Rumores apontam que Samsung Galaxy S10 não terá reconhecimento facial

Alguns rumores já começam a aparecer sobre o Samsung Galaxy S10, o flagship da empresa para o ano que vem. Uma das expectativas é de que o aparelho tenha o novo Infinity Display, como a empresa gosta de chamar a sua tela com bordos finos. Contudo, apesar de toda capacidade, conexão 5G e muita potência que se pode esperar deste novo modelo, ainda não há informações sobre uma tendência do mercado: será que o S10 terá reconhecimento facial?

Esse é um dos grandes argumentos de venda dos iPhones, e de outros aparelhos lançados este ano. O fato de desbloquear o dispositivo simplesmente olhando para ele traz muito mais agilidade e a segurança de não exigir uma senha facilmente copiável.

Para conseguir uma boa leitura, o iPhone XS, por exemplo, tem em seu notch ao menos três sensores diferentes, além da câmera. Assim, ele usa infravermelho, receptor de luz e um projetor para conseguir reconhecer em 3D o rosto de um usuário e garantir o desbloqueio com segurança.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

As imagens do Galaxy S10 mostram apenas um pontinho na parte de cima da tela. Segundo reportagem do TheElec, o aparelho vai ter dois pequenos pontos feitos por laser na própria tela, com o objetivo de aproveitar o máximo da parte frontal do dispositivo. Um deles seria voltado para a câmera do aparelho, sendo que o outro para o sensor de infravermelho. Outros possíveis sensores como o de luz, proximidade e até o indicador de LED devem ficar abaixo da tela.

iPhones têm uma série de sensores para reconhecimento de rosto (Foto: Captura/Apple)

Atualmente, o Galaxy S9 tem pelo menos 6 sensores na frente, entre eles emissores e receptores de luz e proximidade, além da câmera propriamente dita e o indicador de LED. A falta de mais pontos pode indicar que a empresa não vai apostar nesta tecnologia para o flagship de 2019.

Esta é só uma possibilidade, já que a própria Apple deve trazer, segundo rumores, notches mais finos para os aparelhos do ano que vem. Nos iPhones de 2019, a expectativa é de que ela una os sensores de infravermelho com a câmera do FaceTime. Ou seja, já há tecnologia que permita um bom reconhecimento facial com menos espaço frontal do aparelho.

Contudo, outro motivo para acreditar em um S10 sem Face ID é que a Samsung está investindo forte em tecnologia de leitores de digital em tela. Ou seja, não faria sentido colocar um reconhecimento de rosto com precisão suficiente para competir com a Apple. Logo, é bem possível que só a biometria esteja no novo device.

Reportagens mais recentes mostram que o sensor de digital deve ser ultrassônico e não mais óptico, como acontecem nas versões mais atuais dos dispositivos da sul-coreana.

Vale lembrar ainda que fornecedores asiáticos soltaram este ano uma nota em que declaram que o Face ID da Apple estaria anos à frente de aparelhos Android, o que inclui a linha da Samsung. Analistas de mercado também apostam na proposta de que a Apple vá seguir no caminho do reconhecimento facial, enquanto outras empresas, como a Samsung, devem apostar em aprimorar a biometria em seus aparelhos.

Com todos esses fatores, já pode se esperar que o aparelho chegue no começo de 2019 sem a tecnologia. Até o momento, a Samsung não abriu especificações oficiais sobre o Galaxy S10.

Fonte: BGR, TheElec

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *