Sem explicações, ações do Twitter caíram cerca de 7% nesta quinta-feira (29)

Tudo sobre

Twitter


No início desta quinta-feira (29), as ações do Twitter chegaram a cair mais de 7%, chegando no ponto mais baixo já atingido desde 24 de outubro. Entretanto, a queda tem uma característica incomum: não há nenhum motivo que justifique as baixas.

Há quem acredite que a queda das ações está ligada a boicotes feitos por organizações politicamente aliadas ao conservadorismo. Na terça-feira (27), um relatório do site Federalist acusou a rede social de censurar arbitrariamente os conteúdos publicados. As agências de notícias Fox News e Fox Business também anunciaram um boicote ao microblog e não postam nada nos perfis oficiais da emissora desde o dia 8 de novembro.

Entretanto, o analista Victor Anthony, da Aegis Capital, acredita que o boicote ou as acusações de perseguição a conservadores nada têm a ver com as baixas nas ações. Ele chama a atenção para o fato que esse assunto está sendo debatido há algum meses e não faria sentido impactar as ações apenas nesta quinta-feira.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Kenny Polcari, diretor da O’Neil Securities, também acredita que os boicotes não influenciram as baixas. “É completamente técnico”, disse ele. “Nos últimos dois dias, o Twitter caiu US$ 32,20 quando atingiu uma linha de resistência de tendência decrescente”, explicou.

As ações do Twitter têm registrado baixas desde julho, quando a empresa anunciou seus resultados financeiros para o segundo trimestre de 2018, alertando para declínios no número de novos usuários.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *