Bradesco vai fazer transferências do Brasil para o Japão com blockchain

Já conhece a nova extensão do

Tecnoblog

?

Baixe Agora

Aos poucos, o blockchain vem sendo adotado em aplicações reais pelos bancos: o Bradesco anunciou nesta sexta-feira (9) que fechou uma parceria para fazer transferências de moedas do Brasil para o Japão por meio da plataforma Ripple. A novidade permitirá fazer transações internacionais mais rápidas e com custos menores.

Foto por Sindicato dos Bancários de Santos e Região/BradescoFoto por Sindicato dos Bancários de Santos e Região/Bradesco

Isso é possível graças ao blockchain. Ele usa como base um ledger distribuído, ou seja, um sistema que registra as transações e que é compartilhado por toda a rede — no caso, os servidores das instituições financeiras envolvidas nas operações. Essas transações precisam ser verificadas por todos os participantes, evitando fraudes.

O blockchain será adotado inicialmente em remessas internacionais entre clientes do Bradesco no Brasil e do MUFG Bank (anteriormente conhecido como Bank of Tokyo Mitsubishi) no Japão. Mas a implantação vai demorar um pouco: o Bradesco promete “disponibilizar a nova plataforma até setembro do ano que vem na rede de agências e, posteriormente, nos canais digitais do banco”.

Só depois dessa primeira fase é que o programa deverá ser estendido a outros países. Sem citar valores, o Bradesco diz que os clientes poderão fazer transferências internacionais “em tempo real e a baixo custo”, diferente do modelo atual, em que a remessa pode levar até 2 dias para ser concluída.

O Bradesco é mais um banco a adotar o blockchain em operações reais. O Santander anunciou algo semelhante em abril, para enviar libras esterlinas do Brasil para o Reino Unido, também utilizando a plataforma da Ripple; o Itaú começou a utilizar o blockchain em operações financeiras voltadas para investidores; e o BNDES já iniciou testes para melhorar a transparência no uso de recursos públicos.

via Tecnoblog

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *