Um terço dos computadores brasileiros enfrentou ao menos uma ciberameaça em 2018

De acordo com dados da Kaspersky Lab, em 2018 foram detectados 350 mil novos vírus diariamente em nosso país. Dentre eles, o número de backdoors (usados por criminosos para acessar o PC remotamente) cresceu 44%, enquanto o volume de ransomware (tipo de ataque que pede o pagamento de um "resgate" pela devolução do acesso à máquina) aumentou em 43%.

Os dados também mostram que, de maneira preocupante, 30% dos computadores brasileiros se depararam com pelo menos uma ciberameaça em 2018, mostrando que malwares continuam sendo um perigo para o usuário brazuca. Neste ano que está se encerrando, os ransomwares e os backdoors compreenderam 3,5% e 3,7% de todos os novos arquivos maliciosos coletados até o final de outubro, representando um aumento de 43% para o ransomware e de 44% para os backdoors em relação ao mesmo período do ano passado.

De acordo com a Kaspersky, em 2011 suas tecnologias detectaram 70 mil novos vírus por dia, sendo que em 2017 esse número cresceu para 360 mil. "Em 2018, observamos uma pequena redução nas detecções diárias. Por um lado, isso pode indicar que o interesse dos criminosos em reutilizar malwares antigos se mostrou eficiente. Por outro, os picos do número de backdoors e ransomwares detectados mostram que os cibercriminosos estão sempre em busca de novas maneiras de comprometer os dispositivos das vítimas e ganhar dinheiro com isso", opina Vyacheslav Zakorzhevsky, chefe de pesquisa antimalware da Kaspersky.

A empresa também informa que suas soluções de segurança evitaram, em 2018, 1,8 bilhão de ataques realizados a partir de recursos online.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *