Amostras lunares armazenadas desde 1972 serão finalmente estudadas

As rochas foram preservadas pela NASA durante quase 50 anos para esperar avanços tecnológicos; nove times de cientistas continuarão os estudos da época

Há quase 50 anos, 3 amostras lunares foram armazenadas na Terra pela NASA depois das missões Apollo 15, 16 e 17; agora, esses materiais intocados serão finalmente estudados por 9 grupos de cientistas escolhidos pela instituição. O anúncio foi realizado durante um discurso sobre o orçamento da agência espacial no Centro Espacial John F. Kennedy.

Preservar as amostras foi uma espécie de investimento para o futuro. “Armazenamos intencionalmente para poder tirar vantagem das tecnologias avançadas e sofisticadas de hoje e responder a perguntas que nem sabíamos que existiam”, disse Lori Glaze, diretora interina da Divisão de Ciência Planetária, ao site oficial da NASA. Os times de cientistas realizarão pesquisas distintas e foram escolhidos no processo seletivo do programa Apollo Next Generation Sample Analysis (ANGSA).

Leia mais…

via Novidades do TecMundo

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *