Microsoft se une à polícia da Índia para fechar 16 call centers ilegais no país

Tudo sobre

Microsoft


A polícia indiana identificou e fechou 16 escritórios de call center ilegais, prendendo cerca de 30 pessoas por repassarem scams oferecendo falso atendimento ao consumidor. A ação foi executada com a ajuda da divisão de crime digital da Microsoft e foi deflagrada na cidade de Nova Deli.

O golpe enganava clientes da Microsoft e cobrava entre US$ 100 e US$ 500 por um falso suporte técnico.

Usuários do Windows chegavam até os criminosos por anúncios popup em diversos sites, que alertavam para uma suposta infecção do computador por vírus. Então, era exigido que eles ligassem imediatamente para um número para resolver o “problema”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Com isso, os falsos operadores atendiam às ligações se apresentando como executivos da Apple ou da Microsoft, fazendo com que o consumidor passasse por várias etapas de diagnóstico antes de os pagamentos serem efetuados por assistência remota.

Em uma pesquisa recente criada pela Microsoft, 20% das pessoas que encontravam anúncios fraudulentos em popup acabavam ligando para os números informados e 6% deles pagavam pelo serviço. Na Índia, 14% das vítimas pagaram aos criminosos as taxas exigidas.

Até abril deste ano, a Microsoft descobriu que 153 mil clientes haviam sido vítimas de golpes de suporte técnico em todo o mundo.

Fonte: The Next Web

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *