Xiaomi vai investir R$ 5,4 bilhões em setor de casas conectadas

A Xiaomi já se tornou um nome conhecido no mercado de smartphones. Agora a empresa quer expandir seus negócios para outros setores, mais precisamente o de casas conectadas. Em post no blog oficial da empresa, o CEO Lei Jun informou que a Xiaomi vai investir 100 bilhões de yuan, equivalente a US$ 1,5 bilhão ou R$ 5,5 bilhões em um novo setor da companhia chamado de “AIoT”.

A sigla é relativa a uma mistura de AI, de inteligência artificial, com IoT, de internet das coisas. Ou seja, uma parte dedicada a aparelhos como smart speakers e outros itens inteligentes para casa.

“Nós vemos um futuro no qual todos os dispositivos domésticos serão conectados à internet e controlados pela voz. Uma onda de eletrodomésticos será substituída por dispositivos inteligentes. Haverá uma rede AIoT que se infiltra a cada segundo na vida das pessoas, abrangendo montanhas de usuários, tráfego e dados ”, disse Lei.

Esta movimentação também pode indicar uma tentativa da empresa de dar uma nova margem para a companhia. Atualmente, a Xiaomi é a quarta maior fabricante de smartphones do mundo, mas está focada somente nisso. A projeção é de que este mercado trabalhe em reclusão, com queda de 15% de vendas de aparelhos em comparação com 2018.

Ainda, para tentar já remediar este possível problema, a empresa quer começar endereçando novos modelos de entrada para uma nova linha. Assim, ela vai separar a sua marca entre uma linha mais potente e outra de aparelhos com configurações mais simples, tentando ainda abraçar o mercado em 2019.

É possível também que a Xiaomi invista mais no Xiaomi AI, assistente pessoal da companhia. Atualmente, ele está presente já em mais de 100 milhões de aparelhos pelo mundo.

via Canaltech

Publicado por Carlos Trentini

Eu, eu mesmo e eu, agora e nas horas vagas...

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *