Aplicativo de transporte Lyft confirma a entrada no mercado de ações

Tudo sobre

Lyft


Nesta quinta-feira (6), a Lyft entrou com o processo de oferta pública inicial (OPI) na Comissão de Comércio e Segurança dos Estados Unidos (SEC), acabando com as especulações sobre quando a empresa entraria no mercado de ações.

Segundo algumas fontes da empresa revelaram à agência de notícias Reuters, a companhia deverá começar a vender suas ações no primeiro semestre de 2019, assim que a SEC revisar e aprovar a proposta. Ainda de acordo com revelações feitas à Reuters, a proposta foi redigida com ajuda dos bancos JP Morgan Chase & Co, Credit Suisse e Jeffries.

Com último valor de mercado estimado em U$ 15 bilhões, o movimento confirma a entrada da Lyft no mercado de ações antes da Uber, a grande concorrente da empresa no mercado de aplicativos de transporte, que já avisou que abrirá suas ações para venda em 2019, mas não deu nenhuma previsão de em qual período do ano isso acontecerá. E apesar da euforia de investidores com a decisão, a empresa ainda não revelou quantas ações colocará à venda e nem qual será o valor individual delas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Fonte: Venture Beat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *