Brown”). Ao contrário de outras missões envolvendo essa tecnologia, o Snoopy não foi abandonado em direção à Lua, permanecendo em giro por sua órbita pelas últimas cinco décadas.


CT no Flipboard: você já pode assinar gratuitamente as revistas Canaltech no Flipboard do iOS e Android e acompanhar todas as notícias em seu agregador de notícias favorito.

Agora, especialistas argumentam que o Snoopy pode e deve ser recuperado e trazido de volta à Terra, a fim de que a NASA conduza estudos de exposição prolongada à órbita da Lua e, com isso, implemente novos recursos em missões futuras espaciais tripuladas.

Leia a matéria no Canaltech.

Trending no Canaltech:

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *