LG coloca chefe de TVs para comandar divisão de celulares

Não é novidade que a LG só vem perdendo dinheiro no mercado de celulares:

LG G7 ThinQ

Como estancar a sangria? Uma das possibilidades é mexer em time que está perdendo: a empresa anunciou nesta quarta-feira (28) que Brian Kwon será o novo chefe da divisão de dispositivos móveis a partir de 1º de dezembro. Kwon atualmente é presidente do negócio de entretenimento doméstico da LG, uma das áreas mais lucrativas da companhia, que engloba TVs e produtos de áudio.

No comunicado, a LG informa que Kwon “desempenhou um papel fundamental na transformação dos negócios de TV, áudio e PCs em líderes de categoria”. Enquanto isso, o atual presidente de dispositivos móveis, Hwang Jeong-hwan, que assumiu há um ano, vai focar em uma divisão chamada Convergence Business Development, que desenvolve tecnologias com inteligência artificial e internet das coisas.

O relatório financeiro mais recente da LG mostra que a empresa teve lucro de US$ 668 milhões no terceiro trimestre de 2018, uma alta de 45% em relação ao mesmo período do ano anterior — mas não por causa dos smartphones. Nesses três meses, a divisão de TVs fechou em US$ 289,9 milhões no azul e os ares-condicionados renderam lucro de US$ 365,3 milhões, enquanto os celulares deram prejuízo de US$ 130,5 milhões.

No Brasil, sabemos que a LG é a terceira maior fabricante de smartphones: ela perdeu a vice-liderança para a Motorola em 2014 e não se recuperou mais desde então. E, no mundo, uma pesquisa da Counterpoint Research mostra que a fabricante sul-coreana deixou o top 7 de marcas de smartphones no terceiro trimestre de 2018.

O lançamento mais recente da LG é o V40 ThinQ, um topo de linha com cinco câmeras e Snapdragon 845. Para o ano que vem, a companhia planeja aparelhos com 5G e um smartphone com tela dobrável. Será que agora vai?

LG coloca chefe de TVs para comandar divisão de celulares

via Tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *