NSA acusa China de violar acordo anti-hacking entre os países

A NSA, Agência de Segurança Nacional norte-americana, afirma que a China está violando um acordo de 2015 feito para encerrar a espionagem entre o país e os Estados Unidos.

De acordo com Rob Joyce, agente da NSA responsável por assessorar o presidente Donald Trump na segurança nacional no início deste ano, a quantidade de ataques caiu drasticamente desde o acordo, há três anos, mas ainda há a suspeita de que a China está ultrapassando os limites impostos no tratado. Hua Chunying, porta-voz do Ministério de Relações Exteriores da China, afirmou que "se opõe firmemente" contra as alegações.

No mês passado, a China teria sido acusada de sugerir que o iPhone pessoal de Trump estaria sendo usado para espionagem, recomendando que ele passasse a usar um smartphone da Huawei, fabricante chinesa.

Desde que os EUA entraram em guerra comercial com a China, as relações do presidente com o país asiático não estão nada tranquilas. Segundo um relatório, microchips de vigilância chineses foram inseridos em equipamentos de um data center da Apple e da Amazon durante o seu processo de fabricação.

Até o momento, nem a NSA e nem o Ministério das Relações Exteriores da Chinas e manifestaram com informações adicionais sobre a acusação de Joyce.

via Canaltech

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *