Apple é processada por cliente que não entendeu o funcionamento de uma promoção

Como é comum em toda Black Friday da Apple, a empresa oferecia em seu site cartões presente de até US$ 200 nas compras de alguns dos produtos da loja, como modelos específicos de iPhones, iPads e Macs. Só que, na promoção deste ano, uma cliente definitivamente não saiu satisfeita.

De acordo com um processo arquivado no Tribunal de Justiça da Califórnia na última quinta-feira (29), a Apple está sendo processada por propaganda enganosa de seus produtos, fazendo com que os consumidores acreditem que vão ganhar um cartão-presente em produtos em que o brinde não está incluso.

Para provar a conduta imprópria da empresa, a ação oferece capturas de tela do site da Apple durante a Black Friday, mostrando um banner da promoção logo acima de alguns dos produtos à venda no site, o que a dona da ação alega tê-la levado a acreditar que ganharia um cartão-presente de US$ 200 na compra de qualquer produto daquela página.

Screenshots da loja Apple arquivadas junto com o processo (Captura: Apple Insider)

A ação ainda alega que a Apple agiu de maneira enganosa propositalmente, utilizando o termo “selecionados” no marketing da promoção, escondendo a explicação em um texto de termos da promoção onde era necessário clicar em pelo menos dois links diferentes para acessá-la.

A dona da ação, que comprou o MacBook Air com tela Retina Display (que não estava incluso na promoção) durante a Black Friday e não recebeu o cartão-presente de US$ 200 que ela achou ter direito, entrou com uma ação coletiva em nome de todos os consumidores que foram “enganados” pela empresa. Ela pede ressarcimento por danos morais e econômicos, pagos com juros e correção monetária, pagamento dos encargos advocatícios do processo e um julgamento com a presença de júri popular.

Apesar de parecer grave, o processo não deverá preocupar muito a Apple. Ainda que a ação reclame que os termos da promoção estavam escondidos, o site da Apple fornecia links bem visíveis. Além disso, nas compras que recebem o cartão-presente, ele aparece listado como parte do carrinho na hora que o cliente insere as informações de pagamento para finalizá-la, e o fato de o item não ter aparecido no carrinho da cliente deveria ser uma pista para ela de que alguma coisa estava errada.

Outro ponto que pesa contra o processo é que todo cliente, caso sinta falta de um item em sua compra, entra em contato com a empresa para saber o que aconteceu antes de processá-la. Além disso, caso ela tenha comprado o computador apenas por causa do brinde, também era possível devolver o aparelho para a empresa e ter todo o pagamento ressarcido.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *