Huawei confirma que está preparado sistema alternativo ao Android

Ao que tudo indica, a Huawei está desenvolvendo um sistema operacional que pode ser usado em futuros smartphones da marca no lugar do Android. A informação foi confirmada por executivos da empresa após uma série de rumores sobre o SO alternativo se espalharem desde setembro.

A Huawei está se preparando para não ter problemas mais sérios como os que a ZTE enfrentou com os Estados Unidos. Existe uma grande possibilidade de a empresa se tornar alvo de futuros embargos e decisões do governo Trump no que diz respeito a restrição da comercialização de produtos chineses no país norte-americano. Bruce Lee, vice-presidente de negócios da Huawei, confirmou ao site Android Headlines que a fabricante está trabalhando há algum tempo no desenvolvimento de um ecosistema alternativo e independente dos serviços do Google.

Conforme levantado pelo site, a decisão da Huawei segue como plano de fundo e não deve ter nenhum efeito prático nos produtos da empresa em longo prazo. O SO alternativo servirá para driblar possíveis embargos que Washington possa levantar contra chinesas, como foi o caso da ZTE, proibida de vender e comprar produtos de fornecedores norte-americanos devido a investigações relacionadas a práticas de espionagem industrial e de práticas ilegais de negócios em solo americano.

AndroidPIT china phones 5429
Crescimento industrial chinês pode gerar reação dos EUA contra Huawei / © AndroidPIT

O governo Trump manteve a restrição contra a chinesa, embora o governo tenha adotado uma série de medidas para que o embargo comercial não fosse bruscamente prejudicial à ZTE, que poderia entrar em falência devido aos contratos milionários mantidos com outras fabricantes e empresas do ramo das telecomunicações, como operadoras, entre outras importadoras de semicondutores.

A Huawei teme que o foco do governo Trump seja a chinesa em pouco tempo, como parte dos esforços dos Estados Unidos em enfraquecer a indústria chinesa que tem ameaçado a supremacia global norte-americana há alguns anos. A possibilidade de um terceiro sistema era prevista pelo mercado, como alertou Stella Dauer em análise publicada aqui no site:

Caso o embargo caia sobre a Huawei, a empresa conseguirá manter suas vendas aquecidas em países latinos, europeus e, sobretudo, na Ásia, o maior e principal mercado emergente do mundo em expansão. A marca tem investido mais em sua subsidiaria HiSilicon, que passou a expandir a fabricação dos processadores Kirin usados em seus produtos.

O sistema alternativo, segundo rumores, teria um nome próprio: KirinOS. A independência da Huawei em relação ao Google seria péssimo para os negócios da gigante de Mountain View, mas poderá ser necessária, politicamente, sobretudo, para sobrevivência da chinesa.

via Notícias do Android + Análises de Apps – AndroidPIT

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *