Netflix tem recorde de consumo mobile para o mês de novembro

A Netflix obteve um novo recorde neste mês de novembro: segundo informações da consultoria de inteligência de apps Sensor Tower, a gigante do streaming obteve receita de US$ 86,6 milhões originados do consumo de seus serviços por meio de dispositivos móveis. Mais além, a maior parte desse valor veio de mercados internacionais, e não do consumo interno nos Estados Unidos.

A notícia vem nos calcanhares de anúncios recentes feitos pela Netflix, que diz estar desenvolvendo um método de assinatura exclusivo para usuários móveis no mercado asiático, onde sua presença de mercado é um pouco menor do que a de seus concorrentes. A Sensor Tower ressalta, porém, que os EUA ainda são os líderes de consumo da Netflix, com 57% de receita vinda de dispositivos móveis dentro do país.

Embora a liderança de mercado ainda pertença ao país norte-americano, a Sensor Tower informou que o crescimento em outros países foi maior, dadas as devidas escalas: enquanto nos EUA o crescimento de consumo móvel foi de 43% em novembro, a Alemanha trouxe 48%, o Brasil teve 49%, a Coreia do Sul vem com 52% e o Japão se destaca com impressionantes 64%. A grosso modo, a interpretação disso é: a diferença dos EUA para o resto do mundo está diminuindo consideravelmente.

No terceiro trimestre, a Netflix ganhou quase 7 milhões de novos assinantes, dos quais mais de 5 milhões vieram de mercados estrangeiros.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *